Um Presidente e sua responsabilidade perante o mundo

Para uma análise básica da importância de nossa nação, poderíamos começar por sua extensão territorial. Apesar de sabermos, que tamanho não é documento, mas eu creio ser este um ótimo ponto, a partir do qual, se percebe a importância do Brasil perante o mundo. (as medidas que estou citando, friso que são aproximadas) 1 – A Rússia, conta com aproximados 17.100.000 km quadrados; 2 – O Canadá, 9.000.000 km quadrados;
3 – Os EUA, ou Estados Unidos da América, 9.900.000 km quadrados; 4 – A China, 9.600.000 km quadrados;
5 – Nossa amada Pátria, o Brasil, com área, também aproximada de 8.600.000 km quadrados;
6 – E além dos acima citados, temos a Austrália com uma área aproximada de 7.800.000 km quadrados;
Isso nos coloca quase como em quinta posição entre os países com a maior extensão territorial do mundo.
Portanto, percebe-se a importância de nossa nação. Apesar de não haver sido contemplado aqui o fato de que nosso país, por ser tropical, possuir uma variedade muito grande de riquezas naturais, naturalmente não desmerecendo os outros, que também os tem nas suas diversidades.

Lembrando que em área territorial, a Europa, sem a parte da Rússia que está na Europa, o restante dos países que compõem a tão famosa e rica e portentosa europa, possui uma área de aproximados 6.300.000 km quadrados o que nos mostra possuir a Europa, uma área territorial bem menor que a área territorial do Brasil.
E isso, sem querer imaginar-se maior do que verdadeiramente o seja. Até porque, nossa área, concentra muito pequena área desértica, porque temos uma diversidade climático-ambiental muito favorável, que nos oferece uma área de terra com riquezas naturais especialmente para a agricultura.

Assim como temos pessoas de baixíssimo calibre ético, moral e intelectual, naturalmente que um País com essas proporções, teria filhos da grandeza de: Ruy Barbosa de Oliveira; Joaquim Maria Machado de Assis; Antônio Pereira Rebouças Filho; André Rebouças; Luís Alves de Lima e Silva, o Duque de Caxias, apelidado de “O Pacificador” e “O Duque de Ferro”; Cândido Mariano da Silva Rondon, mais conhecido como Marechal Rondon; entre alguns outros, que nos mostra uma plêiade de grandes homens, ao contrário do que ultimamente nos são apresentados como exemplos, nas mais variadas áreas do saber humano. Vemos que o que sobra, em alguns momentos, não passam de meros lixos humanos.

Mas, encontramos o nome do General Geraldo Antonio Miotto, que é o atual Comandante da 3ª Divisão de Exército, deve ser descrito como natural da cidade de São Marcos, no Estado do Rio Grande do Sul.
Ingressa na qualidade de aspirante a oficial na Turma 1978 da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), no município de Resende, no estado do Rio de Janeiro;
Depois na qualidade de oficial superior, comandou o 16º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado, na cidade de Passo Fundo, no estado do Rio Grande do Sul, e também o Centro de Preparação de Oficiais da Reserva, na cidade de Porto Alegre, no estado do Rio Grande do Sul.
Após, como Oficial General, comandou a 8ª Brigada de Infantaria Motorizada, na cidade de Pelotas, no estado do Rio grande do Sul, e exerceu o cargo de Chefe do Estado-Maior do Comando Militar do Leste, na cidade do Rio de Janeiro, no estado do Rio de Janeiro.
Entre outras atribuições aqui não contempladas, porém, que o prepararam ao longo da vida, para que chegando ao ponto que chegamos, possamos vislumbrar neste homem, o perfil necessário para que faça desta a Pátria da Ordem e do Progresso.

“O desenho de nossas fronteiras, o desenho desse mapa do Brasil, é um desenho que foi conquistado pelas armas; com cavalo, com espada, com canhão, com arcabuz, com muito sangue, e de muitos brasileiros. Repito, brasileiros, brancos, índios e negros.
Depois é esse exército que luta pela liberdade desse povo. Inconfidência Mineira, Independência do Brasil, e a República. É este exército aqui, que faz cem anos!
Depois, é esse exército que luta pela soberania nacional, aqui na banda oriental, na luta contra os castelhanos, que o nosso estado era metade castelhano; esse exército que luta lá no norte contra os franceses lá no Amapá; o exército que luta na tríplice aliança da guerra no Paraguay, quando fomos invadidos aqui em Itaqui, São Borja, e no Mato Grosso, é esse o exército” (General Geraldo Antonio Miotto)

Por suas palavras percebemos que ele tem a noção da grandeza de sua missão, que é restaurar a nação nos trilhos da ética, da moral e dos bons costumes, rumo à Ordem e ao Progresso que toda grande nação necessita, para de fato ser grande, e conquistadora.
Conquistadora, não de terras, porque já passamos por essa fase, mas conquistadora do saber e da condição de continuar como exemplo e como norte a inúmeras outras nações.
Pois, que venha o novo Brasil, livre das amarras de ser comandada por quadrilheiros e pela caterva que circula em volta desses quadrilheiros, em que um presidiário é aclamado em rede nacional pela Rede Globo, como não tendo podido comparecer ao debate por ser impedido pela justiça. Não senhor Bonner e senhora Renata, o molusco não foi impedido pela justiça, ele é impedido porque não atinge o mínimo necessário para que fosse considerado sequer candidato, pelo menos pelos cidadãos de bem desta grande nação.

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333 (Oi)
(41) 99820-9599 (Tim)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 290818 – Um Presidente e sua responsabilidade perante o mundo – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

#COJAE

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.