Quando nos unges a cabeça com óleo, nos completa

“O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará.
Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranqüilas. Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome.
Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam.
Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda.
Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na casa do Senhor por longos dias.” (Sl 23:1-6)

Não te envergonhe de apresentar-se a Deus como totalmente dependente dEle.
Nosso problema é procurar ser quem não somos, tentar aproximarmo-nos de Deus, como se pudessemos fazer alguma coisa por nós mesmos. Isso é a presunção de ser, quem jamais poderemos ser.
Não somos e nunca seremos auto-suficientes, somos dependentes e é por essa dependência que devemos buscar ao Senhor.
Lembre-se, Ele te buscou onde você estava, e nem você mesmo sabia quem era, e agora, apesar de haver sido resgatado, lembre-se, não há nada que você possa fazer, senão repousar na bondade e na vontade do Senhor, porque é Ele quem te guia e te faz repousar em pastos verdejantes.
Ele te resgatou de detrás da malhada. Aquela pedra informe e disforme, foi encontrada, porque Ele te viu e em ti resolveu manifestar a Sua graça e misericórdia.
Não importa quem sejamos, ou onde estejamos; devemos nos lembrar sempre da definição dada por Aristóteles acerca da ovelha, onde ele a descreve como uma criatura lenta e totalmente desprovida de conhecimento, capaz de perder-se e totalmente incapaz de tomar um rumo ou qualquer decisão, ainda que isso seja para salvar-se. Caso haja uma inundação ou mesmo uma intempérie qualquer, ela permanecerá no mesmo lugar, a menos que seja tirada dali por seu pastor.
E é dessa forma que devemos nos apresentar, àquele que escolheu ser o nosso Pastor. Ele coloca-se perante nós, como o pastor, como o restaurador de Israel. É assim que Ele nos busca, para enfim, nos restaurar.
Nos cumula de bênçãos. Tantas que não se podem contar, pois superam em número, aos grãos de areia do mar.
Corrige nossos caminhos, anima-nos ainda que estejamos desanimados, e com Seu bálsamo, nos consola, e com Seu cajado nos direciona.
Ele nos sustenta e nada nos falta, ou faltará, porque é nosso verdadeiro e único pastor.
Sua presença traz a paz e a harmonia de imediato, porque é, como sempre foi, a Rocha de Israel.
Em toda a história, o papel de um pastor sempre foi considerado a menor de todas as ocupações no tecido social, e por esse motivo, sempre sobrou, para ser desempenhado pelos menores da casa. Mesmo assim, ao Senhor se lhe agrada estar conosco na figura de nosso Pastor.
E ter um pastor que é médico, que é nosso guia, amoroso e cuidadoso como Deus, é singular, simplesmente maravilhoso.
Note que ao dirigirmo-nos a Deus dizendo que Ele é nosso Pastor, significa entender que estamos plenos de tudo que necessitamos, pois nada e ninguém nos pode atacar ou mesmo nos amedrontar, porque o Senhor é quem sabe efetivamente, qual é o verdadeiro papel de um Pastor. Nada nos faltará, temos tudo, porque temos a Ti Senhor, como nosso Pastor.
Tudo que necessitamos é estar na presença do Senhor, porque somente Ele nos leva a descansar, junto a águas tranquilas, em lugares lindos, tranquilos, onde nada e nem ninguém nos pode fazer mal. Os pastos verdejantes e a calma do lugar dão-nos o repouso, que necessitamos.
Onde existe paz, onde a justiça reina e por isso encontramos o conforto por amor de Seu Santo e Sagrado Nome “YHVH”.
Somente quando nos entregamos é que passamos a conhecer o arrependimento necessário à redenção.
Quando enfim nos apresentamos, dependentes e de fato entendidos da carência de Sua misericórdia, Ele nos leva a conhecer o arrependimento, que não entendemos, enquanto posamos como sábios. Porém, ao entregarmo-nos, somos reconduzidos à condição anterior, quando ainda não conhecíamos o pecado e nem mesmo o descaminho.
Por isso precisamos de nosso Pastor, porque é nosso guia, quem nos guarda, quem nos liberta e quem nos restaura. Porque tu Senhor, és o nosso Pastor, portanto, não temeremos mal algum.

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333 (Oi)
(41) 99820-9599 (Tim)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 210918 – Quando nos unges a cabeça com óleo, nos completa – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

#TestemunhadeJesusCristo

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.