Amontoar brasas sobre a própria cabeça

“Não digas: Vingar-me-ei do mal; espera pelo Senhor, e ele te livrará.” (Pv 20:22)

Os que vivem neste mundo devem esperar que lhes sejam feitas ofensas, afrontas, e que lhes sejam criadas dificuldades injustamente, pois vivem entre espinhos. Aqui, lemos o que fazer quando nos for feita uma injustiça.

1 – Não devemos nos vingar, nem mesmo pensar em vingança, nem desejá-la: não digas, nem mesmo em teu coração: “Vingar-me-ei do mal”.
Não te alegres com a ideia de que, em uma ocasião ou outra, terás a oportunidade de ajustar as coisas com ele.
Não desejes vingança, nem esperes por ela, e muito menos decidas vingar-te, nem mesmo quando a ofensa for recente e o ressentimento causado por ela, muito profundo.
Nunca digas que farás alguma coisa que não possas, com fé, pedir que Deus te ajude a colocar em prática, o que venha a ser uma atitude vingativa.

2 – Nós devemos recorrer a Deus, e deixar que ele defenda a nossa causa, preserve o nosso direito e ajuste as contas com aqueles que nos fazem o mal, da maneira como Ele julgar adequado, e no seu devido tempo: espera pelo Senhor; e dedica-te a agradá-lo, aquiesce com a sua vontade, e Ele não diz que irá punir aquele que te ofendeu (pelo contrário, Ele deseja que tu o perdoes e ore por ele), mas Ele te livrará, e isto é o suficiente. Ele te protegerá, de modo que quando passares por uma ofensa (como tememos, normalmente), não te exporá a outra; na verdade, Ele te recompensará com o bem, para contrabalançar a tua dificuldade e encorajar a tua paciência, como Davi esperou, quando Simei o amaldiçoou. – (Matthew Henry – Comentários Provérbios 20:22 – pg: 826)

“Porventura o Senhor olhará para a minha miséria; e o Senhor me pagará com bem a sua maldição deste dia.” (2 Sm 16:12)

Essa foi a contemplação de Davi, na passagem que segue:

“E, amaldiçoando-o Simei, assim dizia: Sai, sai, homem de sangue, e homem de Belial.
O Senhor te deu agora a paga de todo o sangue da casa de Saul, em cujo lugar tens reinado; já deu o Senhor o reino na mão de Absalão teu filho; e eis-te agora na tua desgraça, porque és um homem de sangue.
Então disse Abisai, filho de Zeruia, ao rei: Por que amaldiçoaria este cão morto ao rei meu senhor? Deixa-me passar, e lhe tirarei a cabeça.
Disse, porém, o rei: Que tenho eu convosco, filhos de Zeruia? Ora deixai-o amaldiçoar; pois o Senhor lhe disse: Amaldiçoa a Davi; quem pois diria: Por que assim fizeste?
Disse mais Davi a Abisai, e a todos os seus servos: Eis que meu filho, que saiu das minhas entranhas, procura a minha morte; quanto mais ainda este benjamita? Deixai-o, que amaldiçoe; porque o Senhor lho disse.
Porventura o Senhor olhará para a minha miséria; e o Senhor me pagará com bem a sua maldição deste dia.
Prosseguiram, pois, o seu caminho, Davi e os seus homens; e também Simei ia ao longo do monte, defronte dele, caminhando e amaldiçoando, e atirava pedras contra ele, e levantava poeira.” (2 Sm 16:7-13)

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 261118 – Amontoar brasas sobre a própria cabeça – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

#COJAE @elyvidal @radiocrista @pastorelyvidal @conipsip #FalaPortal #MiottoéÓttimo #conipsi #cojae #dojae #ciepClubedeImprensa #bandeiradoBrasilnajanela

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.