Portaria de 2015 autorizou Conserino

A liminar de Valter de Araújo que suspendeu os depoimentos de Lula e Marisa será votada na terça-feira. Mas isso não importa, pois a alegação de Paulo Teixeira, acolhida precipitadamente pelo conselheiro do CNMP, perdeu o objeto.
O Antagonista descobriu que a participação de Cassio Conserino nos autos do procedimento que investiga Lula e Marisa foi autorizada pelo procurador-geral Marco Elias Rosa por meio da portaria 10941/2015.
A portaria designou Conserino, além dos promotores Fernando Henrique de Moraes Araújo e José Reinaldo Guimarães Carneiro, para oficiar nos autos do procedimento investigatório criminal 94.0002.7273/2015-6, em conjunto com o promotor de Justiça natural, no caso, Carlos Blat.
A investigação sobre o triplex de Lula é um desdobramento da investigação original sobre a Bancoop, comandada por Blat. – (18/02/2016)
-oantagonista.com/posts/exclusivo-portaria-de-2015-autorizou-conserino

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos!

Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos.

CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR.
DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *