Prezados brasileiros e venezuelanos:

“É com tristeza que venho me despedir de vocês. Se por um lado estou triste, pelo outro lado também estou. Na verdade eu estou completamente triste. A gente sabe que nada é eterno porque tudo tem um fim, a não ser que dure para sempre. E se tem alguma coisa que acaba com o meu dia é quando chega a noite. O povo brasileiro vive reclamando da vida, mas não vive sem ela. Daqui para frente o futuro para mim não importa. Daqui pra frente o que passou ficou para trás. Para mim o que importa mesmo é o presente porque é nele que vivemos. Fui presidenta deste país e posso dizer que não é só o Brasil que precisa mudar, mas o país inteiro. Para meus rivais eu deixo um aviso: a mão que atira a pedra é a mesma que apedreja. Um senador que não respeita a si próprio não vai saber respeitar ele mesmo.

Para finalizar eu só digo uma coisa: é melhor não dizer nada. E digo mais: só digo isso. Para aqui ninguém dizer que eu não disse nada. Existe uma frase que eu costumo aplicar no meu dia-a-dia: Quando cair levante ! Porque não dá para andar deitado. E tem mais: andar para trás é como andar para frente só que de costas. Vamos em frente, mesmo que lá na frente vocês percebam que o Brasil ficou para trás. Mas aí é tarde demais, porque o futuro já era. – (DILMA VANA ROUSSEFF)”

A presidente que jamais deveria ter sido.
Um nome que jamais poderá ser esquecido, sob qualquer hipótese, para que nunca nos esqueçamos todas as agruras pelo que passamos e pelo que temos passado.
Que seja inscrito em nossos corações, para que aprendamos pelo erro a não cometer novamente o mesmo erro, trocar votos, por promessas de vida fácil.
Naturalmente que o discurso acima, não ocorreu, o que não quer dizer absolutamente nada, uma vez que poderia ter ocorrido, afinal de DilmAnta et caterva, tudo se pode esperar.
De minha parte, continuo achando que o melhor para o Brasil é a INTERVENÇÃO MILITAR, imediata e com os rigores do STM – Superior Tribunal Militar. – (ely silmar vidal)

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.