O que nos é conveniente, necessariamente não é algo normal

Também o general Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira, comandante militar do Sudeste, em uma cerimônia nesta última sexta-feira dia 27/07/18, na presença do comandante geral general Villas Boas, faz um discurso bastnte claro, eloquente e recheado de verdades.
Ele cita o gal Villas Boas algumas vezes, relembrando o que o próprio comandante geral vem falando, acerca da situação atual do País, e aproveita para deixar claro que o País:

“Não pode transigir com as leis vigentes, buscando atender a interesses pessoais ou até mesmo político-partidários. Todos nós, militares ou civis, estamos sob o jugo do império da lei” (general Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira)

A campanha eleitoral ainda não decolou, e ainda não estão totalmente certos os nomes que poderão, caso essas eleições transcorram, estar no páreo, para a disputa ao Palácio do Planalto.
Vemos que não há rubor algum entre alguns de defender, até mesmo escancaradamente, a candidatura do presidiário e duplamente condenado Luiz Inácio Lula da Silva.
Observe-se que essa defesa está sendo feita à revelia da lei que, por força da “Ficha Limpa”, lei que foi aprovada pelo próprio partido do meliante, impede que qualquer pessoa condenada em segunda instância, possa concorrer nos pleitos.
Mas tudo indica que para a claque PTralha, o “pau que bate em Chico, não bate em Francisco de forma alguma”.
E para os inimigos do Estado Democrático de Direito, o que determina a legalidade da situação é o interesse e, de quem parte o interesse.
É claro que se o interesse for meu, como pertenço à categoria dos 3 Ps (pretos, putas e pobres) então, naturalmente que eu morreria na fila, e meu direito não seria sequer levado em consideração. Mas como, o interesse é de alguém da alta cúpula da quadrilha, ou como diríamos vulgarmente “amigo do rei”, então, faça-se a vontade do amigo do rei, porque, “aos inimigos tudo, inclusive e principalmente, a lei, já aos amigos, tudo, exceto a lei”.

Em abril deste ano, Villas Boas, publicou em seu Twitter, que compartilhava do:
“O anseio de todos os cidadãos de bem de repúdio à impunidade e de respeito à Constituição”

No calor de um discurso improvisado, Pereira relembra aos militares que ali estão perfilados e alinhados, que são descendentes de bravos e heroicos militares que a algum tempo atrás, estiveram defendendo da mesma forma, os nossos ideais democráticos.
Pereira dá uma pincelada histórica e coloca, quase da mesma forma, no meu modo de leitura, que o general Miotto o fizera dia 19/07/18 em seu discurso na Câmara Municipal de Caxias do Sul.
A leitura que faço é que, os generais estão alertando à população, no sentido de que, estão de olho e que, sendo necessário, não haverá espaço para que se façam malabarismos, além dos que, até aqui já estão acontecendo, com as leis de nossa amada Pátria verde-oliva.
É oportuno lembrar, que militares têm em seu sangue o clamor popular, porque são gente do povo, como qualquer um de nós, e que portanto, não admitirá, aquilo que eles acham o ultraje às leis e aos ditames democráticos de nossa nação.
Posso até pensar, como a maioria de meus amados irmãos, que acham que os valores constitucionais já foram vilipendiados há muito tempo, mas devo admitir, que eu não tenho a linha de pensamento de um nobre guerreiro de nossas Forças Armadas.

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333 (Oi)
(41) 99820-9599 (Tim)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 120818 – O que nos é conveniente, necessariamente não é algo normal – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

#COJAE

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.