Artigos

Finalmente conseguimos… Deus ouviu as nossas orações

Louvo a Deus que é Pai, por tão grande consideração de me dar mais uma oportunidade de viver em uma nação comandada pelo grande Exército Brasileiro, onde imperam valores.
Valores que representam a família, que fortalecem a sociedade como um todo.
Finalmente vou ver meu País novamente sendo alçado à categoria de uma Nação em pleno crescimento, onde imperam a Lei e a Ordem, onde o amor à Pátria são valores que não se esquecem jamais, pois é a terra de meus pais, a terra que meus filhos herdarão, em que meus netos brincarão.
Que Deus abençoe este povo e que permita, cada um construindo uma sociedade melhor e mais justa a tantos quantos queiram vir em paz.
Que o Senhor Jesus Cristo de Nazaré nos guie na Paz, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, amém e amém!!! – (ely silmar vidal – jornalista e presidente da DOJAE – Diário Oficial da Justiça Arbitral e Ecleaisástica)

Hino Nacional Brasileiro – (Letra: Joaquim Osório Duque Estrada – Música: Francisco Manuel da Silva)

O Hino Nacional Brasileiro, segundo alguns autores, foi composto para comemorar a independência da nossa Pátria. Se Francisco Manuel não o escreveu nos quatro últimos meses de 1822, deve tê-lo feito no decorrer de 1823, sendo que, neste último ano, a peça teve sua primeira execução oficial. O compositor ainda não chegara aos 30 precisando melhor, deveria contar, então, com 27 ou 28 anos de idade.

Parte I

Ouviram do Ipiranga as margens plácidas
De um povo heróico o brado retumbante,
E o sol da liberdade, em raios fúlgidos,
Brilhou no céu da pátria nesse instante.

Se o penhor dessa igualdade
Conseguimos conquistar com braço forte,
Em teu seio, ó liberdade,
Desafia o nosso peito a própria morte!

Ó Pátria amada,
Idolatrada,
Salve! Salve!

Brasil, um sonho intenso, um raio vívido
De amor e de esperança à terra desce,
Se em teu formoso céu, risonho e límpido,
A imagem do Cruzeiro resplandece.

Gigante pela própria natureza,
És belo, és forte, impávido colosso,
E o teu futuro espelha essa grandeza.

Terra adorada,
Entre outras mil,
És tu, Brasil,
Ó Pátria amada!
Dos filhos deste solo és mãe gentil,
Pátria amada,
Brasil!

Parte II

Deitado eternamente em berço esplêndido,
Ao som do mar e à luz do céu profundo,
Fulguras, ó Brasil, florão da América,
Iluminado ao sol do Novo Mundo!

Do que a terra, mais garrida,
Teus risonhos, lindos campos têm mais flores;
“Nossos bosques têm mais vida”,
“Nossa vida” no teu seio “mais amores.”

Ó Pátria amada,
Idolatrada,
Salve! Salve!

Brasil, de amor eterno seja símbolo
O lábaro que ostentas estrelado,
E diga o verde-louro dessa flâmula
– “Paz no futuro e glória no passado.”

Mas, se ergues da justiça a clava forte,
Verás que um filho teu não foge à luta,
Nem teme, quem te adora, a própria morte.

Terra adorada,
Entre outras mil,
És tu, Brasil,
Ó Pátria amada!
Dos filhos deste solo és mãe gentil,
Pátria amada,
Brasil!

Atualizado ortograficamente em conformidade com Lei nº 5.765 de 1971, e com art.3º da Convenção Ortográfica celebrada entre Brasil e Portugal. em 29.12.1943. – (copiado da internet e publicado por ely silmar vidal –
jornalista e presidente da DOJAE – Diário Oficial da Justiça Arbitral e Ecleaisástica)
http://www.facebook.com/apostoloelyvidal/videos/702898093173247/?l=1968606008247890492

Confiança Plena em Deus

“Não estejais inquietos por coisa alguma; antes, as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus, pela oração e súplicas, com ação de graças.
E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus.
Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.” (Fp 4:6-8) – (ely silmar vidal – jornalista e presidente da DOJAE – Diário Oficial da Justiça Arbitral e Ecleaisástica)

O Sonho de José – (Mattos Nascimento & Andre Valadão)

Como José teve um sonho e contou
Você pode sonhar e Deus vai cumprir
Mesmo em prisão ele não desistiu
Esperou a promessa e Deus a porta abriu

Deus vai fazer o que você sonhar
Pois os sonhos de Deus ninguém pode frustrar
O sol e a lua vão te obedecer
Toda autoridade estará com você

Deus vai realizar os teus sonhos
Mesmo em tempo de seca
Muita chuva terá
Você agora está no deserto
Mas eu sei que está perto
Da sua benção chegar

A vontade de Deus
Ninguém pode frustrar
Nossos sonhos vai realizar
Não desista jamais
Faça como José
Que esperou Deus agir e venceu
Através da fé
http://www.facebook.com/apostoloelyvidal/videos/702789709850752/?l=50139093997278860

Leopard, Carro de Combate de Guerra, Manobras do Leopard.

Este é um dos mimos do nosso exército, trata-se de um carro de combate de fabricação alemã que custou muito caro, mas que vem a somar em nossas defesas.
Um veículo com tão excelente aceitação que os Israelenses resolveram também passar a fabricar essa belezinha. – (ely silmar vidal –
jornalista e presidente da DOJAE – Diário Oficial da Justiça Arbitral e Ecleaisástica) Proteção
A proteção blindada do Leopard 1A5 pode ser considerada adequada para o cenário sul-americano, porém uma simples adição de um pacote de blindagem adicional daria novas dimensões ao poder de combate destes veículos, o que é uma repotencialização simples, rápida e relativamente barata de se fazer. No mercado internacional existem kits de blindagem da própria Krauss-Maffei Wegmann (KMW) alemã, da Rafael israelense, entre outros. Um tipo que vale a pena mencionar é o MEXAS (Modular Expandable Armour System), desenvolvido pela empresa alemã IBD e adotada pelo Exército Canadense para equipar seus Leopard C2 (1A5), dotando-os de proteção blindada capaz de fazer frente às munições de última geração. Mobilidade
A menos viável das mudanças, por envolver grandes custos e mão de obra. Seria interessante utilizar um motor MTU MT 881 ou um MTU MB 871 para trazer o Leopard 1A5 para um nível de mobilidade um pouco superior ao que possuía o EE-T1 P1 Osório, e ainda reduzir seu consumo de combustível, mas isto pode ser considerado algo supérfluo face nosso cenário de emprego, principalmente se observadas as VBTT ou VBCI eventualmente empregadas para acompanhar os Carros de Combate em nosso Exército.
http://www.facebook.com/apostoloelyvidal/videos/702775569852166/?l=415489123085835860

Fazenda próxima de Ponta Grossa – Paraná invadida pelo MST

Uma fazenda em Ponta Grossa – Pr, foi invadida por membros do MST e já causaram uma vítima fatal, após agressões aos proprietários da referida fazenda.
ATO TERRORISTA não tem outra cara, isso é somente para colocar a população em polvorosa e impedir que o povo vá às ruas.
Pedimos que as Forças Armadas vá para cima!! – (ely silmar vidal – jornalista e presidente do DOJAE – Diário Oficial da Justiça Arbitral e Ecleaisástica – 15/08/2015)

O SENHOR, Justiça Nossa.

“E levantaram-se os filhos de Israel, e subiram a Betel, e perguntaram a Deus, e disseram: Quem dentre nós subirá primeiro a pelejar contra Benjamim? E disse o SENHOR: Judá subirá primeiro.
Levantaram-se, pois, os filhos de Israel pela manhã e acamparam-se contra Gibeá.
E os homens de Israel saíram à peleja contra Benjamim; e ordenaram os homens de Israel contra eles a peleja ao pé de Gibeá.
Então, os filhos de Benjamim saíram de Gibeá e derribaram por terra, naquele dia, vinte e dois mil homens de Israel.
Porém esforçou-se o povo dos homens de Israel, e tornaram a ordenar a peleja no lugar onde no primeiro dia a tinham ordenado.
E subiram os filhos de Israel, e choraram perante o SENHOR até à tarde, e perguntaram ao SENHOR, dizendo: Tornar-me-ei a chegar à peleja contra os filhos de Benjamim, meu irmão? E disse o SENHOR: Subi contra ele.
Chegaram-se, pois, os filhos de Israel aos filhos de Benjamim, no dia seguinte.
Também os de Benjamim no dia seguinte lhes saíram ao encontro fora de Gibeá e derribaram ainda por terra mais dezoito mil homens, todos dos que arrancavam a espada.” (Jz 20:18-25)

Vincimur in praelio, sed non in bello – perdemos uma batalha, mas não a guerra. A justiça pode cair por terra, mas ela se levantará outra vez. (Matthew Henry)

“Nos seus dias, Judá será salvo, e Israel habitará seguro; e este será o nome com que o nomearão: O SENHOR, Justiça Nossa.” (Jr 23:6)

PF diz que Lula estava preocupado com “assuntos do BNDES”

Grampo da Lava Jato pegou conversa entre executivo da Odebrecht Alexandrino Alencar e ex-presidente Lula na noite de 15 de junho de 2015
A Polícia Federal citou o nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nos autos da Operação Lava Jato sobre a empreiteira Odebrecht. Em relatório final de interceptação telefônica da Operação Erga Omnes, 14ª fase da Lava Jato, a PF informa ao juiz federal Sérgio Moro que o ex-presidente conversou com o executivo Alexandrino de Salles Ramos Alencar, da empreiteira Odebrecht no dia 15 de junho de 2015. Quatro dias depois do telefonema, Alexandrino Alencar foi preso com o presidente da maior empreiteira do País, Marcelo Bahia Odebrecht.
Segundo o relatório, Lula estaria preocupado com ‘assuntos do BNDES’. A PF não grampeou o ex-presidente. Os investigadores monitoravam os contatos do executivo, por isso a conversa foi gravada.
“Outro contato considerado relevante ocorreu em 15 de junho de 2015 às 20:06, entre Alexandrino Alencar e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Nele ambos demonstram preocupação em relação aos assuntos do BNDES referindo-se também a um artigo assinado por Delfim Netto que seria publicado no dia seguinte sobre o tema. Alexandrino disse também que Emilio (Emilio Odebrecht) teria gostado da nota que o Instituto Lula (… “criado pelo ex-presidente em 2011, depois que ele deixou o governo, para trabalhar pela erradicação da fome no mundo, aprofundar a cooperação com os países africanos e promover a integração latino-americana, entre outros objetivos”) teria lançado depois da divulgação do laudo pericial acerca da contabilidade da empresa Camargo Corrêa, que teria doado três milhões de reais ao Instituto entre 2011 e 2013 e efetuado pagamentos a Lils Palestras Eventos e Publicidade LTDA na ordem de R$ 1,5 milhão no mesmo período”, assinalou o delegado federal Eduardo Mauat da Silva, que integra a força-tarefa da Lava Jato.
O Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) é alvo de uma CPI no Congresso, que investiga suspeitas de empréstimos contrários ao interesse público feitos durante as gestões de Lula e da presidente Dilma Rousseff – 2003 a 2015.
Outro nome citado no relatório é de Marta Pacheco Kramer, executiva da Odebrecht. Segundo a PF, Alexandrino Alencar disse que Marta seria ligada ao Instituto Lula.
“O investigado também recebeu ligações de Marta Pacheco Kramer na data da deflagração da operação as 06:06 da manhã do dia 19 de junho de 2015. Curiosamente, Marta foi identificada pelo próprio Alexandrino como vinculada ao “Instituto Lula” o que restou consignado junto ao auto de arrecadação lavrado na residência do investigado acerca dos contatos telefônicos feitos pelo mesmo quando da chegada da equipe”, informou o delegado federal Eduardo Mauat da Silva.
COM A PALAVRA, O INSTITUTO LULA
O Instituto Lula disse que não vai comentar a referência ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no relatório da Polícia Federal. A entidade nega que Marta Pacheco Kramer tenha qualquer vínculo com o Instituto.
http://www.istoe.com.br/reportagens/432128_PF+DIZ+QUE+LULA+ESTAVA+PREOCUPADO+COM+ASSUNTOS+DO+BNDES

CUIDADO COM A LÍNGUA

Em recente artigo, observamos que a situação de desgoverno e de caos do país lembrava a de 1964. Fomos interpelados por alguns leitores, temendo ver em nossas palavras uma ameaça velada de intervenção militar, sem considerar que o Clube Militar não tem competência para tal, inclusive por ser uma entidade de direito privado, sem qualquer vínculo de subordinação com as Forças Armadas.
Sua influência restringe-se ao campo das ideias, quando procuramos interpretar o pensamento da maioria de nossos associados.
Comentamos, poucos dias depois, que o diálogo prometido pela Presidente Dilma iria limitar-se aos 7% da população que ainda apoia seu governo.
Ontem o “diálogo” começou. Após um encontro de Dilma com os “movimentos sociais” no Palácio do Planalto, o Presidente da CUT, Vagner Freitas, ameaçou “pegar em armas” em defesa do governo. Declarou estar preparado com “armas” e um “exército” para barrar qualquer tentativa dos “coxinhas” de tirá-la do poder. Na defesa do governo, declarou estar pronto para ir para as ruas entrincheirado, com armas na mão.
À noite, em programa de televisão de audiência nacional, afirmou que houvera um mal-entendido, que não pensara em incitar a violência, que usara uma figura de linguagem ao falar em armas. Disse, também, que seu exército era composto de organizações de trabalhadores, greves e atos públicos, na defesa da democracia. Naturalmente, referia-se à sua democracia sindicalista, dona do monopólio do poder e da verdade, no seu entendimento.
É bom lembrar que o Brasil só tem um Exército, que dispõe legalmente do monopólio da força, em defesa do Estado Brasileiro. Qualquer outro grupo armado que venha às ruas terá que enfrentá-lo.
Cuidado com a língua e com as ameaças, Vagner Freitas. Você terá oportunidade de esclarecer em juízo o verdadeiro sentido de suas palavras, na ação que será movida a esse respeito.
Gen Gilberto Rodrigues Pimentel é Presidente do Clube Militar. – http://clubemilitar.com.br/pensamento-do-clube-militar-39/

santificai-vos e sede santos

“Portanto, santificai-vos e sede santos, pois eu sou o SENHOR, vosso Deus.
E guardai os meus estatutos e cumpri-os. Eu sou o SENHOR que vos santifica.” (Lv 20:7-8)

“Eu sou o Senhor, vosso Deus. Por isto, sejam santos. Sejam santos para que possam ser semelhantes Àquele a quem pertencem, e possam ser agradáveis a Ele. A santidade é adequada à sua casa e à sua família.
Eu sou o Senhor que vos santifica. Deus os santificava, por privilégios, leis e favores peculiares, que os distinguiam de todas as outras nações, e os dignificavam como um povo consagrado a Deus. Ele lhes deu a sua palavra e ordenanças para que fossem os meios da sua santificação e o seu bom Espírito para instruí-los.
Por isso eles deveriam ser santos, caso contrário receberiam a graça de Deus em vão.
Se é o Senhor que nos santifica, nós podemos esperar que a obra seja feita, embora seja difícil.” (Matthew Henry)

“Ora, quem para isso mesmo nos preparou foi Deus, o qual nos deu também o penhor do Espírito.” (2 Co 5:5)

“Trabalhe a sua salvação, pois é Deus quem a realiza em sua vida.” (Matthew Henry)