O deputado dos ‘dólares na cueca’ está causando confusão no senado

Deputado interrompe sessão do impeachment com gritos de golpista. É aquele dos ‘dólares’ na cueca

Enquanto a professora Janaína Paschoal fazia seu discurso de encerramento na tribuna do Senado, o deputado petista José Guimarães deu um berro no plenário:

“Golpista…golpista” gritou Guimarães, se referindo a Janaína.

O senador Aloysio Nunes pediu a palavra e exigiu que a polícia legislativa retirasse o deputado descontrolado.

“Eu não tenho medo de você” disse Nunes com o dedo em riste.

Guimarães é aquele dos dólares na cueca!

A polícia do senado tem que revistar a cueca dele!

Em 2005, o Assessor do deputado petista José Guimarães, José Adalberto Vieira, foi preso no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, com 100.000 dólares na cueca, além de outros 209.000 reais guardados em uma maleta. O funcionário viajaria para Fortaleza, berço eleitoral do petista.

De acordo com o MP, os dólares eram uma propina que Guimarães iria receber por intermediar um financiamento entre um consórcio de energia e o Banco do Nordeste do Brasil.

A Justiça, porém, livrou o líder do governo do processo em 2012, sob o argumento de que não havia elementos que ligassem o deputado ao dinheiro apreendido com o assessor.

DETALHE: José Guimarães, orgulho do PT do Ceará, também é líder do governo na Câmara e, como se não bastasse, irmão do ex-presidente do PT, José Genoíno, condenado por corrupção ativa no processo do mensalão.

30/08/2016 – -:/www.diariodobrasil.org/deputado-interrompe-sessao-do-impeachment-com-gritos-de-golpista-e-aquele-dos-dolares-na-cueca/

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *