A grande mídia e sua falta de vergonha na cara

O general Villas Boas em seu twitter, a algumas horas atrás, fez um comentário que pode-se considerar como uma resposta adequada aos questionamentos do jornal estadão, com relação ao fato de Estudantes de colégios militares que custam três vezes mais ao País.
Dia z matéria do estadão que o Exército gasta R$ 19 mil reais ao ano por aluno, enquanto a rede pública gasta R$ 6 mil.
Isso, pela ótica diversionista de nossa mídia acéfala, mentecapta e tendenciosa, pode ser um sinal de esbanjamento e consequentemente ser discutível a validade da aceitação desse método de ensino à população brasileira.
Pois muito bem, não é preciso ser nem muito inteligente e nem muito bom observador para se perceber que os alunos da rede militar, não depredam o ambiente escolar, e cuidam de seus objetos escolares, bem como de seus uniformes, pelo simples fato de que as escolas militares, primam pela hierarquia e disciplina, através dos quais, os valores éticos e morais encontram amparo. Assim, creio, pelo fato de que não existe a depredação natural das escolas públicas, o custo por aluno pode ser mais alto, pois dali sairão melhores cidadãos, melhores preparados para enfrentar os percalços do que se anuncia para o futuro de toda grande nação.

Mas, vamos à resposta do general, que achei muito bem elaborada:

“@Gen_VillasBoas = Caro Alexandre Garcia! Você conhece muito bem esse sistema de ensino exitoso implantado pelo @exercitooficial. Urge romper-se o viés ideológico, reconhecer o sucesso dos colégios militares e mais, lutar para que a educação seja prioridade perene de toda a sociedade!

Se imaginarmos homens educados e inteligentes lendo um texto desses, veremos pessoas totalmente envergonhadas, uma vez que essa resposta, é um verdadeiro tapa na cara daqueles que levantaram a questão. Um tapa de luvas de pelica, é verdade, mas passou de um simples tapa, para verdadeiros bofetões.

Quando li essa matéria no twitter, eu mesmo a respondi da seguinte forma:
@pastorelyvidal = O Brasil inteiro apoia o trabalho das Forças Armadas como um todo. Pode ser que não tenha 100% de aprovação popular, mas tenho certeza que 80% sim…

É claro porém, que a grande mídia, que se presta ao projeto de construção da “Pátria Grande”, liderada pelo Foro de São Paulo, não admitirá sequer, a menor possibilidade de que algum trabalho feito, ou algum projeto desenvolvido, ou mesmo em desenvolvimento por uma instituição que detém no seio popular a aprovação de pelo menos 80% passe sem uma crítica. Afinal de contas, eles poderão apenas ofuscar o brilho de nossas Forças Armadas, desde que a coloquem em cheque junto à população.

É óbvio que isso não será possível, uma vez que os representantes “verde-oliva”, não costumam andar de forma desordenada, e não costumam embriagar-se e drogar-se e participar de orgias e de vagabundagens como é comum no meio civil.

E além dos fatos acima citados, temos ainda contra esses representantes da grande mídia os projetos em que eles colaboram.
Ora, pessoas que simpatizam com as ideias de aborto, ideologia de gênero, e a política dos direitos dos manos, é claro que só poderiam tentar apegar-se ao ridículo de questionar os valores em uma escola de tão alta qualidade como as escolas militares, porque não existe mais nada onde eles possam apegar-se.

Observe-se o fato concreto que: fetos ainda não nascidos, estando ainda no ventre materno:
Com 18 dias, ou seja, duas semanas após a concepção do nascituro, dizem os cientistas, e isso é inconteste, que o coração bate;
Aos 42 dias, ou seja um mês e doze dias depois da concepção, os mesmos cientistas, já conferiram e chegaram à conclusão de que as ondas cerebrais são detectadas;
Aos 52 dias, pouco menos de dois meses de gestação e os bebês, ainda em formação no ventre materno, soluçam e bocejam;
Após 8 semanas, ou seja, dois meses de gestação, aquele que é um embrião, agora mostra ao mundo que todos os seus órgãos funcionam;
Após 9 semanas, menos de três meses de gestação, e o embrião, já coloca ao mundo, de forma inquestionável, que também tem, assim como seus pais e outros cidadãos, as suas próprias impressões digitais;
Com 10 semanas, ainda não completou 3 meses, e ele demonstra ser tão capaz de tantas coisas, a ponto de poder sentir dor;
E com três meses, ou 12 semanas, ele já pode demonstrar, suas alegrias e tristezas ante o mundo que o acolherá, de um ou de outra forma, vivo ou morto, pois esse mesmo embrião, já pode sorrir.
Mas esses mesmos midiáticos que tiraram o sossego de nosso general Villas Boas, são os que defendem com entusiasmo que se pode sim tirar a vida de um ente, que além de não ter quem o defenda, muitas vezes tem somente doze semanas de vida.
Não perceberam os imbecis, que suas vidas começaram da mesma forma. Um óvulo e um esperma, nada mais que isso.
Teu pai poderia facilmente te olhando nos olhos dizer: “Você a bem poucos dias atrás era apenas um espermatozóide!”

Concluímos então, que o comunista é de fato a negação do ser humano.
Ele não tem sexo, não tem família, não tem religião, e acima de tudo, não tem vergonha na cara.
Pode-se afirmar com toda a certeza e sem chance de errar, que esse comunista não tem absolutamente nada, mas tem maldade, para dar e vender.

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333 (Oi)
(41) 99820-9599 (Tim)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 270818 – A grande mídia e sua falta de vergonha na cara – (imagens da internet – texto desenvolvido com base em matéria da Breitbart)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

#COJAE

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.