Coisas inexplicáveis que acontecem com PTralhas

Soubemos que a polícia de todo o Brasil está empenhada em invadir comitês de campanha dos PTralhas, a fim de retirar de circulação e recolher o material de campanha, através da qual a quadrilha vem afrontando as já combalidas leis brasileiras. Eu diria ao povo, mas mais especialmente aos nossos membros do poder judiciário:
Então é assim que se ataca bandido? Se o bandido não obedece, vocês simplesmente continuarão a se ajoelhar e a pedir perdão ao meliante porque a lei tem que ser cumprida?
Ora senhores, aproveitem e vão para o inferno, a quadrilha PTralha está afrontando? Acaso isso já, por si só, não justifica o cancelamento da sigla partidária? Ora, essa quadrilha, já deitou e rolou e já infringiu, todos os códigos possíveis e imagináveis e ainda assim, nossas forças têm que ir recolher papelzinho?
Criem vergonha na cara, senhores da capa preta, membros do poder, especialmente do TSE. CUMPRA-SE A LEI! Não é assim que é feito com os membros dos 3 Ps (Pretos, Putas e Pobres)?

Especialmente neste caso, surge um fato bastante curioso.
Pois bem, surge uma área vizinha ao imóvel rural, conhecido por sítio “Los Fubangos”, que consta anexado ao processo de partilha de bens do presidiário e de sua ex-esposa (talvez fosse ainda esposa, se estivesse viva, mas parece que quis o destino poupá-la de alguns dissabores) Marisa Letícia.
Porém, sucede que essa área vizinha, está registrada em nome de uma pessoa, um tal Henrique Cuzziol.
Consta ser alguém “desconhecido”, e que não se sabe explicar porque, essa área que pertence ao PTralheiro condenado, estaria em nome dessa pessoa.
Lembrando que esse sítio “Los Fubangos”, que se localiza no ABC Paulista, seria muito mais humilde que os outros bens que tanto incomodam o criminoso condenado.
Como todos já imaginamos, o desvendar dessa história, com certeza, não poderá ser nem um pouco interessante ao ora presidiário Lula.
Nunca é demais lembrar, que “Fubango” é como alguém se refere àquela pessoa que ferra com a situação da outra. Ou, refere-se a uma pessoa totalmente sem noção, que consegue estragar qualquer situação, ainda que ela seja, extremamente favorável. E finalmente, “fubangaiada”, diz-se daquele grupo de pessoas que está sempre sem dinheiro, a pessoa que está sempre quebrada. (Dicionário Informal).

Muitas histórias ligadas à caterva PTralha, parecem sempre ser oriundas de “contos impressionantes”.
Veja-se o caso do Celso Daniel, um homem que era amigo de todos eles, e que depois de um, aparente, “sequestro”, surge morto, brutalmente espancado, e para piorar a situação dos “Amigos do alheio”, o Celso, parecia estar muito desgostoso com o andamento das coisas e parecia estar disposto a dar com a língua nos dentes, acerca de coisas que sabia.
Bem, se isso é fato ou é fita, não se sabe, e parece que dificilmente se irá descobrir totalmente. Primeiro, o mais interessado nessa história, jaz morto, e com ele, mortos outras oito ou nove pessoas que por um motivo ou outro, tiveram contato com Celso, horas antes de seu óbito.
Nota-se que eles eram muito “Amigos”, por vários motivos, um deles é o fato de que, Miriam Aparecida Belchior Daniel, que vem a ser conhecida como a mulher “que não sabe o que diz, virou ministra por não dizer o que sabe” (Revista Veja). Esta não é nada mais, nada menos que a viúva de Celso Daniel, que após a morte do marido, passa a ter assentos importantes nos governos lulo-ptistas.
Outro fato que denúncia uma grande e sólida “amizade”, é o fato de que, a Dilma resolveu implantar a “Comissão da Verdade”, para apurar os feitos pelo Regime Militar que ocorreram entre 1964 a 1985, mas nunca, se viu, da parte de ninguém, uma coisa tão grandiosa quanto esta, da “Comissão da Verdade”, para apurar, efetivamente, as reais causas da morte do prefeito de Santo André e também PTista Celso Daniel. Mas os fatos curiosos, além disso, são as névoas que encobrem tal assassinato.
A pergunta é: Em um País onde, pode se apurar mortes, ocorridas entre 1964 a 1985, e no Brasil inteiro, será que não teria sucesso uma comissão que tivesse o objetivo de apurar o fato ocorrido em 18/01/2002, na Região de Santo André em São Paulo?

Muito embora, isso possa parecer inclusive parte daquelas famosas teorias da conspiração e que teriam interesse unicamente em destruir a reputação da grande quadrilha PTralha, ouso garantir-lhes que não, pois não são coisas minhas, senão, coisas que estão na própria mídia.

Então, está circulando uma história também bastante curiosa.
Uma pessoa de nome Adélio Bispo de Oliveira, esfaqueou, ou seja, atentou contra a vida do candidato à cadeira de presidente da República no pleito de 2018.
Bem, até aí, pessoas matam pessoas, não sempre, mas algumas sim. E este sujeito, tentou matar Bolsonaro. Ficaria de certa forma, apenas mais uma história de um maluco, não fossem algumas situações bastante curiosas:
Adélio, uma pessoa bastante simples e humilde, porém, que circula com uma certa tranquilidade, que pessoas, com um pouco mais de tranquilidade financeira, talvez não tivessem.
A exemplo disso: um curso de tiro em Santa Catarina, em um clube de tiro, frequentado pelos filhos do presidenciável.
Além disso, ao ser preso, consta que tinha em seu poder um extrato onde constava um depósito de 350 mil reais.
Não bastassem os fatos acima, quando de sua prisão, foram apreendidos com ele, quatro celulares, além de um notebook, isso, levando em conta ainda, o fato de a pessoa ter o hábito de frequentar e utilizar-se de computador em uma lan house local.
Tudo poderia ter o sinal da coincidência, mas vem ainda, quando da prisão do indivíduo, uma equipe de muito bons advogados, que encampam a causa e a defesa do indivíduo, alegando terem sido contratados por uma igreja que não queria ser identificada. Tese em seguida desmontada, porque uma igreja se levanta e já deixa claro não ter sido ela, e claro, isso abriria uma enxurrada de igrejas que fariam o mesmo. Aí surge o novo fato, alguém que estaria pagando pela defesa do homem que havia até aqui, atentado contra a Lei de Segurança Nacional, pois atentou contra a vida, querendo ou não, gostemos ou não, de um candidato à presidência da República.
Continuando a história, parece constar de investigações, uma vez que foi pedida a quebra dos sigilos telemáticos, telefônicos, etc… de Adélio, telefonemas de Manuela D´Ávila a Adélio.
Note-se que Manuela é candidata a vice na chapa PTralha, onde Haddad, figura como poste do apedeuta e Manuela como sua vice.

Esse pleito está mascarando a grande farsa. Tudo não passa de um grande engodo que ao final terá tudo legalizado internacionalmente, com a cara de que tudo transcorreu dentro da legalidade.
Dirão apenas: “Esse é o reflexo da vontade popular, porque, transcorreu dentro de um pleito”.
Ninguém vai te falar que as eleições foram fraudadas, até porque, as urnas permitem que isso tudo transcorra, parecendo refletir a normalidade. Pobre gado, caminha ao abatedouro, achando que está fazendo algo certo.
Pois eu lhes digo, o certo, é quando você percebe que um crime será cometido, denuncie-o e impeça-o em sua continuidade.
Mas, o que está sendo feito, estão dando cada vez mais legitimidade ao TSE para que continue com sua trajetória de condução do candidato da ORCRIM, que é regulada e administrada pelo Foro de São Paulo, a assumir o poder que lhe será outorgado, nos momentos finais do pleito que ora soe acontecer.

“Se depois de 14 milhões de desempregados, se depois de transformarem a educação em prostituição, se depois de 60.000 assassinatos por ano, se depois do endividamento de 90% das famílias, se depois da falência total da saúde pública, se depois da volta de doenças há séculos erradicadas, se depois da maior roubalheira da história do ocidente, se depois de a cúpula toda de um partido estar presa, se depois de tudo isso eu parar para discutir com um eleitor do Lula (PT), nesse momento o idiota serei eu.” – (Kleber Augusto Pereira)

@geraldomiotto – em resposta a @CmdoCMS
“Estamos atuando na fronteira de acordo com as Leis n 97. -117. Nosso regime de trabalho é 24 H por 7 dias da semana!!! Estamos protegendo a população de bem!!! Brasil acima de tudo !!! Aço !!!

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333 (Oi)
(41) 99820-9599 (Tim)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 270918 – Coisas inexplicáveis que acontecem com PTralhas – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

#COJAE

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.