A vaidade, e a quê nos conduzem, as coisas do mundo

“O que foi, isso é o que há de ser; e o que se fez, isso se tornará a fazer; de modo que nada há novo debaixo do sol.” (Ec 1:9)

Momentos distintos em gerações distintas, gerando conflitos totalmente desconhecidos. Cuidemo-nos, porque no momento anterior, pelo menos havia a busca ávida pelo conhecimento, neste um comportamento anômalo de pessoas conduzidas por algo que lhes foge ao controle. (ely silmar vidal – psicanalista)

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *