Esquerda brasileira e seus gêmeos siameses

Naturalmente que temos que nos livrar do foro São Paulo, que traz para dentro do país o domínio das FARCS, justamente, pelo fato de que os membros apoiadores do dito Foro, não somente são amparadas, como amparam, a referida FARC.
Além disso, está vergonhoso que esteja sendo programado que nossa nação venha a ser cada dia mais comandada por criminosos de dentro da prisão. É evidente que um homem que busca informações na prisão para dar continuidade a qualquer atividade social, já tem que ser controlado de perto pelas autoridades policiais, mais ainda, quando esse homem, está na investidura de um candidato a um cargo eletivo de altíssimo nível na nação.
Vê-se que todo e qualquer projeto que coloque em risco o futuro da nação, tem que ser rudemente contido. Mais ainda, se a tentativa for contra aquilo que sabemos ser as crianças, posto que as crianças de hoje, serão necessariamente, os futuros dirigentes do País. Dessa forma, não nos resta muito senão combater com unhas e dentes a ideologia de gênero.
Com isso tudo acima elencado, se não entendermos que os comunistas é que são o verdadeiro câncer, que provoca a falência social, então, é porque ainda não entendemos absolutamente nada. Para que possamos conter o avanço dessas bandeiras vermelhas, como: a ideologia de gênero, a corrupção, bem como o aumento da criação de quadrilhas delinquentes, que travestidas de partidos políticos infestam nosso País, então, precisamos gritar um Basta e exigir a Intervenção Militar.

A grande maioria, deste nosso povo está iludido com uma história mal contada, de que o período de 1964 a 1985, teria sido de um governo ruim, pesado e portanto, que ninguém deve sequer ousar sonhar com sua volta.
É claro que dá para dar risada desse povo, pois não enxerga um palmo adiante do nariz; alguns por falta total de conhecimento, e alguns, que por puro fanatismo, se transforma em seres intelectualmente desonestos.

Esses desonestos, não somente buscam apoiar uma esquerda nefasta e delinquente, que quer, amparada no Foro de São Paulo, através da URSAL (União das Repúblicas Socialistas da América Latina, (que não é, nada mais, nada menos que a velha URSS União das Repúblicas Socialistas Soviéticas digamos, repaginada) implantar um regime socialista comunista, aos moldes de Cuba, Nicarágua, Bolívia e Venezuela, não somente no Brasil, como em toda a América Latina, quiçá, no mundo inteiro. Ou seja, realizar o sonho da Pátria Grande, pregada e comungada por muitos.

Desnecessário lembrar, que isso tudo começa com aquelas patotas, que nos idos da década de 60, 70 e 80 eram os adeptos do: sexo, drogas e Rock and Roll, ou daquilo que veio como “Paz e Amor”. Faça amor e não faça a guerra!

Vamos lá, você que hoje defende toda essa porcaria que é feita em nome de um conceito político, experimente analisar o que segue:

– Por acaso você sabem quem foi Fidel Castro? Pois bem, Fidel Alejandro Castro Ruz, um doce de pessoa, que no final dos anos 1950, resolve, como muitos esquerdopatas dementes empreender, e destruir um grande País.
Naquela ocasião Cuba tinha uma taxa de alfabetização próxima de 70%, uma renda per capita que era maior que alguns países. Havana, capital cubana, tinha mais salas de cinema que Nova York, um sem número de estações de rádio, e um invejável número de televisões espalhados pelo país, que mostrava ser Cuba, um país em expansão. Tratava-se de uma nação com uma renda per capita das maiores do mundo.
Eis quem foi Fidel Castro, o destruidor de Cuba, uma nação em plena expansão e crescimento.

– Esse é um dos líderes dos esquerdopatas brasileiros, Fidel Castro, mas, não menos importante que esse primeiro, e talvez até bem mais reverenciado, temos o Josef Stalin.
Este, Josef Vissariónovitch Stalin, foi um líder nascido na Geórgia em 1878 e que governa a União Soviética por aproximados 30 anos, implantando a censura, e uma onda de perseguições e assassinatos de opositores políticos em larga escala. Pode-se dizer, mais um doce de pessoa, que matou aproximadamente 43 milhões de pessoas.

– E Mao Tsé-Tung, afinal de contas, com um nome desses, como é que alguém pode lembrar que tenha existido? Eis aí um homem que viveu de 1893 em diante até 1976. Ditador Chinês
Governou a China com mão de ferro durante quase 30 anos, e como todas as doces figuras exaltadas pela esquerdopatia, este tem em sua conta, aproximadamente 70 milhões de mortos, após ter implantado um sistema comunista brutal, que priorizava perseguições políticas, onde o povo vivia na mais extrema miséria e onde a saída em muitos casos era tão somente o suicídio.

– Com tantas pessoas lindas, queridas, doces, meigas até, não se poderia ignorar um tal King Jong-un, também conhecido como Kim Jong-woon, e que é, nada mais, nada menos que o Líder Supremo da Coreia do Norte. Notem a humildade do menino.
Durante o governo de seu pai, seu antecessor, estima-se que 3 milhões de pessoas morreram de fome em seu país.

– Chegamos a um nome que nos parece mais familiar, Nicolás Maduro, ou pelo seu nome de batismo, Nicolás Maduro Moros, atual ditador venezuelano. Intitula-se presidente, mas o mundo inteiro sabe, que não passa de um ditador.
Existem inúmeros casos de mortos já denunciados em cortes internacionais, como tendo sido a mando do ditador Maduro, além do fato de o povo venezuelano estar sofrendo torturas físicas e psicológicas, perseguições, etc..

– Os nomes esdrúxulos não diminuem, e também não são sinônimos de que a pessoa que os ostenta seja boa ou ruim, apenas nomes diferentes, porém, alguns nomes parecem anunciar o apocalipse. Este parece ser o caso de Teodoro Obiang Nguema Mbasogo, diz-se que seja o presidente da Guiné Equatorial e eu poderia até aceitar, se esse fato não fosse desde 1979, portanto a 39 anos, ou quatro décadas. Além desse fato de tão pouca importância, estamos falando do homem que foi apontado pela Revista Forbes como o oitavo governante mais rico do mundo, apesar do seu país ser considerado um dos mais pobres da Terra.

– José Eduardo dos Santos, ou, como é conhecido por seu nome de batismo, José Eduardo Van Dunen, ditador de Angola, posto que comandou desde 1979 até 2017.

– Robert Mugabe, ou como é conhecido por seu nome original, Robert Gabriel Mugabe, também ditador do Zimbábue, tendo sido o líder daquele país, desde 1987 até 2017, quando foi deposto pelos militares.

– Denis Sassou Nguesso, ditador do Congo, um dos países mais miseráveis encontrados no continente africano.

– Ali-Ben Bongo Ondimba, ditador do Gabão.

Pois muito bem, vimos alguns países que vivem na miséria extrema, a que foram levados, ou mesmo, que estão sendo mantidos, pelos regimes totalitaristas que ali se estabeleceram. Mas acima disto, o mais importante e que deve ficar claro, além de ser lembrado sempre, que todos eles são regimes apoiados pelo PT, e pela caterva que o circula, ou seja, por essas quadrilhas que no Brasil se travestiram de partidos políticos. E que na grande maioria, receberam dinheiro dos governos Lula e Dilma ao longo dos anos.

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333 (Oi)
(41) 99820-9599 (Tim)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 151018 – Esquerda brasileira e seus gêmeos siameses – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

#COJAE

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.