Cármen Lúcia quer a serenidade do povo enquanto o estupra

Isso dra Cármen, serenidade, com base em uma sociedade que cumpre com suas obrigações, que cumpre com as leis.
Neste momento não vemos essa serenidade por parte do poder dominante. O povo que paga seus salários tem que ser sereno?
Isso quer dizer, continuar pagando seus salários e manter a falta de justiça que hoje sobrecarrega o povo? O que é que a senhora está pedindo?
A senhora me pede que eu permita que minha mulher, minha filha e minha mãe sejam estupradas, e eu tenho que ser sereno?
Ora dra, vá à merda, e vá a senhora servir de lanchinho para a corja. Ou leve uma de suas parentes que sirva de prato a satanás, eu de minha parte, prefiro defendê-las ainda que à custa da própria vida.
Quanto à serenidade, quero entender que a senhora está equivocada e está referindo-se a alguma marca de papel higiênico, até porque, por essa sua fala, ouso imaginar que a senhora não faz a menor ideia com o que usa para se limpar, porque quer meter o sabugo no rabo do povo brasileiro.
Ministra, enquanto me lembro, quero que a senhora e o seu pedido de serenidade vão à puta que te pariu.

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(014) 41 9 8514-8333 (Oi)
(041) 41 9 9820-9599 (Tim)
(015) 41 9 9109-8374 (Vivo)
(021) 41 9 9821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 020418 – Cármen Lúcia quer a serenidade do povo enquanto o estupra – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

#COJAE

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.