Tentativa de invasão de banco de dados da Lava Jato

Sinceramente fico pasmo ao ver a desenvoltura da quadrilha em seus passos.
Trata-se da certeza da impunidade.
Bem coisa de, como diria um dos filhos do apedeuta: “meu pai que manda nisto aqui” (Luiz Cláudio Lula da Silva – quando de uma apresentação do Cirque du Soleil aqui no Brasil)
Mas é claro que mesmo com esse fato ocorrido anteriormente e outros tantos envolvendo os quadrilheiros de PlanTão, fica difícil imaginar que tomariam tais atitudes:
Há algum tempo atrás, vazamento de gás na sede da PF, escutas telefõnicas na mesma, consta-me (não sei ao certo) um incêndio em uma delegacia da PF (parece-me) em Santa Catarina. Entre outros fatos, alguns até risíveis, mas este último me faz pensar que não resta outra alternativa, senão a INTERVENÇÃO MILITAR imediata, pois o crime realmente tomou conta do Brasil.
Pergunto a você que está lendo isto:
É possível, aceitar que uma quadrilha tente agora invadir o banco de dados da Polícia Federal?
Que atitude o povo brasileiro deve tomar?
Pois esse atentado não é contra a polícia, é contra toda a ordem constitucional vigente, não se trata de uma quadrilha comum, trata-se de uma organização criminosa com estilo extremamente ameaçador, talvez só comparável aos terroristas islâmicos.
Fico na dúvida se isso é burrice ou algum às na manga que desconhecemos por completo, uma vez que a “governANTA” acaba de formalizar uma parceria com o governo russo para um aparelhamento militar. (ely silmar vidal – matéria compilada por elementos da pensabrasil e da Revista Época e foto da pensabrasil)

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos!

Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos.

CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR.
DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *