Hino nacional – Era petista

Uns riram da baranga gagá e flácida
O estorvo enorme, a ladra petulante
Com a skol pela metade em copos úmidos
Brindou o réu petralha militante
Que é doutor sem faculdade
Os seus filhos empresários de sorte
Em um ano e meio, que habilidade
Tem jatinho quem não tinha nem um escort
Ó pátria amada, violentada, salvem salvem-se
No Brasil onde o ladrão vira ministro
O Moro é a esperança em nossas preces
Querem pagar os desmandos e os desvios
Com pedalada e até CPMF
A gang que ao Brasil deu mais despesa
Milhões do mensalão foi só o esboço
Da obra prima de maior grandeza
Dos camaradas
A empresa símbolo do Brasil foi saqueada
E dessa vez foram bilhões
Sumiu, sabe de nada Brasil
Encostado eternamente por perder um dedo
Lá em casa o nome disso é vagabundo
Procura-se alguém que foi nas palestras
Superfaturadas do pinguço
Pros sem-terra bolsa-família
Enquanto sobra imposto pros trabalhadores
Nossos cofres têm mais dívida
Nossa dívida corre com os investidores
Ó pátria amada, violentada, salvem salvem-se
Brasil, onde a favela dos famintos
É ao lado do tríplex decorado
O senso de igualdade foi vendido
No voto de cabresto, esmola ao gado
Ser hétero é injustiça contra os bofes
Incitar seu filho ao sexo é cultura
Crescer na vida é desrespeito ao pobre
Nação cansada
Seja gentil senhora Dilma e petralhada
E vão roubar na Cuba que os pariu
Larga o nosso Brasil.

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.