Onde se endeusa bandido nobre deputado, senão em reuniões da própria qua drilha? (ely silmar vidal)

Calma deputado, não tenho a menor sombra de dúvida, de que a tua batata está assando.
Quando leio tuas sandices, lembro de André Vargas de mãos levantadas e punhos cerrados, porque julgou ter vencido o juiz Joaquim Barbosa; e como que, para ensiná-lo a calar-se, hoje está às voltas com a justiça, e nas mãos do Dr. Sérgio Moro. Alguma coisa me diz, que mais cedo que imagino, eu o verei na mesma situação…
Antes de fazer como o André Vargas que foi de uma estupidez à toda prova, lembre caro deputado: “Vincimur in praelio, sed non in bello” espere e vamos ver como segue a carruagem.
Algo me diz que o PT só levanta se vocês fizerem a limpa no ParTido, o que me parece impensável, pois continuam endeusando delinquentes.
Onde se endeusa bandido nobre deputado, senão em reuniões da própria quadrilha? (ely silmar vidal)

Deputado Wadih Damous (PT/RJ), que xingou Juiz Moro, diz que PT não pode ser chamado de ‘organização criminosa’
Petíces de um deputado petista>>>
Eis que o deputado, Wadih Damous (PT/RJ), aquele que xingou o Juiz Moro de ‘Paranóico’ e disse que a Lava Jato devia ser anulada, saiu com outra, em entrevista ao Congresso em Foco, afirmando que o PT não pode ser tratado como uma organização criminosa e que o partido é ‘patrimônio da política e da história do Brasil’>>>
[…] O PT é patrimônio da política brasileira. Não pode ser tratado como organização criminosa como tem sido tratado nos últimos anos. Parte disso tem de ser recuperada. Claro que governar é uma coisa e ser oposição é outra. Ninguém vai se comportar como oposição no governo. Temos de encontrar uma justa medida que não descaracterize o partido como nos últimos anos. […]
[…] É tempo de voltar e refletir sobre o papel do partido. Não pode ser correia de transmissão do governo. É o partido de apoio ao governo, mas não a qualquer preço, não é apoio acrítico. É um apoio que tem de ser negociado. Um apoio que muitas vezes critica. Apoiar não é só bater palma. […] Se tiver tempo e saco, leia a entrevista completa no Congresso em Foco
http://folhacentrosul.com.br/post-politica/8185/deputado-que-xingou-juiz-moro-diz-que-pt-nao-pode-ser-chamado-de-organizacao-criminosa

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos!

Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos.

CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR.
DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *