Os movimentos de esquerda são bonzinhos

Bem, estórias a parte, mas existem fatos que não podem ser negados. A história se encarrega de colocar os fatos nos pontos certos

Como dizem os esquerdopatas, os conservadores querem responsabilizar os comunistas por tudo quanto for cachorro morto que aparecer.
E por este motivo é que os esquerdinhas não admitem que Ernesto Guevara de la Serna, mais conhecido por “Che” Guevara, fosse, além de tudo, um estuprador, especialmente de mulheres. Por que se diz isso?
Porque existem relatos que dão conta disso, não são muitos é verdade, mas existem, e como dizem os espanhóis:

“Yo no creo en brujas, pero que las hay, las hay” (Miguel de Cervantes Saavedra)

E existem relatos de mulheres que contam haverem sido estupradas por ele e sua milícia, em um livro intitulado: “O Verdadeiro Che Guevara”.
Portando podemos dizer que sim, Che Guevara, o doce que estampa camisetas, nem foi tão doce assim para muitas mulheres.
Mas é claro que isso não é uma particularidade do Che Guevara, e para que se faça justiça, é claro que esse é um dos lados das guerras e guerrilhas que, justamente por não poder ser considerado algo meritoso, então não se comenta, ninguém gosta de falar sobre isso. Porém, os exércitos e guerrilhas no mundo, ao conquistar territórios, estupravam as mulheres.
A Coluna Prestes deixava apavoradas as cidades por onde passavam. Existem muitos relatos de estupros cometidos que foram abafados pelos socialistas brasileiros. Dessa forma, não se precisa de muito para afirmar que sim, Che Guevara e seus correligionários, estupraram centenas de mulheres.
E como este crime de guerra não era punido antes da guerra do Vietnã, quase não se comenta o fato. Além de que, os fatos eram contados apenas como mortes, porque a maioria das mulheres eram assassinadas durante, ou mesmo após o estupro. Estilo, não se deixa rastros, ou mesmo, alguém que possa testemunhar.

Na China durante o regime de Mao Tsé-Tung, com a desculpa de ensinar as crianças sobre o Livro Vermelho, os militares invadiam as casas e barbarizavam; imagine-se quantas crianças foram estupradas dessa forma. Acerca deste assunto, existe um livro bastante interessante “As Boas Mulheres da China”, Xinran.

Ilustrando a Coreia do Norte, encontramos o livro: “Para poder viver”, livro de Yeonmi Park, que traz um relato da jornada de uma garota que procura fugir da Coreia do Norte. O porque dessa fuga, nem ela mesma conseguia explicar, pois, não fugia em busca da liberdade, uma vez que ela nem sequer conhecia o significado dessa palavra. Ela sabia apenas que fugir significava a única maneira de sobreviver. Já que em sua terra lhe restaria apenas morrer, de fome, adoentada ou mesmo executada.
Parem e imaginem por alguns segundos, o que seja a saga de uma mulher para fugir de um país desses, quantas e quantas mulheres caem por dia nas mãos de traficantes de mulheres, apenas porque elas tentam fugir da fome, da inanição de países como esse, especialmente aqui, da Coreia do Norte.

Porém, os crimes não param por aí, são inúmeras, tristes e incontáveis as histórias, dado os detalhes sórdidos que as mesmas contém.
No Camboja, com o genocida “Khmer Vermelho” as mulheres depois de estupradas, tinham seus seios cortados; porque assim estariam impedidas de amamentar, depois, eram jogadas em qualquer lugar até que encontrassem a morte.

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333 (Oi)
(41) 99820-9599 (Tim)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 151018 – Os movimentos de esquerda são bonzinhos – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

@elyvidal @radiocrista @pastorelyvidal @conipsip #FalaPortal #MiottoéÓttimo #conipsi #cojae #dojae #ciepClubedeImprensa #bandeiradoBrasilnajanela

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.