Presidente da UNE, que apoiou Dilma, é humilhada em Santos

Obteve apenas 6% dos votos, tendo seu adversário sido eleito com 77,7%

A presidente da União Nacional dos Estudantes (UNU), Carina Vitral, que é filiada ao PCdoB, que teve intensa participação na campanha em defesa da ex-presidente cassada Dilma Rousseff, amargou derrota humilhante para a prefeitura de Santos, no litoral paulista: ela recebeu apenas 14.440 votos, correspondentes a 6,6% do total.
Paulo Alexandre Barbosa (PSDB), adversário de Carina Vitral, foi eleito com 77,7% dos votos. A goleada do vitorioso teve a ajuda de 16 partidos que se coligaram para apoiá-lo. A candidata derrotada teve apenas o apoio do PT, o que já se constituía prenúncio de mau desempenho nas urnas, em razão das denúncias de corrupção envolvendo o partido.

Carina foi eleita presidente da UNE pela via indireta, como acontece na entidade desde a sua refundação. Após eleger Aldo Rebelo pelo voto direto, no final dos anos 1970, a UNE alterou as regras e desde então o PCdoB “aparelhou” a entidade de tal maneira que para presidi-la é preciso se filiar ao partido.

Desde o governo Lula, o silêncio da UNE tem sido “comprado” com generosos repasses em dinheiro para a entidade, a pretexto de construir sua sede, no Rio de Janeiro. Só um dos repasses foi de mais de R$30 milhões, dinheiro que ninguém sabe, ninguém viu, tampouco a sede da UNE foi construída.

-:/www.diariodopoder.com.br/noticia.php?i=65928806236 – 02/10/2016

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.