Burburinho: quem tem c*, tem medo!

“Na América do Sul, estamos vivendo um momento difícil, em que a esquerda radical, desesperada pela derrota, vai jogar todas as suas fichas na mesa para conturbar a vida dos países da região. Vai tentar retornar ao poder de qualquer maneria e nos jogar no abismo em que nós paramos na porta.” – (General Heleno)

Creio mesmo, que por conta de os ministros do STF serem todos uns velhos caquétipos, e que, por consequência não escutam direito, então vimos algo que não nos causa espanto, ou seja, a ordem dada por Bolsonaro, a fim de que o Exército esteja preparado e pronto, para o caso de ter que vir a consertar e limpar a sujeira que os sinistros do STF poderão deixar pelo caminho, após tão largo e conflituoso debate neste dia 23/10/19.
Devemos lembrar que os anciãos, que estão ocupando os cargos de sinistros do STF, estão com os intestinos um pouco soltos e poderão soltar alguma coisa ali pelo caminho.

É natural que Jair Bolsonaro, que tem um excelente convívio com as nossas Forças Armadas, está devidamente amparado pelo Serviço de Inteligência, e sabe muito bem o que pode acontecer nas próximas hora.
Dessa forma, não nos causa espanto, que Bolsonaro tenha conversado com o general Fernando Azevedo e Silva e justamente por conta da necessidade de deixar o Exército preparado, pois estamos às portas de uma convulsão social.

“Não podemos ser surpreendidos, temos que ter a capacidade de nos antecipar a problemas. Conversei com o ministro da Defesa sobre a possibilidade de ter movimentos como tivemos no passado, parecidos com o que está acontecendo no Chile, e a gente se prepara para usar o artigo 142, que é pela manutenção da lei e da ordem.”

E conforme pode ser visto no site “O Antagonista”: O julgamento da prisão após julgamento em segunda instância, logo de cara, ouvimos Alexandre Moraes defendendo o STF.
O Antagonista nos mostra, que Alexandre de Moraes dedicou a primeira meia hora de seu voto para defender o Supremo de ataques e ofensas.
De cara, discordou da preliminar levantada pela PGR em memoriais entregues na semana passada. Para Moraes, “é a primeira vez em que o plenário analisará a questão (da prisão após segunda instância) em sede de controle abstrato”.
Mas alegou ser possível um posicionamento de mérito para até manter o precedente por “segurança jurídica”.

Moraes aproveitou para ressaltar seu inconformismo com o “radicalismo político” que cerca os debates na Corte. “Chegou-se a um absurdo inédito, um ofensivo grau de desrespeito contra o STF e cada um de seus membros, inclusive familiares. Muito acima das necessárias e salutares manifestações imprescindíveis da democracia. Houve um transbordamento.”

“Discursos agressivos, populistas e demagógicos, a eles se somaram falsos dados, pesquisas direcionadas, manipulação de informação, fake news, e ataques pessoais e virtuais, produzindo lamentavelmente, alguns dos piores ingredientes utilizados por aqueles que insistem em não respeitar o poder judiciário e a convicção de seus juízes, que insistem em fermentar fórmulas autoritárias para sepultar o livre debates de ideias, a interpretação da constituição e a honesta valoração de princípios.”

Para o ministro, “chegamos a tal grau de intolerância”, que quem não concorda com determinada decisão judicial rotula seus emissores de “levianos, irresponsáveis, néscios, quando não de corruptos, incentivando, especialmente pela via virtual, que essas pessoas possam ser agredidas psíquica e fisicamente.”

“Não é essa a democracia que queremos.”

“O salutar debate vem sendo substituído por uma falsa pregação fundamentalista da chegada do Armagedom, após cada decisão judicial, onde, do resultado de uma pseudo luta do bem contra o mal.”

Sim Alexandre de Moraes, a democracia que queremos é bem diversa dessa… Ah… mas é claro, que você fala pelo STF, eu falo pelo lado que me compete, pois sou povo… Nós queremos uma democracia, onde não existam dois pesos e duas medidas, e onde o Gilmar Mendes, sua esposa e filho, o Dias Toffoli, esposa e familiares, sejam tratados como qualquer outro cidadão brasileiro. Esta é a democracia que queremos viver.

E eu vi minha gente… Confesso que vivi para ver, o STF chegar aos 3 x 1, e encerrar o julgamento, para a retomada no dia 24/10/19, onde promete-se que deverá recomeçar às 14h devendo seguir até 17h45, ininterruptamente, pois prevê-se essa necessidade para a tomada dos 7 votos que restam.

Por isso gosto de ver O Antagonista, são eles que nos mostram que após terem sido colhidos esses votos, aliás favoráveis à prisão em segunda instância, que partiram de Alexandre de Moraes, Edson Fachin e Luís Roberto Barroso, Dias Toffoli achou por bem suspender o julgamento, para ser retomado no dia seguinte.

Creio ser interessante a pergunta: “Acabou a pressa Dias Toffoli?”

Lembro também que ele deixou explícito que, caso não haja tempo suficiente no dia 24/10, a conclusão poderá (creio que ele já antecipou ao povo que não haverá tempo) ficar para os dias 06 e 07 de novembro.

Lembrando que Alexandre de Moraes, Edson Fachin e Luis Roberto Barroso, votaram a favor da prisão em segunda instância.
Assim que o único até aqui que votou contra foi Marco Aurélio Mello, aquele que quase soltou 180 mil no final do ano de 2018 como um presentinho de natal para o povo brasileiro. E que falta votar ainda:
Rosa Weber, Luiz Fux, Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes, Celso de Mello e Dias Toffoli.

=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=

E nessa linha de nossa live, com o objetivo de descontrair, mas sem perder o foco de instruir, encontrei no perfil do Marco Frenette, o “Guia do bom esquerdista”

– Seu inimigo “rouba”, vc “erra”.
– Seu inimigo “calunia”, vc se “equivoca”.
– Seu inimigo “corrompe”, vc faz “tudo pela causa”.
– Seu inimigo defende “ditaduras”, vc defende “regimes que resistem ao imperialismo”.
– Seu inimigo tem heróis que mataram centenas de comunistas/terroristas, vc tem “heróis” que mataram “milhões de burgueses sem valor”.
– Seu inimigo “não estuda história”, vc troca a história pelas “diretrizes do Partido”. – Seu inimigo constrói, vc “desapropria”.
– Seu inimigo leva facada, vc aplaude.
– Seu inimigo lamenta o 11 de setembro, vc comemora.
– Seu inimigo combate bandidos, vc defende as “vítimas da sociedade”.
– Seu inimigo chama tua seita de “facção criminosa”, vc chama de “Partido dos Trabalhadores” e Partido Comunista. – Seu inimigo detesta Cuba e ama os EUA, vc também.

E ainda no mesmo perfil do Marco Frenette, nós encontramos uma salutar leitura “Sobre boa fé e leniência”

Muitos brasileiros, por uma mistura de incultura política e boa fé, acreditam que democracias sólidas foram construídas com tolerância e diálogo com a esquerda.

A verdade é oposta: as grandes nações que hoje são livres e prósperas só chegaram a esse nível por tratarem a criminalidade esquerdista com o rigor das armas e das celas; e também com o rigor educativo dos cassetetes e tonfas, aplicados em jovens baderneiros cujos graus de retardamento e delinquência ainda eram reversíveis.

E atualmente, essas nações estão novamente conhecendo o caos e o declínio por praticarem, durante décadas, a leniência para com as ações dos esquerdistas que outrora foram combatidos com rigor.

Ordinários nacionalmente conhecidos dizem que vão “incendiar o país” e partem para a ação, e, mesmo assim, continuam sendo tratados como cidadãos.

Outros ordinários fazem contatos diretos com grupos terroristas ao redor do mundo, e continuam soltos. Quem não se lembra da marmita galega pedindo ajuda ao Estado Islâmico? Do Nine se confraternizando com as Farcs?

É preciso estar em profundo embotamento hipnótico para crer que esses criminosos serão detidos por meio do diálogo democrático.

=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=

E o Congresso Nacional, como sempre muito bonzinho, aprovou a liberação de R$ 1.160.000.000,00 ou seja, um bilhão e cento e sessenta milhões de reais, para pagamento da fiança a que os governos petistas nos colocaram junto a um Banco Suíço e ao BNDES, uma vez que o Brasil acabou sendo fiador através do Fundo de Garantia à Exportação.
Essa dívida foi contraída, porque Moçambique e Venezuela não cumpriram suas obrigações e a batata quente ficou nas mãos do povo brasileiro.
Creio que não seria demais, fazer com que o próprio Congresso Nacional, pagasse com seus salários a referida dívida, uma vez que, a pergunta que fica, é: “Onde eles estavam quando a quadrilha criminosa do PT deitava e rolava?”
Ora, não cumpriram com suas obrigações, de fiscalização do governo, então que honrem, eles, com as obrigações decorrentes desse contrato e que o povo seja livre da referida dívida.

Aproveito para lembrar a muitos de um vídeo em que aparece um senhor de idade (pastor) que fala em inglês e uma voz de jovem traduz o que ele fala, trata-se de John Piper que é considerado um dos homens mais importantes na área da teologia do mundo, ou seja, um dos gigantes da fé. E ele traça um paralelo muito interessante entre Bolsonaro e Trump e nos permite antever, os motivos pelos quais o inimigo lhe quer calar.

E para encerrar, é claro que uma frase inteligente e de um homem inteligente não fica nem um pouco fora de tom aqui, portanto, aí vai:

“Ou o governo admite logo que a mídia nacional inteira é uma organização criminosa filiada ao Foro de São Paulo, ou aceita legitimar como normal e democrático o esquema golpista que vai derrubá-lo.” (Olavo de Carvalho)

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333 (OI)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 231019 – Burburinho: quem tem c*, tem medo! – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

@elyvidal @radiocrista @pastorelyvidal @conipsip @CiepClube
#FalaPortaldaRadio #conipsi #cojae #dojae

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.