Burburinho: As diplomações de novos presidiários

Está clara a resposta das ruas à atuação de grande parte da magistratura brasileira, especialmente aos atores principais, oriundos do STF… Portanto, quem tem olhos para ver, veja. Quem tem ouvidos para ouvir, ouça. E quem quiser que desafie a ordem e vamos ver no que dá. Que vença o melhor! – (ap. Ely Silmar Vidal)

Conforme se percebe no noticiário criminoso que vez ou outra escapa pela grande mídia, finalmente saiu a diplomação de mais um criminoso da plêiade PTralha.
O indivíduo que fica sem mandato e sem foro privilegiado, começa a entender que não é aquele super ser que sempre imaginou que fosse. E isso é claro, é o sonho de todo brasileiro, finalmente, poder ver a justiça sendo feita a todos que infrinjam à lei e que precisem encontrar alguém que lhes pare em sua sanha destruidora dos valores e conceitos morais e éticos que mantém a sociedade em funcionamento.
“Pau que bate em Chico, também bate em Francisco!” Embora essa máxima esteja esquecida de muitos dos ilustres causídicos brasileiros, mas ela é um dos nortes da justiça mais adequada a um País que se julgue democrata.

Bem, voltando ao assunto da pauta: Luiz Lindbergh Farias Filho, que se tornou mais conhecido como Lindberg Farias, teve seu nascedouro político como tendo sido um ex-líder estudantil. Ele nasceu politicamente, da necessidade de derrubar o Fernando Collor de Mello, para implantar uma pauta mais agressiva da esquerdopatia tupiniquim. Ou seja, a necessidade da implantação da “ditadura do proletariado”.
Agora, depois de muitas peripécias pelo mundo do crime político, o indivíduo finalmente, agora sem foro privilegiado, e depois de julgado e condenado em primeira e segunda instância, já pode assumir seu cargo em algum presídio federal, pois, encontra-se já, devidamente diplomado, e portanto apto, a começar o cumprimento de seu mandato. Agora, um mandato judicial, tão importante, quanto todos os outros que ele assumiu ao longo de sua carreira.

Lá, já no quase longínquo 05 de fevereiro de 2019, o moleque, que já pode ser chamado por sua alcunha atual: criminoso condenado, teve a sua condenação homologada em 2ª instância. O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, parece ter querido honrar as suas funções e manteve a condenação do réu Lindbergh Farias.

O petista havia sido condenado em 1ª instância no processo que tramitou na Comarca de Nova Iguaçu, pela distribuição de leite a população, acompanhada de material de promoção pessoal.
Naturalmente que ele entrou com recursos mas, graças a Deus, seu recurso não obteve êxito, e o Tribunal de Justiça confirmou a condenação.
E assim, podemos esperar que mais dia menos dia, esse canalha estará vendo o sol nascer quadrado.

É claro e evidente que viria a turminha do deixa disso, para defender o indefensável. Ou seja, um amiguinho da quadrilha, não pode ser preso.
E não pode ser preso, porque eles sabem que no momento que esse indivíduo seja colocado em alguma cela, ele vai tentar uma negociação com a justiça, e isso poderá gerar alguma delação premiada, que colocará algum cacique, no mínimo na mira da justiça.
Então Gleisi, sai em defesa do criminoso, pois sabe, que ele é perigoso até mesmo para ela.

Então Gleisi Lula Hoffmann, publica em seu twitter:
Soube agora que @lindberghfarias foi condenado pelo TJ do Rio por utilizar uma logomarca – sol estilizado com inscrição “Prefeitura de Nova Iguaçu” – em um programa municipal quando era prefeito. Alegaram promoção pessoal.
O que nos sobra da Justiça?
A complacência com Flávio Bolsonaro?!” (05/02/19)

=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=

“Se depois de 14 milhões de desempregados;
Se depois de transformarem a educação em prostituição;
Se depois de 60.000 (sessenta mil) assassinatos por ano;
Se depois do endividamento de 90% das famílias;
Se depois da falência total da Saúde Pública;
Se depois da volta das doenças há séculos erradicadas;
Se depois da maior roubalheira da história do ocidente;
Se depois de a cúpula toda de um partido estar presa;
Se depois de tudo isso eu parar para discutir com um eleitor do Lula (PT), nesse momento o idiota serei eu.” (autoria desconhecida)

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 99820-9599 (TIM)
(41) 98514-8333 (OI)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 290519 – Burburinho: As diplomações de novos presidiários – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

@elyvidal @radiocrista @pastorelyvidal @conipsip @CiepClube
#FalaPortaldaRadio #conipsi #cojae #dojae

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.