Vim, vi e venci

Assim como Júlio César, por volta de 47 a.C., que disse “Veni, vidi, vici”, ou “Vim, vi e venci”, quando ele dirigindo-se ao Senado Romano, descreve sua vitória sobre o rei do Ponto, Fárnaces II, na batalha de Zela.

“Quem é como o sábio? E quem sabe a interpretação das coisas? A sabedoria do homem faz brilhar o seu rosto, e a dureza do seu rosto se muda.
Eu digo: Observa o mandamento do rei, e isso em consideração ao juramento que fizeste a Deus.
Não te apresses a sair da presença dele, nem persistas em alguma coisa má, porque ele faz tudo o que quer. Porque a palavra do rei tem poder; e quem lhe dirá: Que fazes?
Quem guardar o mandamento não experimentará nenhum mal; e o coração do sábio discernirá o tempo e o juízo.” (Ec 8:1-5)

Desde sempre nos ensina o Senhor para que respeitemos a liderança.
Desde sempre nos indica o Senhor, as formas de que dispomos, a fim de entender, qual seja a boa e agradável vontade do Senhor para nossas vidas.
Sim, Ele tem uma vontade e um desejo que é sobre todas as coisas para nossas vidas, e nos orienta a que provemos os espíritos, a ver se os mesmos procedem do Senhor.
Por esse motivo e apesar de tudo, apesar de que devemos nossas obrigações às nossas lideranças e governantes, ainda assim, não é para que simplesmente digamos sim a todo e qualquer desmando que das bocas governamentais procedam.
Dessa forma, sempre observando se aquilo que nos é determinado pelo governante, está de acordo com a boa consciência e se isso não viola as tuas obrigações para com Deus, então, respeita o governante.
Observando no entanto que os mandamentos ferem os preceitos de Deus, então, recusa-os, sabendo que a vontade de Deus é soberana, sobre toda e qualquer outra vontade sobre a terra.
Dai a César o que é de César, porém sempre e em qualquer instante, busque reservar puro e inteiro para Deus o que é dele.

“E, observando-o, mandaram espias, que se fingissem justos, para o apanharem nalguma palavra, e o entregarem à jurisdição e poder do presidente.
E perguntaram-lhe, dizendo: Mestre, nós sabemos que falas e ensinas bem e retamente, e que não consideras a aparência da pessoa, mas ensinas com verdade o caminho de Deus. É-nos lícito dar tributo a César ou não?
E, entendendo ele a sua astúcia, disse-lhes: Por que me tentais?
Mostrai-me uma moeda. De quem tem a imagem e a inscrição? E, respondendo eles, disseram: De César.
Disse-lhes então: Dai, pois, a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus.” (Lc 20:20-25)

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 211218 – Vim, vi e venci – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

#COJAE @elyvidal @radiocrista @pastorelyvidal @conipsip #FalaPortal #MiottoéÓttimo #conipsi #cojae #dojae #ciepClubedeImprensa #bandeiradoBrasilnajanela

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.