O embuste eleitoral Dilma e Temer

Este áudio foi gravado em 29/10/17, esta é portanto a minha opinião acerca de quem é Temer neste processo pós Impeachment.
Após o fechamento da Câmara, do Senado, do STF, OAB, CNBB, etc… Que seja dada a voz de prisão a todos os que hoje representam algum cargo público, em especial, nas altas autarquias. Após a prisão, que sejam investigados e inexistindo ilegalidades em suas funções que sejam libertos e que enfim possam voltar às suas atividades normais. Caso sejam encontradas irregularidades, que sejam penalizados à altura de seus crimes.
Estou citando aqui apenas o que deve ser feito com os membros do serviço público, que por qualquer motivo, tenham se omitido no exercício de seus cargos, porque isso gera a prevaricação.
Omissão também é crime, e não se pode alegar desconhecimento, porque ao que exerce cargo público, não lhe é dado o direito de dizer “eu não sabia!”. O candidato a cargo público, tem que saber, não pode alegar ignorância e muito menos omitir-se, sob pena de prevaricação no exercício de suas funções.

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(014) 41 9 8514-8333 (Oi)
(041) 41 9 9820-9599 (Tim)
(015) 41 9 9109-8374 (Vivo)
(021) 41 9 9821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 291017 – O embuste eleitoral Dilma e Temer – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com/2018/03/24/o-embuste-eleitoral-dilma-e-temer/

#COJAE

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.