Base Aérea Anápolis-Go, reformas para receber novas aeronaves

“Todo país tem uma Força Armada. Ou própria, ou de outro país. Pensem bem nisso, e, Brasil, acima de tudo!” – (general Geraldo Antonio Miotto)

Como pudemos observar pela mídia, reformas e adequações foram programadas e divulgadas em 20/08/18, a serem feitas na Base Aérea de Anápolis em Goiás, distante 55 km de Goiânia.
Essas atitudes foram tomadas em função das necessidades, para se receber caças mais modernos e um avião cargueiro maior produzido no Brasil.
Segundo informações, o cargueiro em questão é um KC-390, que tem a capacidade de transportar até 26 toneladas, e que deve chegar já em 2019.
Além disso, está prevista a chegada de 36 unidades do caça Gripen de fabricação Sueca e que deve começar ser entregue a partir de 2021.

Segundo consta o coronel aviador Antônio Marcos Mioni, que encontra-se lotado como comandante da Base Aérea, explica a necessidade da preparação da Base, com a ampliação do pátio, bem como a construção de hangar, e reformas de instalações, como também outros processos de adequação para a recepção desses novos aviões.

Ainda segundo o coronel aviados Mioni, haverá em função da chegada desses novos equipamentos, uma contribuição ímpar para a proteção do espaço aéreo brasileiro, o que por si só já configura a necessidade como emergencial e prioritária.

“Teremos condições de fazer buscas no mar, buscas na terra, missão de combate a incêndio, ele tem capacidade de autodefesa, pode fazer reabastecimento em voo, tanto de caças como dela própria. Então teremos uma aumento na nossa capacitação muito grande”, destaca o coronel Mioni.

Alguns fatores foram preponderantes para a escolha da Base Aérea de Anápolis, um deles foi o fato de ela haver sido criada em 1972. Outro fator importantíssimo e que responde pela quase totalidade na escolha, reside no fato de a Base ter uma localização estratégica no Brasil, sua proximidade com Brasília, e o fato de que na região o tráfego aéreo não é tão intenso. (fontes de informação G1 – entre outras)

-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-x-

O crime existe portanto, em decorrência da cultura da impunidade que vigora tão fortemente em nosso país.
Observe-se que não se trata de aceitação ou não do crime, não se trata de que o criminoso seja um coitadinho, ou seja lá o que queira a turminha dos “Direitos dos Manos”; afinal de contas, temos que levar em conta que nem mesmo criminosos, portanto gente que atua no meio, não aceita o crime em si, como algo natural. Basta ver como eles tratam as pessoas que cometem os mesmos crimes em seu meio, eles não costumam perdoar, e costumam aplicar penas, às vezes, muito mais severas aos mesmos delinquentes, que a turminha dos “Direitos dos Manos” quer perdoar.
E assim vemos, que um delinquente, “coitadinho”, sabe, que na área dominada, por tal ou qual facção, ali não se tolera determinadas atitudes, e que o cometimento do crime, poderá levá-lo a julgamento, junto aos próprios “senhores” do pedaço, que dominam aquela área.

“Porque a sabedoria serve de defesa, como de defesa serve o dinheiro; mas a excelência do conhecimento é que a sabedoria dá vida ao seu possuidor.” (Ec 7:12)

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333 (Oi)
(41) 99820-9599 (Tim)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 170918 – Base Aérea Anápolis-Go, reformas para receber novas aeronaves – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

#COJAE

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.