O bandejão e a lição de vida

Olá, olá, olá, muito bom dia como é que tá você?
Seja bem vindo sempre.
Pois é…
Eu estava lá no bandejão, comendo entre as pessoas mais pobres, numa cidade qualquer…
Era uma comida muito mais simples do que a gente pode imaginar; tratava-se sim de um bandejão gratuito, era uma distribuição de comida; era um arroz, um caldo de feijão, uma saladinha de tomate com um pouco de cebola, um pouco de pepino, uma comida bastante simples, e em meio a pessoas simples.
Comida para ser comida em pé, não sentado, porque não tinha lugar para sentar, então, tinha que ser comida em pé, com pessoas que mau sabiam falar, mau sabiam se comunicar; a comunicação, um bocado grosseira, porque aquela gente não tinha aquela finesse, daqueles que estão acostumados a salões; aquele pessoal não está acostumado a salões, a não ser o salão paroquial duma Igreja qualquer, por isso, não têm muito traquejo, absolutamente, com o convívio social; ao mesmo tempo que o cara come, você percebe ele limpando os dentes com a ponta da unha, você percebe ele cuspindo do lado aquilo que a própria boca identifica como algo estranho, mas ele está comendo aquela comida.
Percebo que são pessoas que muitas vezes não conseguem uma identificação social, justamente por conta de todos esses traços que foram descritos; pessoas, que ao mesmo tempo que estão comendo, estão limpando a mão na própria roupa, estão se coçando. Mas são seres humanos, pessoas, homens e mulheres que vivem onde o Espírito Santo de Deus também está.
São homens e mulheres preparados para te dar um bom dia com aquele sorriso duro, aquele sorriso de quem viveu de fato, não viveu em carros e carruagens, e aviões não, aquela pessoa do pé rachado, aquela pessoa que saiu de um lugar foi para outro andando de sol a sol, e foi buscar o que, às vezes, aquilo que nem ele sabia o que era; ele foi buscar algo que ele jamais imaginava o que seria, e, depois, cansado, às vezes até desanimado por não ter conseguido o que precisava, ele volta, fazendo a mesma trajetória; agora já sem sol, de pé ou melhor, descalço né, andando a pé, ninguém vai parar para lhe dar carona, ninguém vai fazer absolutamente nada por ele. Talvez, um ou outro meta as mãos no bolso e lhe jogue uma moeda pelo caminho, ou talvez, chegue a ele e entregue-lhe uma moeda nas mãos… Não sei, não sei…
Sei que eu estava ali, comendo aquela comida e aí eu lembrei de uma palavra que diz assim:

“Agora, Senhor, podes despedir em paz o teu servo, segundo a tua palavra; porque os meus olhos já viram a tua salvação,
a qual preparaste diante de todos os povos:
luz para revelação aos gentios, e para glória do teu povo de Israel.” (Lc 2:29-32)

É claro que este Cântico de Simeão fala particularmente de Jesus o Cristo de Nazaré, do nascimento d’Aquele que é a própria Salvação, que é a Luz para revelação, mas, ao mesmo tempo eu percebo que esta palavra, fala dessas pessoas desvalidas, dessas pessoas que estão jogadas pelos cantos, pela estrada. E porque jogadas?
Porque se ousarem andar pelo meio da estrada um carro poderá lhes atropelar.
São pessoas que não tem nada além da roupa do corpo. E isso, quando têm a roupa no corpo; sapato já não tem mais, não tem mais porque de tanto que anda, o sapato se vai, o sapato gasta a ponto de começar a gastar a sola do pé, como se a sola do pé fosse parte integrante daquele sapato.
E a passagem continua, e eu percebo que Deus fala claramente dessas pessoas; Deus fala claramente que a Salvação do Senhor, está justamente no momento que cada uma dessas pessoas repudia a Barrabás em seu coração, e passa a adornar o seu coração com aquele sorriso de sempre, aquele sorriso sem dentes na boca, aquele sorriso duro, aquele sorriso de um homem que sofreu, de um homem que vem apanhando a vida inteira; de um homem que apanha do rico, apanha do pobre, apanha do vizinho; ele tem dignidade sim, mas ele apanha, ele apanha porque ele é para os demais, a escória da sociedade, ele é a pessoa que não tem onde dormir, não tem o que comer, que não tem o que vestir e que mau sabe se comunicar, mas, ele está a um passo além da maioria, porque ele não tem mais o que deixar para trás, ele já deixou tudo o que tinha para trás; ou melhor, ele nunca teve, consequentemente ele pode deixar tudo o mais. O que é que ele tem?
A roupa no corpo, talvez, nem a tenha mais; sapato nos pés, talvez, nem o tenha mais; emprego, o emprego é aquele que alguém lhe dá de última hora, para que ele possa ganhar uma moeda, duas ou três, ele não tem mais nada; ele tem sim a sua “véinha” em casa, os seus “barrigudinho” em casa, quer dizer, naquela tapera ou às vezes, debaixo da ponte que é onde ele mora.
Eu vou confessar pra vocês, aquela comida, naquele bandejão não estava das melhores no sentido de riqueza, não estava das mais apetitosas no sentido da beleza, do desenho no prato; mas foi a melhor que eu comi, porque aquela comida me mostrou o homem na sua pureza; aquele homem que disputa na bandeja aquele último grão de arroz, porque talvez, ele não tenha outro grão de arroz depois.
Eu lembro bem que eu estava comendo a comida, e, no finalzinho, tinha um pedacinho de tomate, e chegou um amigo meu, conhecido meu e disse: Ah! Está comendo aí? Está bom?
É tá gostoso, peguei aquele pedacinho de tomate com a colher e ofereci para ele. Ele pegou, meio sem querer, quase com nojo…
Ele pegou o pedacinho de tomate, e eu disse: Pegue tudo que tem na colher, porque embaixo do tomate tem um pedacinho de pepino, e isso, dá um outro sabor; ele pegou meio sem jeito, meio sem graça, meio com nojo, mas pegou.
Esse meu amigo, talvez, nunca tivesse comido num bandejão daquele, então, não tinha ideia do que fosse aquilo.
E eu vou te dizer que essa foi a melhor experiência da minha vida até este momento, e pena, pena mesmo, pena que foi um sonho…
Pena que foi um sonho, porque ali Deus me mostrou quão difícil é para um rico entrar no céu.
Não porque o rico não possa, pode, mas ele tem muita coisa para deixar para trás, muita coisa…
São muitos os deuses, que habitam o seu coração: o nojo, a inveja, a falsidade, a ganância, a falta de respeito… Ah! São tantas as coisas, minha gente.
E ai eu vi o quanto Simeão se maravilhou ao ver o Menino Jesus, e, teve a certeza, justamente porque ele estava com o Espírito Santo sobre ele. E só quando você está com o Espírito Santo, sobre você, é que você presta atenção nas coisas mais simples; naquelas que não são, que é justamente para confundir as que são.
Pense nisso, que Deus te abençoe, proteja, guarde, liberte e restaure em Nome de Jesus.
Eu não sou digno, mas, a graça do Senhor é que está sobre mim e me permite estar aqui coberto pelo Manto do Sangue Carmesim e pela Armadura completa:

“Quanto ao mais, sede fortalecidos no Senhor e na força do seu poder.
Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes ficar firmes contra as ciladas do diabo;
porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes.
Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, depois de terdes vencido tudo, permanecer inabaláveis.
Estai, pois, firmes, cingindo-vos com a verdade e vestindo-vos da couraça da justiça. Calçai os pés com a preparação do evangelho da paz;
embraçando sempre o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do Maligno.
Tomai também o capacete da salvação e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus;
com toda oração e súplica, orando em todo tempo no Espírito e para isto vigiando com toda perseverança e súplica por todos os santos” (Ef 6:10-18)

Que me permite te abençoar, e, poder clamar a Deus por ti e pelos teus, pedir a Deus que te lave e restaure, e te cure, que te liberte, que te dê a paz que excede a todo entendimento, em Nome de Jesus.

“Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome; venha o teu reino; faça-se a tua vontade, assim na terra como no céu; o pão nosso de cada dia dá-nos hoje;
e perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós temos perdoado aos nossos devedores;
e não nos deixes cair em tentação; mas livra-nos do mal [pois teu é o reino, o poder e a glória para sempre. Amém]!” (Mt 6:9-13)

Amém, amém, amém, amém, amém, amém e amém.

Eu não sei o que você quer, mas Deus manda te dizer que está a caminho! Fica em paz, beijos, bye, fui…

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista DRT-0009597/PR e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333 (OI)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 07052020 – O bandejão e a lição de vida – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

@elyvidal @radiocrista @pastorelyvidal @conipsip @CiepClube
#FalaPortaldaRadio #conipsi #cojae #dojae

Paciência para ouvir o silêncio

Deixar o coração falar mais alto, digamos que é uma espécie de aprendizado de uma vida.
Isso implica em um domínio tal, que te permita fazer, com que os ruídos à tua volta estejam silenciados.
Que possas ouvir, o principal, e que os ruídos sejam, como que calados, a fim de que possas ouvir com atenção o que verdadeiramente interessa que seja ouvido.
Isto eu digo que seja muito importante, especialmente para que você possa estar sintonizado com a sabedoria, pois é a ela que interessa a tua atenção.

Bem sabemos que nosso coração pode preparar-nos armadilhas

Incrível, ainda não se inventou nada que supere a magnitude da criação. E onde é que vemos isso?
Especialmente quando observamos que se faz necessário apenas um pouco de paciência, para que possamos ouvir o nosso próprio coração de forma mais adequada e razoável.
Dessa forma é que nos deparamos com a necessidade, quase intransigente de estarmos sempre muito atentos; porque aquele indivíduo que passa ao nosso lado, nem sempre está municiado da paciência necessária, e que até mesmo, nem sempre ele poderá estar ouvindo e interpretando, de forma adequada os sons de maneira correta.

De tudo isso, o que se tem mais acentuado, é que sim, temos que nos educar e deixar, prudentemente o coração falar, posto que, o que ele não puser para fora, poderá te sufocar.

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista DRT-0009597/PR e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333 (OI)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 27052020 – Paciência para ouvir o silêncio – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

@elyvidal @radiocrista @pastorelyvidal @conipsip @CiepClube
#FalaPortaldaRadio #conipsi #cojae #dojae

A Igreja e a Política neste momento

Bem… Desde muito que nossos irmãos estavam impedidos de discutir política, em nome de que nosso reino não é deste mundo. Isso é certo?
Que nosso reino não é deste mundo, é certíssimo, no entanto, aqui vivemos e todos nossos passos são regidos, em todos os segmentos pela política vigente.
Ela permite que se abram os templos, e mais que provado, agora está, que ela proíbe que se abram os mesmos, e até que se façam reuniões, inclusive, com número reduzidíssimo de pessoas.
O que aconteceu foi o seguinte: Em virtude dessa “pandemia”, nosso povo foi entregue nas mãos de quem? Nas mãos de satanás, justamente por nossa liderança, e por quê?
Porque a nossa liderança encontrava-se de mãos atadas com os políticos de plantão. Tinha que agradar os políticos de plantão, para receber as bênçãos dos mesmos.
Em atitude de recebimento, ou mesmo em agradecimento, a tudo aquilo que a maioria das lideranças receberam; e nós sabemos, não foi pouco, muitas lideranças, resolveram então aceitar a ordem de “Fique em Casa!”… Também , pela graça e misericórdia, sou pastor.
E naturalmente que posso falar, por saber do que tem acontecido, muitos de nossos irmãos, acabaram por ser doutrinados, dentro das próprias Igrejas, por palhaços políticos, que os nossos líderes acolheram em seus púlpitos. Aqueles mesmos púlpitos que eles dizem a todo instante, que não sobe qualquer um: “neste púlpito não sobe ímpio, só gente santa e ungida”…
Muito bem, nós vimos subir: Dilma, Lula, Gleisi Hoffmann; e inúmeros outros, e muitos, que continuam até hoje, mesmo com as igrejas fechadas, utilizando-se do cadastro das igrejas em prol de seus interesses.
Inclusive, interesse a quem interessar, aqui no Paraná tem uma Igreja, com apoio de outras grandes, apoiando Gleisi Hoffmann e fazendo um trabalho em prol da esquerda, apoiado por José Dirceu; por toda a corja de ladrão, de sem vergonha, e de vagabundo esquerdopata. E, o povo?
Bem, o povo humilde, que não sabe das coisas, é elementar que é levado a defender aqueles que se utilizam da cantilena em adoração ao “papai Lula”… E por que o “papai Lula”?
Porque, nessa cantilena de adoração, o “papai Lula” é pintado como aquele que deu para os pobres: a Bolsa família, e algumas outras sacanagens para dominar a classe pobre.
Primeiramente, ninguém mostra que o canalha, não deu emprego, mas que dava, com o dinheiro do próprio povo, uma esmola. E Por que a esmola?
Porque não queriam ter o trabalho de ensinar a pescar; especialmente, porque, se você ensina alguém a pescar, você automaticamente está ensinando a pessoa pensar, e raciocinar… Enfim, isso seria cristão. Mas, eles preferiram iludir o povo.
Dessa forma, podemos trazer, a priori, a grande e maior culpa, para o nosso povo, ou seja, para o povo cristão, e pior, pelas lideranças cristãs, que ajudaram a dominação orquestrada pela esquerda, quando impediram o povo de discutir política…
Eu mesmo, estive em inúmeras congregações, inclusive Assembleia de Deus, e muitas das vezes, quando me deixaram pregar, foi uma única vez, sem a chance de poder voltar, principalmente porque sempre que preguei, levei junto a orientação política.
E posso dizer que isso se dá, pelo fato de que Cristo foi morto justamente pelos políticos da época, e pelo silenciar de muitos, por medo, ou mesmo por conivência. Então, ignorar isso é não atender ao grande mandamento:

“Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade.” (2 Tm 2:15)

Se observamos isto, com a devida atenção, passamos a perceber que a Bíblia, até satanás a conhece, acontece que temos que aprender a manejar e a aplicar nas atividades do dia-a-dia. Não ignoremos que satanás sabe a Bíblia até melhor que os melhores.
Ou seja, passemos a exercer nossos ofícios com a responsabilidade, de quem sabe aplicar a Palavra a serviço real do reino de Deus na terra, e que, enquanto o povo do Senhor aqui está, precisa, alimentar-se e viver adequadamente, caso contrário, não teria havido a necessidade de Moisés ter guiado o povo no deserto, rumo à terra prometida.
Deixemos de nos preocupar com os dízimos, ou, com aquilo que o membro poderá oferecer à congregação, e lembremo-nos do que diz a Palavra em:

“Porventura, procuro eu, agora, o favor dos homens ou o de Deus? Ou procuro agradar a homens? Se agradasse ainda a homens, não seria servo de Cristo.” (Gl 1:10)

Infelizmente, muitas de nossas Igrejas estão muito preocupadas com os dízimos, ou mesmo com o que os membros podem oferecer à congregação, mas temos a certeza de que o Senhor está operando na mente de inúmeros de nossos líderes, e cremos, haverá um grande avivamento sim.
Não vamos deixar que satanás nos paute, como foi feito, quando ele, por seus servos, os politiqueiros de plantão, mandou que as igrejas fechassem, e a maioria, obedeceu, como se seu compromisso não fosse com o Senhor.
Satanás manda fechar as igrejas, caso não seja fechada, o pastor, padre, etc… poderá ser preso. É claro no entanto, que o medo, reside justamente pela falta de fé na Palavra do Senhor.

“pegarão em serpentes; e, se alguma coisa mortífera beberem, não lhes fará mal; se impuserem as mãos sobre enfermos, eles ficarão curados.” (Mc 16:18)

Perceba, você não está desafiando a Deus, porque o teu trabalho é manter a igreja aberta, visto que o povo cristão necessita de ti e das portas da congregação abertas.
O povo precisa do teu abraço, do teu sorriso, da tua orientação espiritual e mesmo material, por isso não se deixe amedrontar.

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista DRT-0009597/PR e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333 (OI)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 17062020 – A Igreja e a Política neste momento – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

@elyvidal @radiocrista @pastorelyvidal @conipsip @CiepClube
#FalaPortaldaRadio #conipsi #cojae #dojae

A OMS e a grande farsa do vírus chinês

Como está na internet: “A quarentena burra serviu para; descobrirmos que a mídia foi infiltrada, políticos não têm escrúpulos, tem comunista pra cacete, que o STF não serve pra nada, e que o presidente tem razão.” (autoria anônima)

O pior de tudo é que essa OMS Organização Mundial da Saúde, que foi justamente a cúmplice da China, nessa “pandemia” disseminada pelo mundo. Primeiro porque, o vírus existe? Existe…
Porém, em primeiro lugar, não é da forma como eles querem fazer o mundo pensar que seja, e além disso, se eles tivessem dado as orientações do que de fato essa “pandemia” de fato era, o Brasil e outros países do mundo, poderiam ter se preparado de outras formas. Especialmente de uma forma melhor e mais eficiente, contra essa “pandemia”…
O problema todo foi: Sem informações, a “pandemia” atingiu o mundo, pegando-o “desprevenido” e enganado.
Ao atingir o mundo, a OMS determinou que todo mundo deveria seguir uma quarentena, um isolamento, evitando assim a aglomeração de pessoas. Ou seja, dessa forma, acabou imposto o distanciamento social. E por aí vai, tudo a serviço de um plano de dominação.
Lá na Suíça, em Genebra, que é onde fica a sede da OMS, imagina-se que essas normas seriam seguidas à risca, onde todo mundo deveria estar de máscara, com luvas e com um distanciamento adequado entre um e outro…
Claro que não, elementar que não, evidentemente que não, afinal de contas, eles sabem que essa “pandemia” é uma farsa…
Claro que o vírus existe, o único detalhe é que a forma de se tratar e por fim curar-se, evitando problemas maiores, está ancorado justamente no ser medicado antes mesmo que os primeiros sintomas se manifestem.
Nós temos a hidroxicloroquina, que sempre foi um remédio de botequim, primeiro por ser de largo uso, e também pelo baixíssimo preço. Como não dá lucro a ninguém, poderia ser encontrado até em banco de praça.
Só que, agora, como descobriram que ela combate o COVID-19, resolveram que a hidroxicloroquina tem contra-indicações. Como se a novalgina, o paracetamol, o AAS, Ibuprofeno, ou mesmo o bom e velho sonrisal não tivessem também contra-indicações… Agora todo mundo resolveu que está altamente preocupado com o bem estar do povo.
E para o teu bem estar, você terá que perder o emprego, ser destruído psicologicamente, economicamente, socialmente, enfim, você precisa ser destruído totalmente, mas entenda, é para o seu próprio bem, dizem a OMS e o próprio, se não o criador, ao menos o disseminador do COVID-19 mundo afora.
Infelizmente ainda com tudo isso, tem inúmeras pessoas, que por não verem um palmo adiante do nariz, ainda aplaudem a OMS.
Parabéns aos que aplaudem seus algozes, que com sua cantilena esquerdopata trabalham para a sua destruição e a destruição daqueles a quem amam. Grande abraço e paz…

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333 (OI)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 04062020 – A OMS e a grande farsa do vírus chinês – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

@elyvidal @radiocrista @pastorelyvidal @conipsip @CiepClube
#FalaPortaldaRadio #conipsi #cojae #dojae

A porta da rua é a serventia da casa

A Razão de qualquer veículo, são os seus leitores, seus ouvintes, enfim, aqueles que tiram um pouco de seu precioso tempo para dar atenção ao que aquele canal está dizendo.
Por esse motivo, naturalmente que me sinto na obrigação de buscar atender o melhor possível a cada um dos que, de uma forma ou de outra, deixam seus afazeres para dedicar um pouco que seja de seu tempo, para prestigiar o trabalho que trago sempre aqui.
Toda crítica é bem vinda, mas não devemos ignorar, que hoje vivemos uma guerra na área da informação, onde você já não sabe mais nem mesmo o que é crime ou não é.
Se alguém quebrar o patrimônio público, mas for amigo de algum dos amiguinhos do meu pai que estão comodamente instalados no STF, aí, já não é crime. Porém, se você passar apenas, perto de um patrimônio público, e não for dessa patota, porém, pior ainda, se estiver pendendo para a turma do conservadorismo, aí, então, você é criminoso, apenas pelo fato de existir, de pensar, de respirar.
Outra coisa, identificar uma crítica, e dissociá-la de uma tentativa de pauta, ou seja, identificar quando alguém está ou não tentando te colocar algo na boca, para que você fale aquilo que ele quer que você fale; então, fugiu do ambiente da crítica e partiu para o lado do interesse midiático, ou do interesse de manipulação de massa. E a isso, eu não posso me prestar, em hipótese alguma.

Aproveitando esta pauta, quero agradecer a todos que viram o vídeo ontem e que de alguma forma colaboraram para o andamento do mesmo.
Especialmente aqui, vou agradecer àqueles que deixaram seus comentários após o término do vídeo:

Bernadete Batista, que deixou o seguinte comentário:
“Nossa Pátria serviu, ao longo das décadas, de terra fértil para germinar e dar frutos à mentes doentias comunistas; tudo com a conivência de todos nós “robôs “, votantes do continuísmo esquerdopata. Graças a Deus, muitos brasileiros, conservadores cristãos, acordaram do torpor da dominação esquerdopata; a retomada do Brasil aos trilhos será dramática, porém, necessária. Tudo está em ebulição, e o tempo chegou. É hora de fazer guerra! É hora de ter coragem para: aparar as arestas, faxinar as nódoas e conquistar a Paz, a Ordem e o Progresso, herança para nossos filhos e gerações futuras. Brasil acima de tudo Deus acima de todos! Aço!!!

Também ao nobre Bento Preto, que escreveu o seguinte:
“Portal da rádio sou inscrito no canal e raras vezes respondo alguma coisa no geral acho bom o canal e não tenho tido motivos para critica , mas no vídeo de hoje permita me fazer uma observação: o senhor manda sair alguém do canal pessoas que não estão de acordo com com alguma coisa que disseste, tá certo se não gosta sai fora , mas eventualmente o senhor pode receber uma critica de seus seguidores pois ninguém é perfeito, mas o senhor manda uma pessoa para os quintos dos infernos pouco depois dizer que está a serviço de Deus digo só isso para que o senhor reflita.”

Ao que eu respondi no site e faço questão de deixar registrado aqui: “Seja sempre bem vindo… Agora reflita:
Primeiro, minha obrigação não é com qualquer um que por aqui esteja, trago uma informação e por todas as vezes que deixamos que a esquerda nos pautasse, foi que nosso País chegou onde chegou.
E assim, eu sou obrigado a ter um lado, se alguém não quiser tê-lo que fique muito à vontade. Só não venha querer me pautar.
“Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente. Quem dera fosses frio ou quente!” (Ap 3:15)
“Porventura, procuro eu, agora, o favor dos homens ou o de Deus? Ou procuro agradar a homens? Se agradasse ainda a homens, não seria servo de Cristo.” (Gl 1:10) Sei que, para bom entendedor, meia palavra basta, e aí está. (ap. Ely Vidal)

E Bento Preto complementa: “Como pode um filósofo acreditar que a terra é plana, assim é Olavo de Carvalho!”

Também tive, como sempre, a grata satisfação das palavras da nossa nobre colega Nilta Pinheiro, que sempre está a postos conosco, nos dando a graça de sua audiência, bem como de seus valiosíssimos comentários:
“Deste outro lado da Nação como povo, vamos regendo a orquestra cotidianamente, mas é nosso dever estarmos atentos, bem informados pelas fontes verdadeiras (destaco aqui o Portal da Rádio, Clube de Imprensa Paraná, CONIPSI, entre outras pgs. do professor Ely Vidal – facebook, twiter, etc), porque a mídia tradicional insiste em nos manter numa bolha enganosa, enquanto amalgamada no projeto de dominação, os ratos de porões correm para o momento final da divisão das fatias do queijo! … Só que não, … ao apagar das luzes, virá a chama acesa, contra a qual, ninguém ousa se opor, porque Deus, o Senhor dos Exércitos, descerá Sua espada da justiça sobre tiranos e hereges, separando-os para bem distante dos povos de bem! Selva e Aço, Deus Pátria e família sempre!”

E juntamente outra de nossas inscritas, a nobre amiga e irmã, Rosangela Do Nascimento Silva, que sempre que pode está por aqui, também nos premiando com sua dedicação, e aqui ela deixou o singelo: “Boa noite pastor”

Mas é claro que não posso ignorar os demais:
Andreia Silva, Games Pró, Inez Mara, Edna Augusta, Rubens Gomes, Jota, José Maria Silva, Laura Muller, Lúcia Krug, Manoel Almeida Guedes Neto, Emerson Souza, Alex Oliveira, Sonia Manrique, Mr. Fire, Marco Amidani, Moyses Tomaz de OLiveira, Valéria, Raphael Carioca, Mário Amaral, Vera Lúcia Severino, entre muitos outros, aos quais agradeço de coração…

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333 (OI)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 20062020 – A porta da rua é a serventia da casa – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

@elyvidal @radiocrista @pastorelyvidal @conipsip @CiepClube
#FalaPortaldaRadio #conipsi #cojae #dojae

Fronteira: Ordem e Progresso X Caos e Ruína

A um tempo atrás vi um filme que mostrava a fronteira da Venezuela com o Brasil.
O que tenho a dizer é que é muito triste ver o que vi naquele vídeo, tratava-se de um povo em fuga desesperada do descaso da narco-ditadura, implantada por Maduro e defendida pelos comunistas de plantão da China, da Rússia, da Coreia do Norte e de alguns outros narco-ditadores de plantão.
Infelizmente não se tem como fugir do óbvio. E Infelizmente isso é a mais pura verdade, nada do que se fala do comunismo, de Maduro, e de sua sanha de poder foge à realidade.
Pobre povo venezuelano, que foi conduzido ao cadafalso onde será executado sem dó ou piedade.
O Brasil até bem pouco tempo atrás, ainda dormia em berço esplêndido, mas o momento de lua-de-mel passou e agora é a nossa vez de tentar tirar de nossos pescoços a corda que está prestes a nos enforcar.
Infelizmente ainda estamos dormindo em berço esplêndido e ignorando Os Facínoras que defendem esse regime demoníaco, o comunismo. Esses facínoras precisam encontrar julgamento e, sem dó, ser conduzidos ao cadafalso, e não o pobre povo.
Precisamos fazer alguma coisa porque o sangue de nossos irmãos correrá sobre nossas cabeças e não teremos como fugir a isso, a menos que nos rebelemos contra tudo isso e saiamos em defesa daqueles que já não podem mais fazer nada.

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333 (OI)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 13042018 – Fronteira: Ordem e Progresso X Caos e Ruína – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

@elyvidal @radiocrista @pastorelyvidal @conipsip @CiepClube
#FalaPortaldaRadio #conipsi #cojae #dojae

Nome anunciado para ser temido

“Disse o Senhor a Moisés: Levanta-te pela manhã cedo, apresenta-te a Faraó e dize-lhe: Assim diz o Senhor, o Deus dos hebreus: Deixa ir o meu povo, para que me sirva.
Pois esta vez enviarei todas as minhas pragas sobre o teu coração, e sobre os teus oficiais, e sobre o teu povo, para que saibas que não há quem me seja semelhante em toda a terra.
Pois já eu poderia ter estendido a mão para te ferir a ti e o teu povo com pestilência, e terias sido cortado da terra;
mas, deveras, para isso te hei mantido, a fim de mostrar-te o meu poder, e para que seja o meu nome anunciado em toda a terra.” (Êx 9:13-16)

Por conta de nossa desobediência é que se fez necessário o julgamento de Deus, e por isso é que estamos enfrentando e vendo o que temos visto e vivido.
Homens sem nenhuma racionalidade, julgando o povo; bandidos determinando os caminhos de homens retos; a imoralidade servindo de norma absoluta e assim confundindo a todos; a terra sendo julgada pela grosseira idolatria.
E tudo isso, porque não reconhecemos a tempo o poder e a superioridade de Deus acima de todas as coisas, de toda autoridade, de toda a terra, e acima de tudo o que há nos céus e nos céus dos céus.

Aproximadamente a quatro mil anos é que estes fatos podem ter acontecido, mas é muito curioso o quanto isto é atual.
Vimos inúmeras coisas acontecendo no velho Egito, quando o novo faraó, que não havia conhecido José, e que portanto, não sabendo da importância deste na história do Egito, passa a perseguir o povo que descendia justamente da raiz de José, ou seja de Jacó.
Mas essa perseguição que toma forma, a partir da autorização e anuência do Deus vivo, a fim de que o Seu nome “Eu Sou”, fosse anunciado em toda terra, mas também e principalmente, pela desobediência do povo que se chamava pelo Seu nome. E assim vimos os dez fatos descritos no livro de Êxodo, conforme segue:

1 – As águas se transformam em sangue

“Assim diz o Senhor: Nisto saberás que eu sou o Senhor: com este bordão que tenho na mão ferirei as águas do rio, e se tornarão em sangue.
Os peixes que estão no rio morrerão, o rio cheirará mal, e os egípcios terão nojo de beber água do rio.
Disse mais o Senhor a Moisés: Dize a Arão: toma o teu bordão e estende a mão sobre as águas do Egito, sobre os seus rios, sobre os seus canais, sobre as suas lagoas e sobre todos os seus reservatórios, para que se tornem em sangue; haja sangue em toda a terra do Egito, tanto nos vasos de madeira como nos de pedra.” (Êx 7:17-19)

A primeira das pragas foi justamente a destruição do Rio Nilo, um rio que era reverenciado pelos egípcios como o primeiro de seus deuses.
Alguns o consideravam mesmo como sendo o rival dos céus, uma vez que ele regava toda a terra (conhecida), até mesmo sem o auxílio das chuvas.

Isto deixou os egípcios em pânico, porque o rio Nilo ficou desfigurado por, aproximados, sete dias.

2 – A invasão das rãs

“O rio produzirá rãs em abundância, que subirão e entrarão em tua casa, e no teu quarto de dormir, e sobre o teu leito, e nas casas dos teus oficiais, e sobre o teu povo, e nos teus fornos, e nas tuas amassadeiras.” (Êx 8:3)

Esta que foi a segunda praga, primeiro vimos o fato de que o rio Nilo que era considerado sagrado, tornou-se o próprio instrumento do castigo. E pior que isso, pois a rã era um animal consagrado ao Sol.
E o fator complicante, ficou claro no desaparecimento, como ficara claro no aparecimento das rãs.

Mas estamos falando de um Deus que tudo pode, trata-se do Deus de Abrahão, de Isaque e de Israel, e que portanto, são infinitas, tanto as suas bênçãos, quanto as suas maldições. Assim, que Deus tira de sua aljava, outra de suas armas.

3 – E o pó da terra se transforma em piolho

“Disse o Senhor a Moisés: Dize a Arão: Estende o teu bordão e fere o pó da terra, para que se torne em piolhos por toda a terra do Egito. …
Então, disseram os magos a Faraó: Isto é o dedo de Deus. Porém o coração de Faraó se endureceu, e não os ouviu, como o Senhor tinha dito.” (Êx 8:16 e 19)

E foi assim que vimos o surgimento da terceira praga, ou seja do pó da terra surgem os piolhos.
Importante observar que os egípcios eram extrema e escrupulosamente chegado à limpeza. Sendo dessa forma, algo tremendamente repugnante a presença dessa praga.
E tanto era assim, que os próprios sacerdotes egípcios, raspavam o pelo todo do corpo a cada três dias. Era assim, para impedir que eles viessem a ser hospedeiros de parasitas durante as suas solenidades sagradas.
Dessa forma, e também pelo fato de que os magos egípcios não puderam reproduzir tal praga, foi que ficou considerado ter aí “o dedo de Deus” como descrito no versículo lido.

A medida que o tempo avança, vemos que o coração de faraó endurece e que dessa forma, ele mesmo provoca mais e mais a ira de Deus, por isso, vemos com espanto o envio da quarta praga.

4 – O envio de enxames de moscas

“Do contrário, se tu não deixares ir o meu povo, eis que eu enviarei enxames de moscas sobre ti, e sobre os teus oficiais, e sobre o teu povo, e nas tuas casas; e as casas dos egípcios se encherão destes enxames, e também a terra em que eles estiverem.
Naquele dia, separarei a terra de Gósen, em que habita o meu povo, para que nela não haja enxames de moscas, e saibas que eu sou o Senhor no meio desta terra.
Farei distinção entre o meu povo e o teu povo; amanhã se dará este sinal.” (Êx 8:21-23)

E vemos Deus fazendo separação entre o Egito e a terra ocupada pelos hebreus, ou seja, a terra de Gósen.

E foi assim que vimos a entrada da quarta praga, e justamente, com a distinção de que, até a terceira praga, egípcios e hebreus sofriam juntos; aqui no entanto, é feita a separação, por Deus, entre opressor e oprimido.
E muito apropriado é o fato de que este milagre remetia os egípcios aos seus escaravelhos, (inseto parecido com o besouro, alguns inclusive, que se alimentam de carniça) considerado sagrado e adorado pelos egípcios. Então vemos que Deus não os poupa, menos ainda às suas crenças pagãs.

5 – Pestilência sobre os animais

“E o Senhor fará distinção entre os rebanhos de Israel e o rebanho do Egito, para que nada morra de tudo o que pertence aos filhos de Israel.” (Êx 9:4)

Chegamos à quinta praga, descrita como a pestilência, que fazendo distinção entre animais dos egípcios e animais dos cativos, somente os egípcios é que sofrem esse dano, ao observar que todo o seu gado foi totalmente destruído.
Observando, que este milagre operou-se sem a intervenção de Arão; apenas Moisés avisou a faraó do que sucederia.

6 – Tumores ulcerosos sobre toda carne

“Eles tomaram cinza de forno e se apresentaram a Faraó; Moisés atirou-a
para o céu, e ela se tornou em tumores que se arrebentavam em úlceras nos homens e nos animais,” (Êx 9:10)

A fim de deixar muito clara sua força, o Senhor endurece sobremaneira a forma de conversar com faraó, e é assim, que Deus aumenta a pressão, e capacita Moisés, para que enfim, este também passe a ter o poder de executar as ordens divinas, coisa que até então, ficou ao cargo de Arão. Conforme observamos, quando Moisés arremessa uma porção de cinza ao ar e isso traz a faraó a lembrança de seu velho hábito de sacrificar suas vítimas a seus deuses, além do fato de, neste momento, Deus, para disseminar a doença, utilizar-se do ar que os egípcios consideram ser mais uma de suas divindades.

7 – Chuva de pedras e de fogo

“Então, disse o Senhor a Moisés: Estende a mão para o céu, e cairá chuva de pedras em toda a terra do Egito, sobre homens, sobre animais e sobre toda planta do campo na terra do Egito.
E Moisés estendeu o seu bordão para o céu; o Senhor deu trovões e chuva de pedras, e fogo desceu sobre a terra; e fez o Senhor cair chuva de pedras sobre a terra do Egito.
De maneira que havia chuva de pedras e fogo misturado com a chuva de pedras tão grave, qual nunca houve em toda a terra do Egito, desde que veio a ser uma nação.
Por toda a terra do Egito a chuva de pedras feriu tudo quanto havia no campo, tanto homens como animais; feriu também a chuva de pedras toda planta do campo e quebrou todas as árvores do campo.
Somente na terra de Gósen, onde estavam os filhos de Israel, não havia chuva de pedras.” (Êx 9:22-26)

Observamos aqui um intervalo de tempo entre a quinta praga e esta, uma vez que naquela praga, todo o gado egípcio já havia sido destruído.
E notamos também que os egípcios ao saber que viria nova praga, recolheram seus servos e seus gados, para não perder tudo novamente. (cf versículo 20)

8 – Os gafanhotos e a devastação do Egito

O povo egípcio já estava cansado, já reconhecia o poder do Deus Todo Poderoso, mas faraó continuava com seu coração endurecido. Mal sabia ele, que isso era necessário, para que Deus fosse glorificado.
Os oficiais de faraó, pediam que os israelitas fossem liberados, porque já viam sua terra devastada, mas o orgulho e a soberba falavam mais alto ao coração de faraó, e o obrigava a querer medir força com Deus, como se isso fosse possível.

“E subiram os gafanhotos por toda a terra do Egito e pousaram sobre todo o seu território; eram mui numerosos; antes destes, nunca houve tais gafanhotos, nem depois deles virão outros assim.” (Êx 10:14)

Esta praga, pode ser considerada como um dos castigos mais terríveis, porque atacou a todo o reino vegetal, e não podemos esquecer que a alimentação dos egípcios era quase inteiramente composta por vegetais.
E via-se o desespero dos conselheiros de faraó que pedia a ele que liberasse o povo israelita, pelo fato de que o Egito estava sofrendo muito.

Faraó não dava o braço a torcer e por isso, a terra ficou coberta de gafanhotos, que destruíram o que tinha escapado da sétima praga.

9 – Densas trevas no Egito por três dias

Mas o coração de faraó continuava endurecido.
Assim foi, que tendo Moisés estendido as mãos aos céus, trevas desceram e não se via nada em volta.
As trevas eram tão densas, que a sensação era de que se poderia apalpar as trevas.

“Então, disse o Senhor a Moisés: Estende a mão para o céu, e virão trevas sobre a terra do Egito, trevas que se possam apalpar.
Estendeu, pois, Moisés a mão para o céu, e houve trevas espessas sobre toda a terra do Egito por três dias;
não viram uns aos outros, e ninguém se levantou do seu lugar por três dias; porém todos os filhos de Israel tinham luz nas suas habitações.” (Êx 10:22,23)

E novamente, Deus dá mostras de seu infinito poder e grande glória.
E mostra também que os deuses egípcios, não passam de pouca coisa ante o poder daquEle que a tudo criou.
Lembrando que para os egípcios, o sol é considerado um deus, posto que a ele se referiam como o deus sol, mas naquele momento, Deus fez com que até o sol se apagasse.
Não podemos ignorar que houve três dias de total escuridão, sendo que aos israelistas, não faltou luz em momento algum.

E isso os deixa cada vez mais claro que aquele que pode apagar o sol para alguns, fazendo diferenciação entre um povo e outro, esse sim, é o Deus de toda vida.

10 – Decretada a morte de todo primogênito, tanto de homens, como de animais

Esta foi a forma como Deus resolveu por fim a toda contenda.
Somos duros de coração e dessa forma, é que estava faraó e não queria se curvar de forma alguma ao poder infinito do Deus de Israel, por esse motivo Deus mostrou a faraó que não havia conversa, e que sim, ele teria que se dobrar, caso contrário seria morto.

“Moisés disse: Assim diz o Senhor: Cerca da meia-noite passarei pelo meio do Egito.
E todo primogênito na terra do Egito morrerá, desde o primogênito de Faraó, que se assenta no seu trono, até ao primogênito da serva que está junto à mó, e todo primogênito dos animais.
Haverá grande clamor em toda a terra do Egito, qual nunca houve, nem haverá jamais;
porém contra nenhum dos filhos de Israel, desde os homens até aos animais, nem ainda um cão rosnará, para que saibais que o Senhor fez distinção entre os egípcios e os israelitas.” (Êx 11:4-7)

Deus mostrou novamente o seu poder, e desta vez, tocou no que havia de mais precioso, ou seja, na vida dos primogênitos.

Esta portanto, foi a última, mas decisivamente, a praga à qual faraó prestou mais atenção.
A ação de Deus foi clara e direta, sem a ação de qualquer fenômeno. E isto deixou faraó embasbacado, porque achava que seu inimigo seria o homem Moisés.
todas as famílias dos egípcios sentiram-se atingidas porque foram mortos os primogênitos, inclusive de animais.
Somente os israelitas foram poupados, o anjo exterminador passou por toda a terra, mas não tocou a nenhum primogênito dos israelitas, porque estes fora obedientes e seguiram as disposições divinas.

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333 (OI)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 10062020 – Nome anunciado para ser temido – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

@elyvidal @radiocrista @pastorelyvidal @conipsip @CiepClube
#FalaPortaldaRadio #conipsi #cojae #dojae

Ame a vida, as pessoas, e tudo o que te cerca

“Este é o dia que o Senhor fez; regozijemo-nos e alegremo-nos nele.” (Sl 118:24)

Este é o dia que fez o Senhor e porque vivemos, interagimos e sonhamos e crendo crescemos em estatura, graça e sabedoria, porque não então, crescer também em espírito e entendendo tudo o que foi feito para nosso deleite?

Assim, namore a vida, o dia;
dessa forma encontre a sua paz, ao fazer as escolhas certas;
aprenda a valorizar a sua casa, e tudo o mais, especialmente, os sorrisos que te oferecem, porque com eles, recebes os mais lindos olhares que já pode perceber;
valorize os seus filhos, como se teus namorados fossem, com eles estão os teus sonhos, que estão alicerçados na sua família;
Com a consciência que te foi dada, aceite os momentos, ainda que tenham cores e sabores diversos do que você queria, assim, aprenda a superar as dificuldades;
valorize tudo o que Deus te deu, as artes, especialmente, que te darão a sensibilidade para viver mais em contato com a natureza;
e quando enfim, puder olhar para o seu namorado, ou namorada, amigo, colega, ou companheiro, ame a vida que dele exala, porque ela provém de Deus!

“Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor, serei como o bronze que soa ou como o címbalo que retine.
Ainda que eu tenha o dom de profetizar e conheça todos os mistérios e toda a ciência; ainda que eu tenha tamanha fé, a ponto de transportar montes, se não tiver amor, nada serei.
E ainda que eu distribua todos os meus bens entre os pobres e ainda que entregue o meu próprio corpo para ser queimado, se não tiver amor, nada disso me aproveitará.
O amor é paciente, é benigno; o amor não arde em ciúmes, não se ufana, não se ensoberbece,
não se conduz inconvenientemente, não procura os seus interesses, não se exaspera, não se ressente do mal; não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
O amor jamais acaba; mas, havendo profecias, desaparecerão; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, passará; porque, em parte, conhecemos e, em parte, profetizamos.
Quando, porém, vier o que é perfeito, então, o que é em parte será aniquilado.
Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, pensava como menino; quando cheguei a ser homem, desisti das coisas próprias de menino.
Porque, agora, vemos como em espelho, obscuramente; então, veremos face a face. Agora, conheço em parte; então, conhecerei como também sou conhecido.
Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três; porém o maior destes é o amor.” (1 Co 13:1-13)

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333 (OI)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 12062020 – Ame a vida, as pessoas, e tudo o que te cerca – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

@elyvidal @radiocrista @pastorelyvidal @conipsip @CiepClube
#FalaPortaldaRadio #conipsi #cojae #dojae

O Flagelo esquerdoPaTa

Uma figura central e atuante do PC – Partido Comunista, trata-se de Mauro Luís Iasi, que atuou ou atua na “docência” em algumas das mais variadas instituições de ensino brasileiro. Tendo sido, inclusive professor na UMESP – Universidade Metodista de São Paulo
Filiou-se ao PCB – Partido Comunista Brasileiro em 1979, após algum tempo, sai, integra o grupo de fundação do PT – Partido dos Trabalhadores, partido no qual permanece até 2004, quando sai e volta ao partido de origem.
Mas a figura, aparece em meio à turbulência criada por seus parceiros arruaceiros, e grava este vídeo, onde o vemos e ouvimos com a seguinte mensagem criminosa:

“… no campo e na cidade, para a construção de uma sociedade socialista. E é assim, que nós enfrentaremos os conservadores.
É assim, que nós vamos enfrentar os conservadores:
Radicalizando a “luta de classes.”
Mas, qual vai ser o nosso diálogo com esse setor?
O setor conservador?
Veja! O setor conservador é perigoso, porque lança suas garras na consciência da classe trabalhadora.
É nela, que nós temos que nos defender contra essa ofensiva conservadora, e não no diálogo com eles. E eu espero contribuir com isso que o Gramsci chamava de intransigência. Com um pequeno poeminha, final do Brecht (do Bertold Brecht), que dizia:
“…numa situação aonde alguém, da direita, ao ser flagrado no seu trabalho, miserável, de fazer o jogo da direita (pelos trabalhadores), tentava argumentar com os trabalhadores, que no fundo ele tinha posições de direita, mas ele era uma pessoa boa.
Ele é uma pessoa que tinha ideias próprias, que não se vendeu, que tinha convicções, que era uma pessoa sábia…” E o Brecht, então, responde nesse poema o seguinte:
– É verdade! Você é uma pessoa boa porque tem convicções.
Mas, quais são essas suas convicções?
Você diz que é sábio, mas a quem serve a sua sabedoria, e contra quem ela é usada? Você diz que tem amigos?
Mas você tem amigos: entre as pessoas que são boas ou entre os adversários? Você diz que não pode ser comprado.
Mas um rio que arrasa tudo, numa inundação ou um raio que fulmina uma casa, também não pode ser comprado. Nós sabemos que você é nosso inimigo!
Mas considerando que você, como afirma, é uma boa pessoa, nós estamos dispostos a oferecer a você o seguinte: Um bom paredão!
Onde vamos colocá-lo na frente de uma boa espingarda, com uma boa bala! E vamos oferecer, depois de uma boa pá, uma boa cova!
Com a direita e o conservadorismo nenhum diálogo. Luta!”

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333 (OI)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 04062020 – O Flagelo esquerdoPaTa – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

@elyvidal @radiocrista @pastorelyvidal @conipsip @CiepClube
#FalaPortaldaRadio #conipsi #cojae #dojae

Desapareceu um povo

“Muito em breve vai sair uma noticia;
De um povo que desapareceu;
Era um povo muito humilde;
Que aqui muito sofreu;
Aquele povo era o povo de Deus.

Onde está aquele povo barulhento;
Onde está que não se vê nem um irmão;
Alguém com voz de lamento, vai dizer neste momento;
Aquele povo foi embora pra Sião;

Onde está o dirigente desta igreja
E os obreiros daqui onde estão
As mensagens que pregavam
Muitos tristes se alegravam
Eles também foram embora pra Sião

Onde está a juventude desta igreja?
E as irmãs do círculo de oração
Que a Deus sempre oravam
e as crianças que cantavam?
Elas também foram cantar lá em Sião!

Depois desse grande acontecimento
Muitos crentes desviados vão voltar
Procurando os irmãos
Para a reconciliação
Mas, infelizmente, não vão encontrar.”

Pequeno ensaio, em assovio, do belíssimo hino cristão: “Desapareceu um povo”, composição de Cecilia de Souza.
Este, é apenas mais um dos inúmeros que contribuíram para muitas conversões, assim como a minha é claro.

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333 (OI)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 27052020 – Desapareceu um povo – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

@elyvidal @radiocrista @pastorelyvidal @conipsip @CiepClube
#FalaPortaldaRadio #conipsi #cojae #dojae

Como ver a Divina Graça

Chegamos à conclusão de que o Senhor nos tem mostrado o que seja a verdade, o que seja aquilo que realmente gera a luz. Mas interessante que mesmo ele tendo nos mostrado isso, nós procuramos o quê? Não crer na luz. Nós procuramos não crer na verdade. Nós queremos, preferimos, sempre a mentira; a mentira parece nos seduzir, parece que ela nos encanta mais. É por ela que nós queremos nos guiar constantemente. Parece que a verdade não é muito aquilo que nós gostaríamos de ter no nosso dia a dia; dizer a verdade, ser conduzido pela verdade, não é bem a nossa praia. A nossa praia é andar pelos descaminhos, andar na noite, no escuro. Não na noite do sentido do dia e da noite, mas no sentido do escuro, da falta de luz, andar pelos caminhos que a noite pode conduzir, porque durante a noite não se tem muita coisa para fazer. À noite você vai para o barzinho, você vai para um bordel, você vai para uma boate, enfim.

A noite é bonita, ela é linda, mas não há muito que você possa fazer desacompanhado. Com amigos você vai ao barzinho, você vai à boate, você vai ao sarau, você vai dançar, você vai ao motel; mas você não vai àquele encontro com a vida.

E normalmente, além disso tudo, nós buscamos ser louvados pelos homens.

Nós queremos que todos nos aplaudam, que todos quando nos vejam digam: “Oh, lá vai ele, esse homem é inteligente, esse homem é sábio”.

Então nós queremos a glória. Queremos o louvor desses homens. Queremos os aplausos desses homens. Queremos que todos que queiram sentar-se, queiram sentar-se o mais próximo de nós para ouvir aquilo que nós temos a dizer. Como se nós tivéssemos algo a dizer de nós mesmos.

Nós não temos nada a dizer de nós mesmos.

Qual é a sua história? Por mais incrível, por mais fantástica que seja a sua história, a sua história não é a história da humanidade. É uma história mentirosa que você vai criar, que você vai contar, muitas vezes até pautada na verdade, porque você realmente viveu aquilo, mas mentirosa no sentido de que aquilo que o outro tentar aplicar da sua história na vida dele, necessariamente não vai surtir efeito. Por que que não surtirá efeito? Porque a sua vida cabe, coube, a você viver.

A minha vida cabe a mim viver.

E a vida do outro, cabe ao outro viver.

Quando muito, nós podemos interagir entre um e outro: “Oh, cuidado, já passei aí. Nesse terreno aí tem uma cobra, cuidado!”. Tudo bem, são experiências, e experiências assim podemos contar, podemos dividir, etc. De qualquer forma, nós não temos muito o que dizer. Nós não somos os possuidores da verdade. Nós não estamos testificando a respeito de algo que seja, a não ser que estejamos testificando acerca de Cristo, mas do contrário estamos testificando acerca de quem? De mim? Eu, de mim mesmo? Então siga o seu caminho. Você tem muito mais a ganhar seguindo seu caminho do que parando para me ouvir acerca da testificação que eu tenho a fazer de mim mesmo. Se você quer saber algo de mim, sente-se aqui, eu tenho muita coisa que posso lhe contar que o deixará escandalizado. Sim, por quê? Porque de mim eu sei o que eu vivi. Mas é só, eu não tenho muito até para acrescentar. Agora, quando você examina as escrituras, e vê ali, julga nela porque você imagina que nela exista de fato a vida eterna, por que que você não crê que ela de fato testifica acerca de Jesus? E quando ela está de fato testificando acerca de Jesus, aí sim ela é digna da sua crença ou descrença. Não tem problema. Por quê? Porque você vai escolher o caminho pelo qual você quer circular. Não adianta, não tem o que eu possa fazer para lhe dar a fé. Diz a própria Palavra que aquele que for enviado por Deus a Cristo, este não será lançado fora. Por quê? Porque foi enviado por Deus a Cristo. Agora aquele que não for enviado por Cristo, por si mesmo, sozinho, não alcançará a Cristo. Não adianta, você tem que buscar, você tem que orar, você tem que pedir. Você tem que bater para que se abra a porta. Você tem que pedir para que lhe seja dado. Do contrário, conheço inúmeros que dariam tudo para ter a fé que você tem ou que eu tenho, e não têm. Não têm, não terão. Não terão por quê? Porque realmente não foram alcançados ainda pela verdadeira e divina graça. Estão ainda pelo caminho tentando entrar pela janela, quando é mais fácil bater à porta. Bata à porta. Peça. Ele lhe dará.

Por enquanto é isso. Pense nisso. Um grande abraço. Que Deus te abençoe, proteja, guarde, liberte e restaure, em nome de Jesus. Beijos. Bye. Fui.

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333 (OI)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 13052020 – Como ver a Divina Graça – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

@elyvidal @radiocrista @pastorelyvidal @conipsip @CiepClube
#FalaPortaldaRadio #conipsi #cojae #dojae

Eu fico feliz porque Deus é Grande!

Bom dia minha gente!
Mais um dia que fez o Senhor, e glória a Deus por isso!
Glória a Deus pelas dificuldades, glória a Deus pelas desventuras; glória a Deus pelas amarguras, glória a Deus pela alegria; glória a Deus pela tristeza, glória a Deus pelo sol que nasceu; glória a Deus pela Chuva que desce. Glória a Deus!
Glória a Deus, por mais esse dia.
Glória a Deus, porque Ele nos permite mais esse momento, poder adorá-lo, louvá-lo, honrá-lo e glorificá-lo no Santo e Sagrado Nome.

“Louvai ao Senhor, vós todos os gentios, louvai-o, todos os povos.
Porque mui grande é a sua misericórdia para conosco, e a fidelidade do Senhor subsiste para sempre. Aleluia!” (Sl 117:1,2)

Veja gente, a vida é cheia de percalços, como sempre foi, desde o início dos tempos, desde os nossos antepassados, desde os nossos pais.
Eles já sofriam, já choravam; já se angustiavam, e as angústias, as dores, não mudaram; são as mesmas.
De vez em quando, a gente se encontra no olho do furacão, isso não quer dizer que tudo terminou.
De maneira alguma, tudo está apenas recomeçando… Por quê sempre há um recomeçar… Especialmente, quando você consegue abrir seus olhos, seus ouvidos, erguer as suas mãos…

“Este é o dia que o Senhor fez; regozijemo-nos e alegremo-nos nele.” (Sl 118:24)

Sinceramente, eu fico muito feliz por mais este dia.
Eu fico feliz por mais esta oportunidade que Deus nos dá; que Deus me dá.
Eu fico feliz, porque tenho você aí do outro lado, para poder me dirigir a ti, para poder te trazer esta palavra; para poder te dizer que Deus é maravilhoso! Deus é lindo sim!
Ele é grande e glorioso!
Quando eu estava, ainda, no lombo de meu pai, Ele já havia estendido os céus. Ele já havia sonhado o mar, as montanhas, o sol e as estrelas… E tudo já havia sido feito, porque Ele já havia pensado nisso tudo.
Sim, tudo isso, porque Ele me amava! Porque Ele achava, que eu precisava dessa chance, para poder estar com Ele, um dia, na Glória. Então é isso!
Esse é o dia que fez o Senhor, regozijemo-nos, e alegremo-nos n’Ele.
Independente de dores, independente de tristezas; independente das pessoas que, muitas vezes, passam e não voltam.
A estação chegou e a pessoa desceu, quem sabe, lá na frente, o trem pára novamente, e a pessoa sobe, e a gente vai conseguir retomar a caminhada?
Mas, de qualquer forma, o que vale, o que importa: é que Deus está conosco, e conosco Ele segue…
Seja sempre bem vindo, que Deus te abençoe, que Deus te proteja e que Deus te guarde no nome Santo de Jesus, um grande abraço e Paz!

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333 (OI)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 20012020 – Eu fico feliz porque Deus é Grande! – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

@elyvidal @radiocrista @pastorelyvidal @conipsip @CiepClube
#FalaPortaldaRadio #conipsi #cojae #dojae

Vermes falando de liberdade de expressão

Muito bem, pela cloaca do verme Alexandre e da verme Cármen, ouvimos exatamente o que eles hoje negam. Nada como a própria internet para nos lembrar de um passado não muito distante.

“Quem não quer ser criticado, quem não quer ser satirizado, fique em casa.
Não seja candidato, não se ofereça ao público, não se ofereça pra exercer cargos políticos. Essa é uma regra que existe desde que o mundo é mundo.
Querer evitar isso, por meio de uma ilegítima intervenção estatal na liberdade de expressão, é absolutamente inconstitucional!” – (Miolo Mole ou Naegleria fowleri, ou ainda pelo nome adquirido no Brasil, Alexandre de Moraes, costuma habitar em ambientes próximos ao STF)

“É uma censura prévia, e a censura é a mordaça da liberdade.
Quem gosta de mordaça é tirano quem gosta de censura é ditador!” – (Papa Cérebro, ou Baleamuthia mandrillaris, ou ainda pelo nome adquirido no Brasil, Cármen Lúcia Antunes Rocha, também costuma habitar em ambientes próximos ao STF)
Um alerta aos vermes do STF: O lugar apropriado para vermes é o monte de merda, portanto, estão no lugar errado.
Além disso, aos vermes damos vermífugo, bem longe de ostras, lagostas, vinhos e champagnes caríssimos, porque a vermes está predisposta pela sua própria natureza, a lei marcial.

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333 (OI)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 27052020 – Vermes falando de liberdade de expressão – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

@elyvidal @radiocrista @pastorelyvidal @conipsip @CiepClube
#FalaPortaldaRadio #conipsi #cojae #dojae