Mais médicos, o que falar mais sobre isso?

Tão logo foi anunciada a saída de alguns dos que representavam o grupo “Mais médicos” oriundos da ditadura cubana, consta que muitos médicos brasileiros já se apresentaram e que, com isso, aproximadamente 92% das vagas já estariam devidamente preenchidas.
Segundo consta, algo em torno de 7 mil médicos já estão selecionados, sendo que 40 já inclusive se apresentaram nos municípios onde atenderão para poder começar a exercer as suas atividades.
A diferença está no fato de que agora não restam mais dúvidas e que desta vez, nossos irmãos serão atendidos por médicos de verdade.
Parece constar dos registros de interessados, quase 18 mil médicos e todos com registro devidamente amparado e portanto validado pelo CRM Conselho Regional de Medicina.
A resposta é clara, não faltam médicos no Brasil de forma alguma, o que pode estar faltando, é uma política clara e adequada, que possa unir os interesses em torno do assunto.
Como poderíamos perceber em uma leitura clara de toda a situação, é que o Brasil através da ditadura Lulo-PTralha, precisava transferir para Cuba, algo que chega hoje à soma de 7 bilhões de reais, e para isso seria necessária a criação de um esquema.
Desnecessário dizer que esse esquema seria batizado com o nome de “Mais Médicos”!
Em virtude disso, creio ser necessária uma ação nacional no sentido de mostrar aos médicos brasileiros que não temos dúvidas de suas capacidades, e que fomos lesados por um grupo criminoso que tinha interesse na infiltração de inúmeros que camuflados sob essa bandeira, fariam o trabalho que Fidel havia feito no interior de Cuba em 1959, quando da tomada de Cuba.

Lembrando que tudo foi criado às escondidas, de forma secreta; nada poderia vir à tona. O objetivo era que todos os fatos ficassem envoltos na penumbra e que dessa forma fosse enterrado. O que os atores em questão não levaram em conta, é que as coisas teimam por vir à tona.
Dilma e a ditadura cubana negociaram por telegramas diplomáticos e por debaixo dos panos, o passo a passo que seria dado para a concretização de tudo.
Lembrando do nome do Alexandre Padilha que estava junto a essas negociações à época.
Cremos que é bastante interessante lembrar e trazer esse Padilha, a fim de fazer com que ele fale tudo o que sabe, principalmente, porque sabemos, que de fato, onde há PTralha, ali está a canalhice instaurada.

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 231118 – Mais médicos, o que falar mais sobre isso? – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

#COJAE @elyvidal @radiocrista @pastorelyvidal @conipsip #FalaPortal #MiottoéÓttimo #conipsi #cojae #dojae #ciepClubedeImprensa #bandeiradoBrasilnajanela

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.