Marco Aurélio Mello critica apadrinhamento e nepotismo

O ministro Marco Aurélio Mello falando de reputação ilibada e de estar a serviço de padrinhos políticos?

“A presidente Dilma Rousseff nomeou a advogada Letícia de Santis Mello como desembargadora do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2), que abrange Espírito Santo e Rio de Janeiro. Especialista em Direito Tributário e Administrativo, Letícia é filha do ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, e da desembargadora Sandra de Santis, do Tribunal de Justiça do Distrito Federal. A nomeação foi assinada ontem, mas publicada nesta quarta-feira.
Aos 37 anos, Letícia nunca exerceu qualquer cargo ligado à magistratura. Professora da pós-graduação da Fundação Getúlio Vargas (FGV), ela integra o escritório Ulhôa Canto Resende e Guerra Advogados desde 1999, quando se formou. No meio jurídico, Letícia é considerada uma advogada competente, mas que dificilmente chegaria tão cedo ao cargo se o pai não estivesse no STF.”

Tem certeza Marco Aurélio Mello que essa colocação é plausível? Apesar de que a casa que o Senhor ocupa não prestar serviços relevantes à nação, isso te coloca em situação confortável para falar de um colega, que prestou concurso público para o cargo que ocupa?
Além disso, meu nobre e distinto bibelô do STF, que aliás nos custa muito caro como adorno, lembre-se que, se o juiz Dr. Sérgio Moro, ou qualquer outro, ocupa o cargo por indicação, quando deveria sê-lo por concurso público, alguém está prevaricando antes dele. Não acha?
A propósito e apenas para fechar esta colocação, lembro não sem justa propriedade, que sua nomeação deu-se por indicação do Fernando Collor de Mello, que também, não por acaso, é seu primo,
Creio ver nesta matéria, uma clara situação em que o roto pode estar querendo levantar dúvidas sobre a idoneidade de alguém, chamando-o de rasgado.

Marco Aurélio Mello ainda criticou o juiz Sérgio Moro, que em recente decisão fez apelo para a manutenção das prisões em 2ª instância. “Tempos estranhos em que juiz de primeiro grau faz apelo a ministros do STF”.

Sempre tive a impressão de que o Marco Mello teria uma estatura um pouco superior à que ora apresenta.
Me parece tão insignificante o indivíduo, tanto quanto, se me parece a sua “brilhante” atuação no SUPREMO.
Como diz seu par, ao qual, agora o vejo símile, o “douto” Gilmar Mendes, aquele que se utiliza das prerrogativas do cargo para distribuir Habeas Corpus indiscriminadamente.
As togas foram confeccionadas pelo mesmo alfaiate, não imaginava que o caráter dos togados também.

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(014) 41 9 8514-8333 (Oi)
(041) 41 9 9820-9599 (Tim)
(015) 41 9 9109-8374 (Vivo)
(021) 41 9 9821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 210318 – Marco Aurélio Mello critica apadrinhamento e nepotismo – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

#COJAE

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *