Uma bomba nuclear e seu rastro de desastres

Exposição de uma operação secreta, os desastres ocasionados pela explosão de uma bomba nuclear em testes efetuados pelos EUA.
Operação Castelo Bravo que foi o codinome dado ao primeiro teste feito pelos EUA, na detonação de uma bomba de hidrogênio termonuclear combustível seco. Essa operação foi deflagrada em 01 de março de 1954 no atol de Bikini, Ilhas Marshall. Castelo Bravo foi o dispositivo nuclear mais poderoso já detonado pelos EUA (pouco menos de um terço da energia dos mais poderosos já detonada), com uma potência de aproximados 15 megatons.
Nessa ocasião, a explosão excedeu em muito o que era esperado na casa das 4 a 6 mega toneladas, e ocasionou gravíssimos acidentes provocados por fatores inclusive inesperados, o que levou à contaminação acidental radiológica significativa na região e áreas próximas. Além do envenenamento de inúmeros, entre outros fatos, o teste criou preocupação internacional no efeito termonuclear atmosférico. http://youtu.be/oWh3drczO1I

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *