Paulo Henrique Amorim sugere prisão de oposicionistas

Paulo Henrique Amorim sugere prisão de oposicionista Mara Gabrilli e de todos os tucanos
É um serviço de utilidade pública dizer ao povo onde o governo petista está torrando nosso dinheiro. Neste caso, em blogs governistas que gastam seu tempo para promover perseguição de quem os questiona, lançar calúnias, praticar assassinato de reputações e, agora, até mesmo pedir que seus opositores sejam presos. Como já disse mais de uma vez, o financiamento da BLOSTA consegue ser moralmente pior do que a corrupção tradicional, posto que o dinheiro enfiado indevidamente nestes meios serve para tentar viabilizar o totalitarismo.
Claro que eu poderia estar exagerando, como qualquer cético pode questionar.
Nada melhor do que tirar a prova. Mas antes veremos a notícia “Merkel vai a bar de hotel para ‘saideira’ após jantar coim Dilma”, do Globo:
BRASÍLIA – Como uma simples mortal, a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, se afastou da comitiva na noite de quarta-feira, para uma “saideira” no pub do Hotel Royal Tulip, em Brasília. Depois do jantar com a presidente Dilma Rousseff, no Palácio do Alvorada, por volta das 23h, a mulher mais poderosa do mundo surpreendeu os frequentadores do pub ao entrar no bar sem grande aparato de segurança.
— Foi tudo tão inesperado! Sem nenhuma programação. Quando vimos ela entrou no pub, sentou numa mesa ao fundo, com amigos, e ficou por algum tempo como se estivesse se divertindo como uma pessoa qualquer — contou a deputada Mara Gabrilli (PSDB-SP), que jantava no local.
SIMPATIA
Como o lugar estava lotado, com muita gente em pé, Merkel foi efusivamente saudada. Em troca, cumprimentou e conversou com as pessoas.
— Eu lhe disse que eu era a primeira deputada tetraplégica e que minha atuação é em defesa das pessoas com deficiência e da acessibilidade. Ela ficou admirada e foi super fofa comigo. Foi muito enaltecida pelos que estavam no Pub e todos falaram da diferença de comportamento da chanceler alemã com nossa presidente, que só anda escoltada por carros e ninguém chega perto — disse Gabrilli.
A deputada tucana postou a foto que tirou ao lado de Merkel em suas páginas nas redes sociais.
Foi o suficiente para habilitar o “modo Stalin on” em Paulo Henrique Amorim, um dos blogueiros governistas mais agraciados com verbas estatais para escrever atrocidades morais como a que leremos a seguir:
Essa deputada tucana é que a visitou o José Dirceu na Papuda e saiu com a informação de que o Dirceu vivia lá dentro como um nababo. Um privilegiado. Parecia que o Dirceu tinha uma Jacuzzi e uma TV LED para assistir ao Canal Playboy!
A Dilma não sai na rua sem segurança por causa, exatamente, dos tucanos. Especialmente os pós-nazistas de São Paulo, que frequentam a lanchonete do Hospital Albert Einstein, o restaurante em que agrediram o Alexandre Padilha, são os que atacam a sede do PT e fazem buraquinho no Instituto Lula.
A Merkel vai ao bar sem segurança, porque, na Alemanha, os nazistas foram todos em cana.
Aqui vemos todo tipo de calúnia, sem provas. Para o sujeitinho, aqueles que que vaiaram Padilha são tucanos, assim como os que “atacam a sede do PT” e “fazem buraquinho no Instituto Lula”. É a este nível que essa gente quer lançar toda a imprensa do Brasil, com suas propostas de lei pedindo “regulação econômica de meios”.
O mais abominável, no entanto, vem na sequência lógica que podemos abstrair desta figura:
Angela Merkel não tem medo de ir a bares porque os nazistas de seu país foram todos em cana.
Sabe-se disso pois só nazistas protestariam contra Angela Merkel. [Obrigado por essa, PHA, pois a extrema esquerda está xingando-a
muito no Twitter depois que ela deu um corretivo no fanfarrão da
Grécia. Pensando bem, nessa PHA acertou, pois nazismo, fascismo e
marxismo foram paridos todos pela mesma cadela]
Dilma anda com segurança, visto que os nazistas do Brasil não estão presos como os nazistas da Alemanha.
Os tucanos são nazistas.
É preciso prender os tucanos.
E, de novo, para que ninguém esqueça: tudo isto bancado com verba estatal desproporcional. O que mais falta esse bando cometer para exigirmos que a questão da BLOSTA se transforme em um escândalo, a ponto de gerar um projeto de lei que interrompa o favorecimento destes sujeitinhos com verbas estatais de anúncios?
Em tempo: Não sou tucano, não votei e nem votaria na Mara Gabrilli (a não ser que fosse para derrotar um petista, ou algum candidato de suas linhas auxiliares), e reconheço que Angela Merkel e Dilma Rousseff estão em pólos morais opostos. É por isso que a primeira pode andar tranquilamente pelas ruas, enquanto a segunda foge do público por medo de vaias, que sua curriola, cinicamente, fingirá terem sido “violências absurdas”, ou seja, mais um motivo para repudiá-los.
http://lucianoayan.com/2015/08/21/paulo-henrique-amorim-sugere-prisao-de-oposicionista-mara-gabrilli-e-de-todos-os-tucanos/

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *