STF declara a sua ruina

STF não somente declara a sua ruína, como entrega aos verde-oliva a senha para que entrem e fechem o Senado Federal, o Congresso, assim como o STF, dando voz de prisão a todos os sem vergonhas que por ali circulam.

Sérgio Moro, Eduardo Bolsonaro e Jair Messias Bolsonaro, fazem uma visita fora da agenda divulgada. Essa visita, foi à CIA Companhia de Inteligência Americana.
Ninguém imagina o que é que esteja na pauta, uma coisa é certa no entanto, não haverá acordo nenhum com os EUA Estados Unidos da América, enquanto o Brasil estiver de joelhos a uma Suprema Corte, como hoje estamos.
Existem muitos interesses em jogo e é claro e evidente que o Dr. Sérgio Moro, não saiu da magistratura para perder um joguinho para meia dúzia de velhote babaca e mal amado e além de tudo corruptos e safados a ponto de denegrir a imagem de pessoas sérias como é o caso da figura de Deltan Dallagnol. O Dr. Sérgio Moro não está gostando nem um pouquinho de ver o seu pacote anti-corrupção bloqueado em uma Câmara, ou mesmo no Senado Federal, por conta de uma meia dúzia de ignaros que estão ajoelhados lambendo o saco do STF Supremo Tribunal das Falcatruas. E além disso, o próprio Presidente da República Jair Messias Bolsonaro, também não está gostando nem um pouco de nadar, nadar, nadar e morrer na praia por conta de uma mídia safada, incompetente e acima de tudo corrupta e traidora.

Elementar que podemos ter nas próximas horas alguma reviravolta no que tange ao poder central no País. O STF exerce uma força fabulosa e como tal, ninguém deve ignorar que ele pode vir a ser alvo de algo muito sério, pois ele atualmente está sendo a pedra de tropeço do Estado Democrático de Direito.
Seus crimes são muitos, e quase não se pode negar , pois são a olhos vistos e a nação como um todo tem tomado conhecimento disso.

São onze os que ocupam aquelas cadeiras confortáveis e que proporcionam salários maravilhosos, além, é claro, do poder que elas outorgam.

Conforme a Constituição Federal promulgada no ano de 1988, onze são os cidadãos brasileiros natos, que devem ocupar esses postos.
Homens e mulheres, naturalmente nomeados pelo Presidente da República, porém, que devem passar por uma aprovação, após sabatina, ou algo semelhante, perante o Senado Federal, conforme prevê a CF.
A Instituição tem por prerrogativa funcional, servir de guardião da referida Constituição Federal
Seria chover no molhado, descrever aqui os inúmeros ilícitos que envolveram, presidentes da república, senadores, e demais políticos, que encontram resguardo junto à Suprema Corte, que quando pressionada, julga porém, com uma morosidade capaz de fazer com que os processos percam sua força, ou apenas são dadas penas tais, capazes de fazer corar um coroinha de alguma igreja de interior, que sabemos, tem suas orelhas puxadas com muito mais veemência pelo pároco local.
Mas a Suprema Corte, tem se mostrado uma mulher libidinosa, que quando pega alguém em algum crime e não pode deixar de puní-lo, trabalha no mais puro exercício do “morde e assopra”, que nem mesmo os meliantes de comunidades criminosas costumam ver. Tanto, que quando este últimos meliantes descritos, pegam alguém infringindo suas leis nas comunidades que lideram, eles gritam alto e em bom tom: “Aqui temos Lei, e as fazemos cumprir, por esse motivo, se alguém é pego em delito, é condenado muitas vezes à morte no famigerado “micro-ondas”, ou outras penas tais, que causariam pânico se eu somente as descrevesse aqui.

– José Antonio Dias Toffoli, nomeado por Luiz Inácio Lula da Silva em 2009; muito mais conhecido, pelos relevantes serviços prestados ao PT, bem como ao Lula, Dilma e especialmente ao José Dirceu de Oliveira e Silva, de quem parece ter herdado todo o traquejo criminoso com o qual se apresenta;

– Luís Roberto Barroso, nomeado por Dilma Vana Rousseff, em 2013;

– Gilmar Ferreira Mendes, nomeado por Fernando Henrique Cardoso em 2002;

– Enrique Ricardo Lewandowski, nomeado por Luiz Inácio Lula da Silva em 2006;

– José Celso de Mello Filho, nomeado por José Ribamar Ferreira de Araújo Costa, mais conhecido por José Sarney em 1989;

– Cármen Lúcia Antunes Rocha, nomeada por Luiz Inácio Lula da Silva em 2006;

– Rosa Maria Pires Weber, nomeada por Dilma Vana Rousseff em 2011;

– Luiz Fux, nomeado por Dilma Vana Rousseff em 2011;

– Marco Aurélio Mendes de Farias Mello, nomeado por Fernando Affonso Collor de Mello (seu primo) em 1990;

– Luiz Edson Fachin, nomeado por Dilma Vana Rousseff em 2015;

– Alexandre de Moraes, nomeado por Michel Miguel Elias Temer Lulia, mais conhecido por Michel Temer em 2017, por ocasião do fatídico acidente que tirou a vida de Teori Zavascki.

Deveriam ser pessoas integralmente voltadas ao cumprimento de seus deveres, sem o envolvimento político e outros envolvimentos tais que possam colocar em risco a estabilidade da instituição, bem como a total e completa reverência à Constituição Federal.
Bem, eles se deixam levar por tudo o que os cerca e dessa forma, estamos no impasse que hoje estamos vendo com tanta evidência.

Conforme temos visto, inúmeros são beneficiados pela pesada caneta de algum membro do STF, e aqui vemos seis condenados que tiveram suas penas perdoadas pelo ministro Luís Roberto Barroso.
São eles: Roberto Jefferson Monteiro Francisco, mais conhecido por Roberto Jefferson; Pedro Henry Neto, mais conhecido por Pedro Henry; Romeu Ferreira de Queiroz; Carlos Alberto Rodrigues Pinto, mais conhecido como Bispo Rodrigues; Vinícius Samarane, que foi diretor do Banco Rural e Rogério Tolentino, que foi advogado de Marcos Valério.
Estes tiveram suas penas perdoadas, depois de terem sido condenados na Ação Penal 470, vulgarmente conhecida como “Mensalão”. Todos os citados acima, Barroso considerou que atendiam aos requisitos para o indulto.

Também foram concedidos, a: Delúbio Soares de Castro, João Paulo Cunha, Valdemar Costa Neto o perdão mesmo ante suas condenações pela mesma ação do “Mensalão”.
Ninguém levou em conta o fato de que a honra do povo brasileiro, o amor e o respeito à Pátria estejam em jogo, simplesmente perdoaram os crimes, tais, que não deixam de ser crimes “Lesa-Pátria”.
Lembrando que o crime “Lesa-Pátria” é, todo aquele que cause prejuízos ao País, que macule, direta ou indiretamente a soberania da Nação, agredindo a Democracia, a Soberania, ou mesmo a Liberdade do povo. Qualquer crime ocasionado por alianças políticas que ajam de forma traiçoeira, ocasionando desvios fraudulentos e que ocasionem qualquer tipo de desmando, como, enganar, ou subjugar o povo, seja por que meio for, especialmente comprando ou escravizando ou ainda fraudando as eleições para a perpetuação no poder.

Jamais poderíamos ignorar que Delcídio do Amaral Gómez, citou 4 ministros do STF, na conversa que ocasionou a sua prisão: Teori Zavascki, Gilmar Mendes, Dias Toffoli e Edson Fachin, que segundo ele, à época, poderiam facilitar um habeas corpus para Nestor Cerveró, caso ficasse evidente a necessidade.
Muito imprudentemente, vimos o Dias Toffoli, retirando o processo de Gleisi Helena Hoffmann de Curitiba e conduzindo o processo para São Paulo, porque segundo ele, o crime fora cometido em São Paulo. Além é claro de revogar a prisão de Paulo Bernardo, o marido da “Amante”.

Mas os desmandos não pararam e não vão parar a não ser que seja, pela força da baioneta. Infelizmente esses canalhas e vagabundos, não respeitam absolutamente nada, que não seja a força das armas. Por esse motivo, sempre clamei pela Intervenção Militar.

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 99820-9599 (TIM)
(41) 98514-8333 (OI)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 190319 – STF declara a sua ruina – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

@elyvidal @radiocrista @pastorelyvidal @conipsip
#FalaPortaldaRadio #BoicoteaRedeGlobo #conipsi #cojae #dojae #ciepClubedeImprensa #abaixoaRedeGlobo

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.