STF bate na cara do povo e não é com luvas de pelica

Dias Tóffoli, define-se a si próprio um “liberal clássico”, um clássico, eu diria da pilantragem, um pilantra capaz de colocar no bolso o verdadeiro malandro carioca.
E com sua típica malandragem, oriunda da quadrilha PTralha, safado “SUPREMO”, na qualidade de presidente do “SUPREMO LUPANAR”, nos apresenta a suprema cretinice que está sendo protagonizada pela Suprema Corte, nesta licitação, que entra na pauta exatamente na hora de corte de gastos, no momento que o Brasil chora, porque o pobre está morrendo de fome.
Bem, diga-se a verdade, o Brasil pode morrer de fome, mas o STF, morrerá é com indigestão de tanta coisa fantástica e de primeira linha, que consta dessa fausta licitação.

R$ 1.130.000,00 (hum milhão, cento e trinta mil reais) é o valor determinante para a abertura de uma grande licitação. Para que?
Boa pergunta, e merece a resposta seca, para a compra de lagostas, camarões, vinhos, whiski 18 anos, cachaça de altíssima qualidade, entre outros itens da alta culinária e para degustadores de primeiríssima linha.
Reis e Majestades, bem merecem tratamentos desse nível… Ah… mas não nos esqueçamos que além de reis e majestades, os supremos da mais alta corte brasileira, ainda que não mereçam, dão-se a este luxo, pois já deram o golpe e já determinaram quem é que manda… Haja vista o fato de haverem determinado uma busca e apreensão na casa de um general do exército.

A mim, essa busca e apreensão, pode parecer significar o seguinte recado: “Estamos apenas mostrando ao povo e aos ilustres generais e outras autoridades, que o País já é nosso, que nós fazemos e faremos o que queremos e os súditos que se calem, porque agora, quem manda é a mais alta corte do País.”

Bem, se esse não foi o recado, que as autoridades que ainda têm vergonha na cara, que tomem tento e que deem atenção ao que de fato merece a atenção.

Pois então foi publicado um pregão maravilhoso, onde fica prevista a contratação de alguma empresa que atenda a determinados requisitos para a prestação de serviços de fornecimento de refeições para “clientes de fino trato”.
Essa contratação exige “cachaça de primeiríssima linha” que deverá ser utilizada na preparação das caipirinhas que venham a ser requisitadas para a degustação.
Além da boa cachaça, medalhões de lagostas com molho de manteiga, camarão ao vapor (imaginem os camarões), bacalhau à Gomes de Sá, moqueca (tanto a capixaba, quanto a baiana) acompanhados do maravilhoso arroz de pato (aqui só não ficou claro se é com o pato do contribuinte brasileiro)… Também pensados no maravilhoso pregão: A salada Waldorf com camarões, pato assado, carré de cordeiro e medalhões de filé…
Seria desnecessário falar da carta das bebidas, porém, está muito claro no pregão, que os espumantes, têm exigências dignas de paladares finíssimos e acostumados a tudo o que é bom. Assim, os espumantes precisam ser produzidos pelo “método champenoise e que tenha ganhado ao menos 4 (quatro) premiações internacionais”.
O vinho, tinto seco, terá que ser Tannat ou Assemblage, sendo que a safra tem que ser igual ou posterior a 2010 e não se admite que não tenha ganhado ao menos quatro premiações internacionais. Terá que ser produzido pelas uvas de tipo Cabernet Sauvignon, e a safra igualmente deverá ser igual ou posterior a 2010. Além de ter que haver sido maturado em barril de carvalho de primeiro, ou no máximo de segundo uso, e de acordo com os finos padrões por um período minimo de 12 meses. Sendo o branco seco, tem que haver sido produzido por uvas, do tipo Sauvignon Blanc, dali do Vale do Loire e de Bordeaux, não ignorando a safra que obrigatoriamente tem que ser de 2015 e observados os detalhes de que a colheita das referidas uvas, tem que ter sido feita à mão.

Caipirinha, como eu disse acima, só se for feita com limão de primeira e cachaça de alta qualidade; os destilados: como uísques, têm que ser com o malte produzido por grãos, sendo que o envelhecimento de 12 anos, ou 15 anos, ou 18 anos. Bem, isso que já foi descrito é um acinte, se eu continuar falando do assunto, creio que muitos não terão mais ânimo para trabalhar; pois somente o fato de saber que se trabalha para que a mais alta corte usufrua disto já não é mais um assalto e sim um achincalhe à nação como um todo.

Só faltou eu encontrar no referido pregão, o papel higiênico produzido com a mais pura seda, porque se o indivíduo precisa de uma alimentação dessas é porque tem as pregas de ouro.

Desnecessário dizer que os pobres coitados supremos, terão que enfastiar-se com as guloseimas, enquanto o povo brasileiro é que vive bem, pois paga os lautos banquetes, sem ter Saúde, Educação, Segurança, e ainda por cima ter que carregar esses juízes nas costas para cá e para lá.
E vivas às excelsas majestades da suprema corte de nossa nação, que não se cansa de nos mostrar o quanto eles não valem nada.

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 99820-9599 (TIM)
(41) 98514-8333 (OI)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 270419 – STF bate na cara do povo e não é com luvas de pelica – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

@elyvidal @radiocrista @pastorelyvidal @conipsip @CiepClube
#FalaPortaldaRadio #conipsi #cojae #dojae

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.