Burburinho: Dia do Amigo, e do Amigo do Amigo de meu pai

“Melhor é serem dois do que um, porque têm melhor paga do seu trabalho.
Porque se um cair, o outro levanta o seu companheiro; mas ai do que estiver só; pois, caindo, não haverá outro que o levante.
Também, se dois dormirem juntos, eles se aquentarão; mas um só, como se aquentará?
E, se alguém prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; e o cordão de três dobras não se quebra tão depressa.” (Ec 4:9-12)

“Um amigo fiel é uma poderosa proteção: quem o achou descobriu um tesouro. Nada é comparável a um amigo fiel; o ouro e a prata não merecem ser postos em paralelo com a sinceridade da sua fé. Um amigo fiel é um remédio de vida e imortalidade; quem teme ao Senhor achará esse amigo. Quem teme o Senhor terá também uma excelente amizade, pois o seu amigo lhe será semelhante”. (Eclo 6,14ss)

Alguns lindos escritos, estão pela vida, como em busca de um autor. Trata-se de alguns textos e frases que se perderam de seus pais (autores) e passaram a viver a vida dos órfãos, daqueles que se tornam párias sociais e dessa forma, muitas vezes, quase nem cumprem aquilo a que se destinam.
E este poema que em muitas ocasiões são vistos como sendo de: Fernando Pessoa, Sérgio Antunes de Freitas, Marcos Lara Resende, mas parece que tudo conspira à confirmação de que a paternidade real seja de Oscar Wilde, cujo original em inglês seria “Crazy & Saints”.

“Meus amigos são todos assim: metade loucura, outra metade santidade. Escolho-os não pela pele, mas pela pupila, que tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante. Escolho meus amigos pela cara lavada e pela alma exposta. Não quero só o ombro ou o colo, quero também sua maior alegria. Amigo que não ri junto, não sabe sofrer junto. Meus amigos são todos assim: metade bobeira, metade seriedade. Não quero risos previsíveis, nem choros piedosos. Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça. Não quero amigos adultos, nem chatos. Quero-os metade infância e outra metade velhice. Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto, e velhos, para que nunca tenham pressa. Tenho amigos para saber quem eu sou, pois vendo-os loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que a normalidade é uma ilusão imbecil e estéril.”

=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=

“Ou o comunismo deve morrer ou o cristianismo deve morrer, porque se trata realmente de uma batalha entre Cristo e o anticristo.” – (billy Graham)

=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=

Nada como um dia atrás do outro, pois nessa caminhada e pelo trote, entendemos, que a mula é manca.
Dessa forma é que encontramos um twiteiro, que acaba por ser conhecidos como: Passarinho opressor – @passarinhovoou

Glenn Greenwald perdeu a ação que defendia Matthew Hale pois gravou conversas entre as testemunhas de acusação com a finalidade de deturpar as falas e usá-las na defesa de Matt.
A má conduta de Greenwald condenou o neonazista que instigou os seguidores da “Igreja Mundial do Criador” a cometer assassinatos em série. Matt Hale foi preso por conspirar para matar a juíza Joan Lefkow.
Uma transcrição de 52 páginas de uma conversa mostrou que o conselho dos réus direcionou a conversa ao extrair respostas específicas para perguntas detalhadas, levando a perguntas mais detalhadas, para atrair a testemunha para declarações condenatórias para uso posterior.
O juiz concedeu ambas as moções, achando a conduta de Glenn antiética sob duas regras separadas: Regra Local 83.58.4: proibindo “desonestidade, fraude, engano ou deturpação”; e
Regra Local 83.54.4: “um advogado não deve usar métodos para obter provas que violem os direitos legais de outra pessoa”.
Glenn sempre tentou manipular conversas para que a sua narrativa cole de algum modo. No caso do Matt Hale, Glenn ainda esteve de posse de material codificado entregue pela mãe do neonazista, para que Glenn entregasse a um integrante da “Igreja Mundial do Criador”.
O mesmo Glenn, que na época disse não se lembrar do conteúdo do material codificado, e que alegou não ter entregado o tal texto que lhe foi confiado por Evelyn Hutcheson alguns meses antes, exige que o Ministro @SF_Moro se lembre do que foi conversado 3 anos atrás.
Glenn, na época do julgamento de Matt Hale, disse não se lembrar do nome de quem ele deveria entregar o texto codificado nem o conteúdo da mensagem. Este texto lhe foi entregue alguns meses antes da revelação do mesmo. Mais sobre a súbita amnésia de @ggreenwald:

Glenn, disse que a mãe de Matt Hale pediu a ele para passar uma mensagem claramente codificada de Hale para um seguidor entre 2 a 2 meses e meio antes do assassinato do esposo e da mãe da Juiza Distrital dos EUA, Joan Lefkow.

Greenwald disse que não se lembrava do contexto das duas ou três frases, mas disse que a mensagem era “descaradamente codificada”. “Foi quase como se fosse um filme ruim de James Bond”, disse ele.
Ele também não conseguiu lembrar a quem a mensagem foi dirigida, embora fosse um nome de um seguidor de Hale com quem não estava familiarizado. @ggrenwald disse que sabia os nomes da maioria dos apoiadores de Hale.
Greenwald disse que se recusou a entregar a mensagem porque não entendia o que Hale queria dizer na nota, porém, a mãe de Hale, Evelyn Hutcheson, contou que Hale disse que Glenn Greenwald saberia o que a mensagem codificada significa”. Greenwald disse que “era impossível saber o significado.”

O que se sabe é que houve a suspeição de que a mensagem tenha sido entregue e que era a orientação para o assassinato da Juíza Joan Lefkow.

=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=

Dias Toffoli e sua proximidade para com os desmandos do crime organizado. Por um lado, um homem com uma força que cala todo um País e de outro uma grande e poderosa quadrilha que o cerca e o conduz para onde eles o querem conduzir, uma vez que conseguiram elementos contra ele, possivelmente, da mesma forma como burlaram os telefones de Sérgio Moro e Deltan Dallagnol.
Dessa forma, muito possivelmente, a “turminha” de Glenn Greenwald, pode ter deixado escapar a Dias Toffoli, a Gilmar Mendes e quem sabe a A ou a B, que eles são tão bonzinhos, que tiveram que separar as informações obtidas, a fim de que, quando soltaram alguns vazamentos contra Sérgio Moro e contra Deltan Dallagnol, não permitiram que fossem vazadas informações, que, vejam, o absurdo, coisas relativas às senhoras, ilustres damas Guiomar Mendes, e Roberta Maria Rangel.
Graças a Deus, diria o “marido” de David Miranda, que ele, Glenn, estava tão atento, porque imaginem como o povo poderia ter entendido essas informações de dona Guiomar ou de dona Roberta.

E por esse motivo, vemos indignado o ilustre jurista Modesto Carvalhosa, por ter visto a decisão de Dias Tofolli proibindo a Receita Federal, o COAF e o Bacen de compartilharem informações sem autorização judicial.

E desde então, vemos o Brasil refém de uma caterva, que voltada aos interesses de seus próprios umbigos, resolveram permitir que este País, viesse a ser transformado em mais uma daquelas maravilhosas zonas intituladas “Paraíso Fiscal” onde tudo é permitido, principalmente a lavagem de dinheiro.

E não se pode ignorar que o bom senso jurídico, entende, como muito bem ilustrado pelo Promotor de Justiça Dr Roberto Livianu, que preside o Instituto Não Aceito Corrupção:
“Exigir ordem judicial para que o MP possa acessar dados do COAF representa retrocesso no combate aos crimes do colarinho branco no Brasil. Não é razoável nem é de bom senso. No mundo não se exige”.

Essa ignara decisão “Toffoliana” – (porque só poderia ter sido gerada em um terreno lamacento e pútrido e fétido, como o da mente de Toffoli) –
parece querer vigorar até 21/11/19, quando então o plenário deverá vir a julgar o mérito de tal situação, enquanto isso, o Brasil que viva o abismo da excentricidade criminosa, amparada pelo STF, porque este está também, envolvido em coisas iguais ou piores do que eles mesmos acusam seus inimigos.

=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=

Faz algum tempo, que vemos, o próprio Gilmar Mendes, esposa e alguns à sua volta, especialmente o Barata, na mira do COAF, da Receita Federal e da Polícia Federal. E além desses, o próprio Dias Toffoli, a algum tempo vem causando um certo constrangimento, pelo fato de o mesmo depender de uma mesada que sua esposa lhe destina, uma vez que o mesmo não consegue viver com seus próprios vencimentos, a ponto de, nem mesmo a pensão que ele deve à sua esposa, ser superior, ou pelo menos parecer superior aos seus vencimentos.
Por esse motivo, esses graúdos do STF, estão nas miras investigativas da justiça brasileira. Essas mesmas entidades, que pelo princípio do Estado Democrático de Direito, deveriam funcionar de forma autônoma, e eles querem fazer com que fiquem de joelhos para suas figuras “SUPREMAS”.

Aquele, que hoje se vê como “SUPREMO”, atual presidente do Supremo Tribunal Federal, e que horas antes fora marcado pela própria quadrilha, como: “Amigo do Amigo de meu pai”, que nunca foi juiz, apenas foi o rábula preferido do PT, o lambe-botas do Zé Dirceu, já tentava calar a sociedade, até mesmo por atitudes, como as que ele endossou de seu borra bosta Alexandre de Moraes.

Pois bem… São esses os que temos que calar, e que vem tentando nos calar a qualquer custo.
Não nos deixemos enredar, porque sabemos, que não viemos para esta terra, a fim de passar a vida olhando pela janelinha do trem da vida.
Viemos a esta vida, para que a vivamos e possamos deixar às futuras gerações, o melhor de nós.

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333 (OI)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 200719 – Burburinho: Dia do Amigo, e do Amigo do Amigo de meu pai – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

@elyvidal @radiocrista @pastorelyvidal @conipsip @CiepClube
#FalaPortaldaRadio #conipsi #cojae #dojae

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.