Os sinais continuam e só não os vêm quem não quer

Alguns sinais tão pequeninos, que poderiam ser considerados a uma nuvenzinha, quase do tamanho da palma da mão de um homem. Insignificante, porém, não se pode ignorá-los sob pena de se ignorar o óbvio e ululante.

– Incêndio destrói o salão da Paróquia do Divino Espírito Santo, na cidade de Bom Sucesso no Norte do Paraná, no dia 08/09/18.

Como podemos observar, o PRTB que é o partido ao qual está ligado o candidato a vice-presidente na chapa de Bolsonaro, o general Mourão, está ligado, por conta de uma coligação entre o senador João Capiberibe do PSB, para disputar o governo do Amapá, aliado ao PT.
Dessa forma, e por conta da necessidade de uma coligação, o socialista João Capiberibe, uniu o PT e o PRTB nessa aliança.

E um dos sinais que percebemos ser bastante interessante:

“Nota do PT: Repúdio à Tutela Militar Sobre a Democracia

A entrevista do general Villas Boas é o mais grave episódio de insubordinação de uma comandante das Forças Armadas ao papel que lhes foi delimitado.

O Partido dos Trabalhadores convoca as forças democráticas do país a repudiar declarações de cunho autoritário e inconstitucional do comandante do Exército divulgadas pela imprensa neste domingo 09/09/2018.

A entrevista do general Villas Boas é o mais grave episódio de insubordinação de uma comandante das Forças Armadas ao papel que lhes foi delimitado, pela vontade soberana do povo, na Constituição democrática de 1988.

É uma manifestação de caráter político, de quem pretende tutelar as instituições republicanas. No caso específico, o Poder Judiciário, que ainda examina recursos processuais legítimos em relação ao ex-presidente Lula.

É muito grave que um comandante com alta responsabilidade se arrogue a interferir diretamente no processo eleitoral, algo que as Forças Armadas não faziam desde os sombrios tempos da ditadura.

Depois de dizer quem pode ou não pode ser candidato, de interpretar arbitrariamente a lei e a Constituição o que mais vão querer? Decidir se o eleito toma posse? Indicar o futuro presidente à revelia do povo? Mudar as leis para que o eleitor não possa decidir livremente? O Brasil já passou por isso e não quer voltar a este passado sombrio.

A Constituição diz claramente que as Forças Armadas só podem atuar por determinação expressa de um dos poderes da República, legitimados pelo estado de direito democrático, e nunca a sua revelia ou, supostamente, para corrigi-los.

A sociedade brasileira lutou tenazmente para reconstruir a democracia no país, com o sacrifício de muitas vidas, após o golpe civil e militar de 1964, que acabou conduzindo o país a um regime ditatorial nefasto para o povo e desmoralizante para as Forças Armadas.

A democracia e o estado de direito não admitem tutela alguma, pois se sustentam na soberania do voto popular.

Um governo legítimo, comprometido com o futuro do país, já teria chamado o general Villas Boas a retratar suas declarações de cunho autoritário e tomado as medidas necessárias para afirmar o poder civil e republicano.

Como se trata de um governo nascido de um golpe, decadente e repudiado pela quase totalidade da população, não lhe resta qualquer autoridade para impor a ordem constitucional aos comandos militares.

Compete ao povo e aos democratas do país denunciar e reagir diante de um episódio que só faz agravar a grave crise social, política e econômica do país.

O Brasil precisa urgentemente de mais democracia, não menos, para retomar o caminho da paz e do desenvolvimento com inclusão social.” – (Da Comissão Executiva Nacional do PT)

Esses pobres coitados…
São pessoas que necessitam de mais que provas…
A esses pobres coitados, nem mesmo o apedeuta confessando, lhes bastará, porque então entrará a cantilena de que confessou o crime sob tortura… (hehehehehehe)
Para os pobres dementes, sugiro que sim, que vão fazer o que falou um esquerdopata demente em um post do facebook. (não vou dar o nome do infante aqui, porque creio ser desnecessário, uma vez que eles não têm sequer personalidade)

disse o pobre demente: “já que você falou em PT e em provas contra o Lula, me diga: cadê o registro de imóvel da porra do tríples? Eu dou a bunda pro cachorro se você postar aqui.”

E eu respondo, energúmeno faça o que quiser com o cachorro.
Muito embora eu, particularmente ache, que o pobre cachorro não merece tal desatenção. Você, com toda a certeza não chega aos pés de uma linda cadela, e com toda a certeza o cachorro, sentir-se-á horrorizado, ante o posto tão baixo a que se submete um pobre imbecil, que não vê um palmo adiante do nariz.

Naturalmente que o PT não criou o crime, nem para isso presta, não têm qualificação para absolutamente nada, a não ser para formar uma grande quadrilha criminosa, que vem desmontando esta linda e maravilhosa nação, juntamente com outros e é claro que eu não ignoraria isso, uma vez que essa caterva é tão incompetente que está submissa ao próprio mentor intelectual FHC e José Sarney, desde sempre.

Sei que alguns não merecem isso, porque estão engajados nessa luta, enganados por sua própria falta de instrução e conhecimento.

De minha parte digo: Que venha a INTERVENÇÃO MILITAR e que coloque os porcos a comer, cada um em seu próprio cocho, porque hoje se lambuzam PT, PSDB, PMDB, PSOL, PC, PCDOB, et-caterva, em uma luta sem fim.
Quem tiver um mínimo de dignidade que saia desse navio enquanto é tempo, como deixou bem claro em seu texto Ana Luiza Liborio, que é arquiteta e uma das fundadoras do Diretório do PT em Aracajú e que produziu um texto magnífico que até já utilizei como base para uma de minhas lives, quem quiser saber mais, que procure aí no canal.

O esquerdopata citado acima deixou ainda uma pérola que gostarei de demonstrar aqui:

“Deixa eu te explicar porque as pessoas votam no Lula.
As pessoas votam no Lula porque o código que muita gente conhece no Brasil é o da comida no prato. É este o código que as pessoas conhecem.
A gente vivia num país que estava no mapa mundial da fome. As pessoas morriam de fome. Graças, em muito, ao regime militar. E o que o Lula fez foi colocar comida no prato destas pessoas.
Para mim, ou para você, é muito fácil teorizar contra ou a favor do Lula. Para quem defende o regime militar, que matava de fome as pessoas, também.
Mas para quem nunca tinha visto um pedaço de carne na sua frente, o único código que ela entende vem da boca do estômago. É mais ou menos por isso que as pessoas votam no Lula.
Eu, que não voto, consigo entender, pura e simplesmente por uma questão de empatia, do exercício de me colocar no lugar das milhões de pessoas que morriam de fome neste país graças a tudo o que os defensores do regime militar defendem. É mais ou menos por aí.”

Para a esquerdopatia os militares só podem intervir no País se forem solicitadas por um dos poderes. E o General Hamilton Mourão, por quem ainda tenho apreço, responde à Globo News:
Quando você vê que o País está indo para uma anomia, para uma anarquia generalizada, que não existe mais respeito pela autoridade, grupos armados andando pelas ruas… (é interrompido, mas continua)
Veja, toda missão tem que ter uma interpretação. O comandante interpreta a missão, está no item 1 do estatuto de situação do comandante… (interrompido novamente)
Só que a garantia dos poderes constitucionais, não é por iniciativa de qualquer um dos poderes, a da Lei e da Ordem sim! (interrompido novamente)
Vamos falar de responsabilidades, As Forças Armadas, têm que garantir que o País se mantenha em funcionamento. Vamos cruzar os braços e deixar que o País afunde?
O próprio comandante em chefe das Forças Armadas pode decidir isso, (se o País necessita ou não dessa “Intervenção”)

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333 (Oi)
(41) 99820-9599 (Tim)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 090918 – Os sinais continuam e só não os vêm quem não quer – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

#COJAE

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.