Tarso Genro de Mão Cheia

“Diga-me com quem andas, e te direi quem és.”

Um pensador da esquerda, mas, demos-lhe os créditos, um pensador, sempre de mão cheia. De mão cheia, e naturalmente, de cabeça vazia.

Alguém não sei onde estava com a cabeça, mas chegou a dizer que Tarso Genro era um dos principais pensadores e teóricos da esquerda brasileira.
Embora eu concorde em parte, porque pensar para cagar, está aí uma coisa em que não se pensa, se faz…
Se alguém me disser que enquanto defeca, pensa, aí concordo. Mas pensar para defecar, está aí algo que simplesmente não combina, uma vez, que ao defecar, não se está produzindo nada, a não ser merda, e além disso, se está aliviando.

“A vovó Cacilda parecia uma patinha
e a vovó Julica elétrica e risonha
conversava com lagartos” (Tarso Genro)

“Em Cuba planta-se cana!” (Tarso Genro)

Lembro que o indivíduo escrevia essas barbaridades e consta que sem o menor rubor, pois ainda era homenageado nas Academias de Letras.
Essas mesmas academias que inúmeras vezes se negaram a receber alguns grandes escritores, que porém, não tiveram a felicidade de galgar postos políticos.
Gostaria muito de ver o que diriam essas academias, se Tarso não fosse o político que representou durante os momentos em que foi homenageado.
Lembremo-nos, pelo lindo e majestoso Rio Grande do Sul, passou um gato safado, que sem o menor pejo, defecou por aquelas plagas, e enterrou o que fez no Palácio do Governo do estado, por isso, sem chance de errar eu diria que Tarso é a “merda que o gato enterrou no governo do Estado do Rio Grande do Sul”. E os pobres gaúchos dormiram com esse barulho por tantos e tantos anos.

Verdadeiramente, o que interessa é que, para o digníssimo representante da oligarquia criminosa do PT, o Tarso Genro, conforme ele publicou em seu twitter dia 20/04/19, às 11:51.

Tarso Genro – @tarsogenro:
” Alan Garcia, inocente ou não -creio que mais inocente do que FHC na compra da reeleição- sobretudo deu um exemplo de dignidade com seu suicídio. Recusou a submissão às execuções sumárias pelos Juízes treinados pela CIA, para fulminar o Estado de Direito na América Latina.”

Resta a pergunta, estaria por acaso Tarso Genro desejando que o amigo Lula assim proceda também?
Talvez seja o caso, até para que dessa forma, o perigo iminente de uma delação premiada, vá pelos ralos da impunidade, porque, cadáveres não costumam falar. Salvo quando deixam alguma “carta-testamento”.

Enquanto Alan Garcia, ex-presidente peruano, que ao ser preso por roubo e corrupção, segundo Tarso deu “exemplo de dignidade”.
Ignora o indivíduo, que Alan matou-se porque foi pego após roubo e desvio de verbas públicas.
De qualquer maneira, não podemos ignorar que Tarso Genro, no papel de “Puetante”, “puetou”:

“Quanto te esperei e quanto sêmen
inútil derramei até o momento”

Quanta diferença entre um Tarso Genro e um Alan Garcia, enquanto um se mata, o outro canta loas à masturbação solitária.
Embora em momentos distintos, mas não me parece que fosse o caso de em vindo a ser preso, Tarso tenha essa “dignidade” que louva e enaltece no “cumpanhero” Alan.

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 99820-9599 (TIM)
(41) 98514-8333 (OI)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 200419 – Tarso Genro de Mão Cheia – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

@elyvidal @radiocrista @pastorelyvidal @conipsip @CiepClube
#FalaPortaldaRadio #conipsi #cojae #dojae

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.