O indigno Delcídio vai representar o digno MS

Em prisão domiciliar, Delcídio vai exercer o mandato de senador
O Congresso Nacional terá um parlamentar presidiário. Solto por ordem do ministro do STF, Teori Zavascki, Delcídio Amaral, do PT, foi autorizado a voltar ao trabalho, normalmente, tão logo seja publicada a decisão, o que deve ocorrer na próxima semana.
Delcídio deixa a sede do Batalhão da PM do Distrito Federal e vai para prisão domiciliar, com autorização para continuar representando Mato Grosso do Sul, mas impedido de sair à noite e nas folgas do trabalho. Também não pode sair do país e deve entregar o passaporte ao STF.
O senador está preso desde 25 de novembro, com base em gravação feita por Bernardo Cerveró, filho de Nestor Cerveró, na qual propõe mesada de R$ 50 mil mensais para o ex-diretor da Petrobras, hoje delator na Lava-Jato, fugir ou poupá-lo na delação que era negociada.
‘Se me cassarem, levo metade do Senado comigo’, avisa Delcídio
Além de Delcídio, que, mesmo na cadeia, nunca deixou de receber salário e de ter assessores, o Congresso Nacional tem outro punhado de denunciados por corrupção. Os casos mais notórios são os de Renan Calheiros, presidente do Senado, e de Eduardo Cunha, presidente da Câmara.
De dia, o petista vai trabalhar no Senado, representando o digno Estado do Mato Grosso do Sul; de noite, nas folgas e nos finais de semana, está impedido de sair de casa.
-clesio.net/e/em-prisao-domiciliar-delcidio-vai-exercer-o-mandato-de-senador=92

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *