Senhores Militares sua autoridade não foi levada em conta

Ontem, dia 15/05/18, o plenário do Congresso Nacional, foi palco de uma cena bastante interessante. Alguns membros de nossas Forças Armadas, resolveram fazer uma visita, e segundo consta, de forma inesperada, aos nossos parlamentares. Vimos que essa visita ocasionou reações bastante curiosas:
O Senador Medeiros, conforme percebe-se no vídeo que circula na internet, engasgou-se, coitado perdia-se em meio aos seus pensamentos e quase se percebe a total falta de controle, denunciando que o discurso programado não era bem aquele que estava acontecendo.
Diria a nobre Maria do Rosário, em suas manifestações de surpresa: “Mas o que, que é isso?”
Bem, tenho dito que, para quem sabe ler, pingo é letra e nessa história muda, o que estava sendo dito é: “Criem vergonha na cara, ou ousem fazer algo que defraude as leis, mas sob os nossos olhos.
Pois muito bem, a visita foi ontem, hoje, correu em absoluta normalidade, a votação em favor do funcionamento do SUSP, e ao que consta, os nobres parlamentares, já esqueceram da visita dos militares.
Pois bem Senhores militares, desde pequeno aprendi: “Manda quem pode, obedece quem tem juízo!”
Não creio que quem pode mandar seja essa curriola que ocupa o Congresso Nacional, mas deixo a critério de vocês que avaliem.
Não precisamos ser espertos para entender que o marcar presença dessa forma, se mostra algo extremamente interessante, pois, conforme o dito por um general presente, isso foi feito, para garantir a democracia e a segurança nacional.
E é claro que já se cogita a ideia de uma visita em igual tom “VERDE-OLIVA”, ao plenário do STF – Supremo Tribunal Federal.

Bem, é bastante oportuno lembrar que o senado resolveu aprovar em reunião fechada, e por isso, nossas Forças Armadas fizeram aquela visita ao Congresso ontem no dia 15/05/18, a criação da famosa e Força Nacional.
Todos sabemos o que isso significa e nada nos deixa pensar a favor da criação disso, uma vez que isso vem sendo implantando à revelia.
Notem que já foram compradas aproximadamente 800 caminhonetes para a utilização da referida Força Nacional.
Interessante que, a implantação de um órgão requer investimentos altíssimos, além da necessidade de equipamentos apropriados para a mesma, e porque isso, e não a reversão desse investimento a um órgão já existente, como Polícia Federal, Polícia Militar, Polícia Civil, ou mesmo nossas Forças Armadas.

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333 (Oi)
(41) 99820-9599 (Tim)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 160518 – Senhores Militares sua autoridade não foi levada em conta – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

#COJAE

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.