Intervencionista: pedra no sapato de comunista

“Não é fácil ser um jornalista de esquerda, você precisa ter os pés firmemente plantados no chão, todos os quatro.” (O Retrógrado)

“Todo Intervencionista é movido fundamentalmente, pelo Amor à Pátria e pela Esperança viva que ele tem de que este sistema político podre está com os dias contados e de que o Brasil, voltará a seus dias de glória, onde ocupará o seu lugar de destaque no cenário internacional. Todo o intervencionista entende que só há uma forma de derrubar este sistema; é uma FAXINA GERAL, com a queda simultânea dos três poderes da República, que já estão em plena condição de ilegitimidade, por já terem literalmente, cuspido, rasgado e pisado em nossa Constituição Federal. Esta FAXINA GERAL, será por meio da Intervenção Cívico Militar, que será perpetrada pelas FFAA com apoio dos EUA, e a instalação de um governo provisório por meio uma Junta Militar composta por Generais, Almirantes, Brigadeiros e cidadãos idôneos da população civil, técnicos devidamente capacitados sem vínculos políticos e de moral ilibada, para ocuparem os cargos estratégicos dos diversos Ministérios e da Administração Pública nas três esferas de governo, federal, estadual e municipal respectivamente, ou seja, aos moldes de 1964.
O Intervencionista entende que, o atual ponto em que o Brasil chegou, não existe mais outra forma para consertar tudo isto. Com todos os cantos e recantos do governo, infectados pela corrupção, vemos todos os dias estourar um escândalo envolvendo nomes do meio empresarial e altos cargos políticos, eleições passadas suspeitas de fraude, urnas não confiáveis e em paralelo a multiplicação do crime organizado, trafico de drogas, assassinatos, pedofilia, ideologia de gênero, etc…
É por isto que, o Intervencionista não acredita em eleições, pois o Intervencionista é apartidário, ou seja, ele não tem partido, o seu partido é a Pátria, é o Brasil. O Intervencionista não apoia nenhum candidato a nenhum cargo eletivo. O Intervencionista não é de esquerda nem de direita, porque ele entende que todos, absolutamente todos, nesta atual conjuntura, fazem parte do mesmo sistema político podre.
Hoje, só existem duas categorias ideológicas no Brasil, um é o Intervencionista, o outro é o socialista/comunista.
Muito embora, muitos ainda, não tenham conseguido descobrir em qual das duas categorias se enquadram, pois indiretamente e sem saberem, todos se enquadram em uma das duas, ou é Intervencionista ou é socialista/comunista.
Se você defende uma reforma geral no atual sistema político e não concorda com as decisões do governo e das leis que estão sendo aprovadas e com as decisões dos Ministros do STF, libertando bandidos, e outras aberrações jurídicas. Se você concorda com as Operações da Policia Federal, então você é um Intervencionista.
Se porém, você confia no governo, no STF, nos políticos em geral, se você acredita em eleições e que pode haver uma mudança através das urnas elegendo novos nomes, então você é um socialista/comunista, porque é isto que os comunistas querem. Os comunistas querem a continuidade e manutenção desse sistema e portanto, querem e defendem as eleições, para legitimar os resultados suspeitos dessas eleições, e os Intervencionistas não querem.
O movimento intervencionista hoje, é o movimento que mais cresce no Brasil e portanto, é a pedra no sapato dos comunistas.
É por isso que os comunistas odeiam tanto os Intervencionistas. O comunista declarado é desprovido de todos os sentimentos nobres, ele não ama sua pátria, porque ele não tem pátria. O comunista declarado não tem esperança de que o Brasil um dia se torne um país melhor para os brasileiros. O comunista declarado só acredita em uma coisa, na instalação do sistema totalitário comunista, aos moldes de Cuba, China e Venezuela, e para atingir esse objetivo, não há regras, tudo é válido.
É por isto que tenho orgulho de fazer parte desse movimento e declaro em alto e bom som; Sou Intervencionista até a alma! Porque, ser intervencionista, é ser otimista, ser intervencionista, é ser patriota, ser intervencionista é ser prudente e sobretudo, perseverante. Ser intervencionista é ter coragem de enfrentar esse sistema comunista podre, ser intervencionista é não ter medo de ser chamado de maluco, transloucado, retrógrado e outros adjetivos pejorativos. Ser intervencionista é ser como um torcedor que torce por seu time do coração com uma paixão tal que, mesmo que seu time nunca ter ganhado um campeonato, ele mantém a sua paixão viva, porque ele crê com convicção que o grande dia da vitória está próximo, muito próximo. Assim, é o Intervencionista. Todo Intervencionista é brasileiro, patriota, ativista, militarista e não quer aliança com China, com Coreia do Norte e com nenhum outro país comunista. Como diz um trecho de um dos Hinos da República do Brasil, “ou ficar a Pátria livre ou morrer pelo Brasil”. E se for para morrer, o Intervencionista prefere morrer de pé, do que viver de joelhos em uma ditadura comunista.” (recebido por whats de Kennedy Lopes Marques)

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333 (Oi)
(41) 99820-9599 (Tim)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 300818 – Intervencionista: pedra no sapato de comunista – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

#COJAE

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.