Massa falida é o que temos para entregar a filhos e netos

Essa letra e música foram compostas em 1986.
Seus autores, uma dupla caipira chamada Duduca e Dalvan.
Com toda a certeza eles não tinham a menor ideia de que estariam pintando uma realidade que hoje estamos vivendo.
E além disso, não creio que eles naquele momento estivessem querendo cantar uma realidade de um mundo que eles nem sequer imaginavam que um dia conheceriam.

Massa Falida – Duduca e Dalvan

Eu confesso, já estou cansado
De ser enganado com tanto cinismo
Não sou parte integrante do crime
E o próprio regime nos leva ao abismo

Se alcançamos as margens do incerto
Foram os decretos da incompetência
Falam tanto, sem nada de novo
E levam o povo a grande falência

Não aborte os teus ideais
No ventre da covardia
Vá a luta empunhando a verdade
Que a liberdade não é utopia

Não aborte os teus ideais
No ventre da covardia
Vá a luta empunhando a verdade
Que a liberdade não é utopia

Os camuflados e samaritanos
Nos estão levando a fatalidade
Ignorando o holocausto da fome
Tirando do homem a prioridade

O operário do lucro expoente
E a parte excedente não lhe é revertida
Se aderirmos aos jogos políticos
Seremos síndicos da massa falida

Não aborte os teus ideais
No ventre da covardia
Vá a luta empunhando a verdade
Que a liberdade não é utopia

Não aborte os teus ideais
No ventre da covardia
Vá a luta empunhando a verdade
Que a liberdade não é utopia

Não aborte os teus ideais
No ventre da covardia
Vá a luta empunhando a verdade
Que a liberdade não é utopia

É claro que na época, eles estavam numa frente diferente, ou seja, estavam defendendo os interesses dos mensageiros da “Pastoral da Terra”, essa frente sabidamente comunista e esquerdopata, mas não podemos deixar de ouvir a música e verificar que a letra, bem poderia ter sido composta como uma espécie de profecia, em cima, justamente, daquilo pelo qual eles e o restante estavam lutando.
Naturalmente se sabe, que a dupla, por seu envolvimento artístico, estava à época, fortemente engajada com a esquerda que hoje domina nossa nação.
É claro que eles não tinham ideia de Maduro, de Evo Morales, de Foro de São Paulo e dessa covardia que hoje assola a América Latina.
Mas bem podemos ouvir essa música e pensar com assombro o quanto de verdade está nela contido, e que, seus autores, hoje, com certeza, sofreriam pelo desgosto de ter ajudado essa esquerda nefasta na sua chegada ao poder.

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333 (Oi)
(41) 99820-9599 (Tim)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 230818 – Massa falida é o que temos para entregar a filhos e netos – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

#COJAE

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.