Acidentes de trabalho acontecem

Ladrão falece, vitimado pelo acidente de trabalho.
Uma vez que o assaltante estava exercendo o seu ofício, veio a falecer em confronto com a autoridade que o próprio meliante tentou assaltar.
Infelizmente nosso País está vivendo uma situação altamente constrangedora, uma vez que, o assaltante em muitos casos, passa a ser visto como um trabalhador que exerce suas funções como outro cidadão qualquer, e muitas das vezes, muito melhor remunerado, pelo próprio Estado, que o trabalhador de profissão séria, que se dedica para o crescimento da Nação.
Vamos lutar para que vejamos nossos valores devolvidos ao nosso povo. Onde ser honesto não cause vergonha a ninguém, e onde não tenha problema algum em chamar alguém pela profissão que escolher, ou pelo tido de vida que queira levar.
Se o homem resolve que não é mais homem, que seja chamado como de fato o é: viado, bicha, e homossexual, sem que isso nos cause o constrangimento de sermos chamados homofóbicos, porque o contrário, heterofóbico não é visto. Ladrão, que seja chamado ladrão, e não suposto, uma vez que não existe meio termo, ou é, ou não é. Se o indivíduo, ainda que não seja profissional da mão grande, mas saiu e cometeu um delito, ele não deixa de ter sido pego no flagrante delito, portanto, seja nominado ladrão.

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(014) 41 9 8514-8333 (Oi)
(041) 41 9 9820-9599 (Tim)
(015) 41 9 9109-8374 (Vivo)
(021) 41 9 9821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 231117 – Acidentes de trabalho acontecem – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

#COJAE

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *