João Santana reclama do “clima de perseguição”

“Não sei quanto ao leitor, mas eu, que não sou bandido, não me sinto perseguido pelo juiz Sérgio Moro. Ao contrário: quero mais é que ele continue perseguindo criminosos poderosos!” (Rodrigo Constantino)
Rodrigo Constantino como sempre, muito lúcido e imparcial em seus comentários. Notamos seu interesse cada vez mais acentuado na defesa aos conceitos éticos e morais, que vêm sendo cada vez mais enxovalhados.
Ficamos muito satisfeitos, quando vemos a análise clara e concisa da nota que João Santana divulgou na imprensa, na tentativa de se defender dos assaltos aos cofres públicos, dos quais ele vem participando, com a quadrilha ora operante.
Fica clara pela nota de João Santana, a sua semelhança a Goebbels e portanto, nossa Polícia Federal, deve ser bastante dura com ele e com seus apaniguados.
E que, através do que vem acontecendo, que nossas gloriosas Forças Armadas, retomem o nosso País, com a máxima urgência. Não é justo deixar tantos pobres, inocentes e menos favorecidos sofrendo nas mãos da corruPTocracia que impera no Brasil… (ely silmar vidal) http://youtu.be/vbj8DYxg1JU

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos!

Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos.

CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR.
DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *