Saúde Pública, um sonho que não existe

Biotech, um caso que vem à tona em 16 de fevereiro de 2016. Passa despercebido ao grande público, porque à grande mídia, não interessa desagradar os poderosos de plantão.
Neste caso, os irmãos Pelegrine, que são os sócios nesta maracutaia, demonstram de forma clara e inequívoca, como é fácil e como são feitos os desvios milionários da saúde pública no estado do Rio de Janeiro. É claro que aqui é citado o caso da saúde pública no Rio de Janeiro, mas isso não quer dizer que em outros estados não funcione exatamente da mesma forma, só que, sob as batutas de outros maestros do crime organizado, naturalmente mancomunados com os prefeitos, governadores, deputados, vereadores, e porque não dizer também o Presidente da República?
Seja ele quem for, depois que os militares deixaram o poder, sempre foram os que permitiram tudo o que hoje acontece.
E se algo está vindo à tona, não é porque este ou aquele permitiu que viesse à tona. Não, não é nada disso, está tudo vindo à tona, porque o que antes era desviado (em fortunas) porém, com a aparência de conta-gotas, com a ascenção do PT ao poder, o ser criminoso, foi alçado à categoria de pensamento, e portanto, escancarou a roubalheira, de tal forma, que tornou-se impossível, esconder, dado o tamanho, dos caminhões, jatos e navios, que passam a transportar as propinas e verbas desviadas, bem como, a gama de falcatruas agora promovidas pela turma das festas sem fim.
O andar de cima, adora uma farra, regada a muito champanhe, vinhos caros, mulheres bonitas, e acima de tudo, ninguém, se contenta com ter, torna-se necessária a ostentação.
A brincadeira com o dinheiro público, o descaso da administração pública, demonstra a falência de todos os órgãos públicos, e com isso, a necessidade da Intervenção Militar em todos os níveis das esferas Federal, Estadual, bem como também às municipais. Não existe nada que não esteja altamente contaminado pela corrupção sistêmica.
Foram abertas, nos últimos anos, inúmeras empresas, cujos objetivos eram os de apenas facilitar os desvios e acobertar as ações de criminosos como as ações desses irmãos Pelegrine.

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná – skype: siscompar – fones: 041-41-99820-9599 (TIM) – 021-41-99821-2381 (CLARO e WhatsApp) – 015-41-99109-8374 (VIVO) – 014-41-98514-8333 (OI) – mensagem 131117 – Saúde Pública, um sonho que não existe – imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos:

(ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

#COJAEIntervençãoMilitar

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos!

Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos.

CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR.
DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *