Caros amigos – Gen Bda Paulo Chagas – 16/10/2015

Nós estamos empreendendo uma “guerra” para tirar o Brasil das garras da esquerda e do Foro de São Paulo.
Como em qualquer guerra, é importante negar ao inimigo o conhecimento sobre os efeitos e as consequências das suas ações sobre nós.
Assim, todas as vezes em que ele nos ataca ou provoca, diretamente ou não, tem sido um bálsamo ao ego dos seus estrategistas a nossa indignação, os impropérios contra os Comandantes Militares e, particularmente, a nossa tendência à divisão interna, idêntica à atomização que o tornou facilmente derrotável em outros tempos.
A nomeação do Dep Aldo Rebelo para o Ministério da Defesa é um caso típico, porque, se ao nomeá-lo, um dos objetivos do inimigo era revelar a fragilidade da nossa união, ele foi bem sucedido, porquanto nós não fomos capazes de negar-lhe este conhecimento.
Demos ao inimigo a oportunidade para concluir que nós nos consideramos menores, mais frágeis e piores do que qualquer comunista. Ou, por outra, deixamo-lo concluir que nós nos submeteremos aos desígnios e à ideologia de qualquer um que seja colocado na Defesa e, pior, revelamos que não confiamos nos nossos Comandantes!
Muitos dos nossos ainda não entenderam que o fato de Aldo Rebelo ser considerado pragmaticamente um aliado – porque em verdade, na prática, têm sido – não o incorpora às FFAA, não nos subordina ao ideário do PC do B, não lhe dá poderes acima dos limites da sua autoridade e, tampouco, diminui o comprometimento de todos os militares com o Brasil e com o seu juramento de, até com o sacrifício da própria vida, defender-lhe a honra, a integridade e as instituições!
Lamentável a miopia, as vaidades, a falta de confiança em nós mesmos, na nossa formação e nos valores que temos recebido e passado uns aos outros ao longo dos tempos.
Por oportuno, informo, para quem acredita em lobisomem, que a notícia de que Aldo Rebelo teria “contratado” uma agente da KGB para ser seu assessor é falsa e acrescento que o Secretário Geral do MD será o Gen Ex Joaquim Silva e Luna.
Colho também o ensejo para informar que o Comandante do EB cassou a Medalha do Pacificador do Mensaleiro José Genoino e de outros, usando uma estratégia inteligente e ponderada que preservou as medalhas de muitos dos nossos.
“As gerações se sucedem e, se a que nos segue não for melhor do que a nossa, é por que a nossa foi incompetente para preparar o futuro”.

Ficam as perguntas:
Onde e quando começou o nosso erro?
Quem foram os incompetentes que não souberam preparar o futuro?

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos!

Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos.

CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR.
DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *