Tudo pode acontecer, ainda que nada suceda

Valtair Mariano da Cunha: – Ely bom dia. O povo brasileiro, em sua maioria temente a Deus, povo trabalhador, criativo, alegre, povo de paz, povo familia, hospitaleiro, honesto não merecemos passar por tudo isto q está acontecendo em nosso País. Vc consegue vislumbrar alguma saída antes q algum grupo ache q pode resolver por conta propria?

Não se iludam, o silêncio também é resposta, e às vezes muito mais eloquente que muita resposta ríspida e dura que se imagina.

No alagoas uma confusão generalizada no Fórum Sarney Costa, onde a Juíza Andréa Permulter, no 1º Juizado Criminal, dá voz de prisão a um advogado, que dá voz de prisão em magistrada, mostra o descalabro em que se encontra a nossa nação e no aprofundamento do servilismo do nosso poder judiciário ao poder econômico e às quadrilhas criminosas que tomaram conta de nossa nação.

Conforme relato de advogados: “a juíza haveria dito ao Dr. Tufi para se calar e ele se revoltou” [SIC].
Por sua vez o advogado Tufi levantou e ordenou em contra-partida a prisão da juíza também por ter entendido que ela estava agindo com abuso de autoridade.
Soubemos também, que a OAB/MA dirigiu-se ao Fórum a fim de inteirar-se com maior profundidade do acontecido.
Através da rádio Difusora AM, o advogado Tufi Maluf que é advogado do Sindicato dos Advogados do Maranhão “lamentou” o episódio, porém, manteve a postura de menino briguento, ao dizer que a magistrada, o teria obrigado a agir da forma que agiu, uma vez que a mesma teria agido de forma arbitrária impedindo que ele olhasse o processo que seria julgado na audiência desta terça-feira.

Apenas lembrando a OAB foi descontinuada pelo Fernando Collor de Mello, por uma canetada, e desde então essa OAB que hoje funciona no Brasil, age sem a legitimidade de entidade devidamente reconhecida, além de estar provavelmente ainda agindo sem a devida documentação que lhe aufira os poderes que ela necessita para agir nos porões por onde age.
Ela não poderia imiscuir-se em tão altos interesses da nação, sem que com isso estivesse amparada pelos altos interesses financeiros, pois que outra forma encontraria para ter a ação que hoje representa em qualquer país do mundo?

Ricardo Morais: – (recebi um texto de Ricardo Morais e tomei a liberdade de reescrevê-lo, e é o que segue:)

O Tico e o Teco
Pode-se atribuir todo desgoverno a uma única pessoa atualmente instalada em um dos mais altos cargos que dominam o poder em nossa nação.
Todo mundo sabe que para que se obtenha o êxito, é necessária a Ordem e a Disciplina, geradas e organizadas pela Hierarquia. Dessa forma, podemos, conforme dito acima, atribuir esse desmando e desmantelamento nacional a uma só pessoa.
A disciplina em uma casa, dependem dos pais, que são os responsáveis pela ordem e pela harmonia que devem gerir essa casa.
A família, depois do indivíduo, é a menor célula perante a sociedade, e portanto, necessitam da autoridade que só cabe a ela representar no seio social, para que seus frutos sejam vistos, na casa, na rua, no bairro, na cidade, no estado, enfim, na nação.
O prefeito é o responsável pelo município, o governo pelo estado, e assim, observamos que a nação é, em primeiro lugar pelo presidente, porém, que, esse mesmo presidente sem o poder das armas, não se sustenta, portanto, acima do presidente, aquele que detém o poder do uso da arma, ou seja o exército, no nosso caso, nossas Forças Armadas, respondem pela ordem e disciplina em nosso País.
E quando identificamos que quem fala pelo nosso Exército é o General Eduardo Villas Boas, podemos então conferir a ele, a responsabilidade pelo desmando total e pelo desgoverno que ora se abate sobre uma nação anteriormente tão próspera e pronta a, inclusive, ajudar países vizinhos.
Bater continência é dever de todo cidadão de bem, a qualquer outro cidadão de bem senhor general. No entanto, quando um general bate continência a um bandido, ou a alguém envolto em penumbras criminosas, ou mesmo em suspeitas, então, nem mesmo sua farda senhor general, está apta a representar a nossa nação e a recolocar o País nos rumos da “Ordem e Progresso” que são nosso lema pátrio.
Tapar o sol com a peneira general, está fazendo com que nós caminhemos a passos largos para o abismo, e isso, o senhor nos proporciona, com sua omissão e vistas grossas a todo descalabro que se abate sobre nossa nação. O Senhor hoje representa a vergonha para o Exército de Caxias.
E para que nosso País volte a respirar os ares de uma nação continental, que nos cabe, por nossa própria condição geográfica, necessitamos voltar a ter a saúde, a educação e a segurança, características de qualquer nação séria e que tenha homens sérios à frente da mesma. Títeres general, não são bem vindos em lugar nenhum do mundo.
Hoje, infelizmente tenho que aceitar, a sua figura, não passa da figura de um títere, resta saber, quem o manipula de fato. E o Senhor é de fato o único responsável por tudo o que de ruim vem acontecendo sobre toda a nação brasileira.

A Folha listou os filhos de políticos tradicionais estreantes na eleição de outubro:

Fernando James, filho de Fernando Collor, pré-candidato a deputado federal PTC de Alagoas; Otto Alencar Filho, filho do senador baiano do PSD, deputado federal;
Rodrigo Oliveira (MDB), filho do presidente do Senado, Eunício Oliveira, pré-candidato a deputado federal no Ceará;
Mosiah Torgan, filho do vice-prefeito de Fortaleza Moroni Torgan (DEM), pré-candidato a deputado federal;
Marcelo Richa, filho do ex-governador tucano Beto Richa, vai tentar a vaga de deputado estadual no Paraná;
João Campos (PSB), filho de Eduardo Campos, deve concorrer ao cargo de deputado federal em Pernambuco;
Antonio Coelho (DEM), filho do senador Fernando Bezerra Coelho, é pré-candidato a deputado estadual;
Marcelo Crivella Filho (PRB), filho do prefeito do Rio, deve ser candidato a deputado federal;
Danielle Dytz (MDB), filha de Eduardo Cunha, deve ser candidata a deputada federal no Rio de Janeiro.

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333 (Oi)
(41) 99820-9599 (Tim)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 060618 – Tudo pode acontecer, ainda que nada suceda – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

#COJAE

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.