Derramamento de Sangue

Eu já imaginava como se comportaria alguém interpretando um drácula, ou mesmo interpretando um morcego, ao ouvir a palavra SANGUE.
Confesso, que nem em meus maiores delírios, ou nas minhas maiores viagens, consegui imaginar alguém salivar tanto falando em sangue e em derramamento de sangue, como percebo a cada momento que vejo esse filme.
Essa menina tem aparência de quem está chapada, aparência de quem está tão dopada que tem uma espécie de espasmo ao citar a palavra: SANGUE.
Essa mulher se torna mais perigosa do que aparenta, porque ela tem espasmos ao falar em sangue.
Ela insinua que é professora, e isso apavora, porque sendo professora, imaginem o que forma um ser desses. Ela dá mostras de estar viajando a milhares de quilometros por hora. O corpo está parado, mas a mente está no espaço.
Percebe-se grandemente o despreparo ao falar em “ditadura” no período de 1964 a 1985, além disso, fala em ter havido uma “derrubada” de poder naquele período com “derramamento de sangue”, claramente se percebe uma mentirosa em plena atividade.
Ser mentirosa, não é novidade, afinal de contas, quem defende a esquerda, não pode trabalhar com elementos verdadeiros.

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(014) 41 9 8514-8333 (Oi)
(041) 41 9 9820-9599 (Tim)
(015) 41 9 9109-8374 (Vivo)
(021) 41 9 9821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 070118 – Derramamento de Sangue – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

www.portaldaradio.com/

#COJAE

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *