Acreditamos no mesmo Deus?

Muita gente, adepto à alguma religião, ou não, diz que acredita em Deus e, que no fim, todos cremos no mesmo Deus, pois, afinal, viemos todos do mesmo lugar. É mesmo verdade?
Não, essa afirmação não tem sentido algum e, quem prega isso tem, ao menos, um dos seguintes objetivos:
1 – São contra a religião e por isso fazem o possível para destruí-la. Dessa forma, descreditam Deus e a religião.
2 – Pessoas que querem incluir muçulmanos – por razões bem óbvias – no mesmo grupo dos cristãos e judeus.

Vejamos o que nos distingue. Se você fizer as seguintes perguntas você saberá se a pessoa que afirma isso, seja da religião que for, realmente crê no mesmo Deus que você. 1 – Crê no Deus de Israel?
Aquele que revelou sua vontade moral por meio dos 10 mandamentos e dos profetas na Bíblia judaica. 2 – Esse Deus julga o comportamento moral de cada ser humano?
Claramente um Deus que não faça isso não é nem o cristão, nem o judaico. Esteja alerta, os terroristas islâmicos crêem que Deus os julgará pela sua fé e busca por cumprir a Jihad, não pelo seu comportamento moral. 3 – Você acredita no Deus que entregou os 10 mandamentos?
Esta pergunta precisa ser feita. Afinal, se Deus nunca revelou sua vontade moral, como saberíamos quais comportamentos ele exige de nós e o que ele julga?

E os cristãos que acreditam no Deus de Israel, mas também acreditam, por definição, na Trindade cristã? Eles acreditam no mesmo deus que judeus e outros não-cristãos que acreditam apenas nestes três critérios? Eu entendo que sim. E o mesmo seria válido para um muçulmano que acredita nestas três noções, mas também acredita que o Alcorão é a única revelação totalmente válida.

Bom, agora porque então eu decidi falar sobre isso?
Porque os muçulmanos estão ficando mais e mais violentos aqui no Brasil e são os mais perigosos. Eles gritam para nos calar, com o apoio da mídia internacional, e, ousados como são, afirmam que nós os queremos amordaçar.
Pregam por aí que padres, pastores e rabinos pregam o ódio contra eles ao afirmar, dentre outras coisas, que não cremos todos no mesmo Deus.
Em primeiro lugar, de fato, a maioria dos muçulmanos não crê no mesmo Deus que nós cremos.
Em segundo lugar, porque eles estão agindo contra nossas leis – pois só importa a Sharia’ – e comprando, ou simplesmente manipulando, nossa mídia, com dinheiro dado por nossos governos e por ditaduras por aí afora.

Afirmo que os muçulmanos discordam dos cristãos na doutrina da trindade, em quem é Jesus (Issa) e em como vamos ao paraíso.

De acordo com o Qorão, Deus não ama os não-crentes, os infiéis, Deus é, na verdade, inimigo deles. Apenas ama os que primeiro o amam.
Ele deu seu próprio filho – algo em que os muçulmanos não crêem – o que prova que seu amor é universal, imparcial e incondicional.

Portanto, eles não crêem em Jesus como o próprio Deus, especificamente, na encarnação do próprio verbo (Deus) e na sua crucificação e, portanto, ressurreição. Por consequência, não crêem na trindade – inclusive, pregam na maioria das mesquitas que somos politeístas. Por fim, pensam que podem comprar sua ida ao paraíso cumprindo os pilares do islã (doações aos pobres, cumprir as rezas diárias etc…)
De acordo com eles, a salvação só é alcançada de acordo com como você seguiu os mandamentos de Deus ao longo da vida.

É pelo favor de Deus que somos salvos e não por nossos méritos. Qualquer um que já cantou uma canção cristã como Amazing Grace sabe da verdade.

(Tradução com adaptação de André Koscianski Vidal – Jornalista Rádio Evangélica) – Fontes: -youtube.com/watch?v=bEJ9TxCEMOY-
-dennisprager.com/do-jews-christians-and-muslims-believe-in-the-same-god-

(ap. Ely Silmar Vidal – skype: siscompar – fones: 041-41-99820-9599 (TIM) – 021-41-99821-2381 (CLARO e WhatsApp) – 015-41-99109-8374 (VIVO) – 014-41-98514-8333 (OI) – mensagem 050817 – Acreditamos no mesmo Deus? – imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos:

(ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.elyvidal.com.br

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.