Sem… Esquecimento…

Quando perdes algum dinheiro, seja ele o quanto for, sendo pouco, perderá tudo o que aquele pouco representar; sendo tudo, perderá então tudo o que aquele tudo possa representar; e em ambos os casos, estarás desfalcado daquilo que tinha.

Estar sem é literalmente, não ter, estar desprovido, ir ao fundo do que o nada te pode assemelhar naquele instante.
Simplesmente é estar sem aquilo que preenche os espaços vazios.
Ou seja, estar oco, anulado, especialmente porque, sem, você ficará fadado a ir ao espaço, porque também está sem peso.
Por um pequeno espaço de tempo ir ao espaço, ao menos figurativamente, pode significar algo grande e maravilhoso. No entanto, observe, estás ao léu, sem peso, sem âncora, e portanto, caindo e prestes a esborrachar-se com o que venha pela frente.

“Como ouvisse Esaú tais palavras de seu pai, bradou com profundo amargor e lhe disse: Abençoa-me também a mim, meu pai!
Respondeu-lhe o pai: Veio teu irmão astuciosamente e tomou a tua bênção.
Disse Esaú: Não é com razão que se chama ele Jacó? Pois já duas vezes me enganou: tirou-me o direito de primogenitura e agora usurpa a bênção que era minha. Disse ainda: Não reservaste, pois, bênção nenhuma para mim?
Então, respondeu Isaque a Esaú: Eis que o constituí em teu senhor, e todos os seus irmãos lhe dei por servos; de trigo e de mosto o apercebi; que me será dado fazer-te agora, meu filho?
Disse Esaú a seu pai: Acaso, tens uma única bênção, meu pai? Abençoa-me, também a mim, meu pai. E, levantando Esaú a voz, chorou.” (Gn 27:34-38)

E é por esse motivo que te trago esta reflexão, preencha-se da Presença, porque é a única alternativa que tens de encontrar o rumo para algo que te pode ser valioso e maravilhoso.
Pleno e cheio de força, vida, e majestade…

“Eis que o cheiro do meu filho é como o cheiro do campo, que o Senhor abençoou;
Deus te dê do orvalho do céu, e da exuberância da terra, e fartura de trigo e de mosto.
Sirvam-te povos, e nações te reverenciem; sê senhor de teus irmãos, e os filhos de tua mãe se encurvem a ti; maldito seja o que te amaldiçoar, e abençoado o que te abençoar.” (Gn 27:27-29)

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo: COJAE 0001-12-PF-BR; Psicanalista: CONIPSI CIP: 0001-12-PF-BR; Jornalista: DRT-0009597/PR e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333
(41) 99109-8374
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 08042022 – Sem… Esquecimento… – (imagens da internet)

Os trabalhos que desenvolvo, não visam lucros financeiros, e são, apenas divulgação do que acho interessante para conhecimento geral, por isso, não monetizo.

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se a mensagem foi útil, e acha que pode ajudar alguém, divulgue: (ao replicar, preserve a fonte)

Siga-nos: https://www.bitchute.com/video/G0RHOnEC6I48/

Texto completo e outros em: http://www.portaldaradio.com

@elyvidal @radiocrista @pastorelyvidal @conipsip @CiepClube
#FalaPortaldaRadio #conipsi #cojae #dojae

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.