A raposa petista e o galinheiro chamado Brasil

Ah, nada como encarar uma coluna do Greg logo na segunda-feira! Alguns amigos meus não acreditam na minha capacidade estomacal para digerir coisas tão indigestas, e me acusam de masoquismo. Mas é preciso saber o que esses “gurus” da esquerda andam dizendo, para sacar qual a próxima narrativa furada que vão usar para defender o indefensável.
No texto de hoje, Duvivier se mostra uma alma muito caridosa: ele não acha que existem milhões de golpistas no país, e sim milhões de desinformados, alienados, gente que foi enganada pela mídia golpista (a mesma que lhe dá espaço para defecar pelas mãos).
Somos, nós da direita, mauricinhos que usam camisa polo da Ralph Lauren, mas que também temos coração (bem ali, onde fica o cavalinho da marca). Pedimos o impeachment da “presidenta” (sério, ele anda tão fiel à mão que o alimenta com publicidade estatal que até adotou o “presidenta”), que não possui nada que a desabone, pois fomos ludibriados pelas raposas.
E assim defendemos colocar essas raposas para cuidar do galinheiro. Os petistas, presume-se, eram almas abnegadas que tentavam cuidar das galinhas. Eduardo Graeff resumiu bem em sua página do Facebook:
Gregório Duvivier, na Folha, pede aos seus leitores “paciência para explicar que um impeachment, agora, equivale a botar a raposa pra cuidar do galinheiro.” Raposas, centenas delas, tomaram conta do galinheiro há anos e já comeram uma enormidade de galinhas. Agora, vá você pedir paciência às galinhas que ainda não foram devoradas… Haja empatia!
Se o Brasil é um galinheiro, então as raposas só podem ser os petistas. E são tão gulosos que comeram até as galinhas dos ovos de ouro! Destruíram tudo! Não sobrou nada! Petrobras? Arruinada. Estatais em geral? Bancarrota. Empregos? Sumiram! Inflação? Galopante, corroendo o salário dos trabalhadores. Enfim, foi uma destruição total, que deixou o galinheiro em estado deplorável, com penas para todo lado.
A revolta das galinhas é justamente colocar essas raposas para correr. Mas ainda há quem as defenda, seja por pixulecos, seja por fanatismo ideológico. Qual o caso do Greg? O leitor decide. Mas digo que ele fazia piadas com o PT e Lula há alguns anos, e hoje não faz mais. Algo mudou em pouco tempo no seu caso. Ou teve uma epifania, ou viu os tais ovos de ouro que as raposas esconderam do butim ao galinheiro.
PS: Ler o mauricinho Greg, “filhinho” do padrasto importante global e com pinta de ter sido criado pela vovó, falando dos “coxinhas” que usam camisa polo é realmente hilário. Será que o rapaz “leite com pêra” se sente, assim, mais machão e sujeito homem do povo? Aquela massa toda de gente nas ruas pedindo o impeachment era tudo “filhinho de papai”, mas Greg é “o cara” descolado, ralador, do povão, pois curte “poesia”. Como não adorar essa esquerda caviar?
28/03/2016 – Rodrigo Constantino -rodrigoconstantino.com/artigos/raposa-petista-e-o-galinheiro-chamado-brasil/

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos!

Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos.

CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR.
DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *