A oração de Jesus pelos seus discípulos

“Jesus falou essas coisas e, levantando os olhos ao céu, disse: Pai, é chegada a hora; glorifica a teu Filho, para que também o teu Filho te glorifique a ti,
assim como lhe deste poder sobre toda carne, para que dê a vida eterna a todos quantos lhe deste.
E a vida eterna é esta: que conheçam a ti só por único Deus verdadeiro e a Jesus Cristo, a quem enviaste.
Eu glorifiquei-te na terra, tendo consumado a obra que me deste a fazer.
E, agora, glorifica-me tu, ó Pai, junto de ti mesmo, com aquela glória que tinha contigo antes que o mundo existisse.
Manifestei o teu nome aos homens que do mundo me deste; eram teus, e tu mos deste, e guardaram a tua palavra.
Agora, já têm conhecido que tudo quanto me deste provém de ti,
porque lhes dei as palavras que me deste; e eles as receberam, e têm verdadeiramente conhecido que saí de ti, e creram que me enviaste.
Eu rogo por eles; não rogo pelo mundo, mas por aqueles que me deste, porque são teus.
E todas as minhas coisas são tuas, e as tuas coisas são minhas; e nisso sou glorificado.
E eu já não estou mais no mundo; mas eles estão no mundo, e eu vou para ti. Pai santo, guarda em teu nome aqueles que me deste, para que sejam um, assim como nós.
Estando eu com eles no mundo, guardava-os em teu nome. Tenho guardado aqueles que tu me deste, e nenhum deles se perdeu, senão o filho da perdição, para que a Escritura se cumprisse.
Mas, agora, vou para ti e digo isto no mundo, para que tenham a minha alegria completa em si mesmos.
Dei-lhes a tua palavra, e o mundo os odiou, porque não são do mundo, assim como eu não sou do mundo.
Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal.
Não são do mundo, como eu do mundo não sou.
Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade.
Assim como tu me enviaste ao mundo, também eu os enviei ao mundo.
E por eles me santifico a mim mesmo, para que também eles sejam santificados na verdade.
Eu não rogo somente por estes, mas também por aqueles que, pela sua palavra, hão de crer em mim;
para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, e eu, em ti; que também eles sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste.
E eu dei-lhes a glória que a mim me deste, para que sejam um, como nós somos um.
Eu neles, e tu em mim, para que eles sejam perfeitos em unidade, e para que o mundo conheça que tu me enviaste a mim e que tens amado a eles como me tens amado a mim.
Pai, aqueles que me deste quero que, onde eu estiver, também eles estejam comigo, para que vejam a minha glória que me deste; porque tu me hás amado antes da criação do mundo.
Pai justo, o mundo não te conheceu; mas eu te conheci, e estes conheceram que tu me enviaste a mim.
E eu lhes fiz conhecer o teu nome e lho farei conhecer mais, para que o amor com que me tens amado esteja neles, e eu neles esteja.” (Jo 17:1-26)

Vemos portanto Jesus afirmando a importância da Vida Eterna, ao que temos dado muito pouca atenção em nossas vidas e em nossos cultos. Faz-se necessário que observemos, que a vida eterna é mandamento da parte de Deus para nossas vidas.

“Porque eu não tenho falado de mim mesmo, mas o Pai, que me enviou, ele me deu mandamento sobre o que hei de dizer e sobre o que hei de falar.
E sei que o seu mandamento é a vida eterna. Portanto, o que eu falo, falo-o como o Pai mo tem dito.” (Jo 12:49-50)

Sendo portanto um mandamento, temos que entendê-lo com a importância devida, e dar-lhe o valor merecido.
Quando entendemos isso, percebemos que estamos muito preocupados com esta vida que levamos, dando muito pouco, ou nenhum valor, ao que de fato, mereceria a nossa atenção.
Jesus, mesmo sendo Deus, fez-se homem e como homem, respeitou a hierarquia e a vontade divina.
E quando dirige-se a Deus Pai, não o coloca contra o muro, tão somente pede ao Pai, que seja, por Sua misericórdia, atendidas as reivindicações na oração.
Assim, torna-se importante, que, ao nos dirigirmos a Deus, que entendamos nosso lugar e que não usurpemos da soberania.
Tornou-se hábito e lugar comum, colocarmo-nos como quem determina e Deus obedece, no entanto, fica fácil perceber, que o correto é pedirmos ao Pai, tal como encontramos na oração do Pai Nosso, “Seja feita a Tua vontade”, para louvor, honra e glória, do doce, santo e sagrado nome “YHVH”.
Que Deus abençoe a todos em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, amém e amém!!!

(ely silmar vidal – skype: siscompar – fones: DDD (041) (TIM) 9820-9599 – (CLARO e Whatsapp) 9821-2381 – (VIVO) 9109-8374 – (OI) 8514-8333 – mensagem 020816 – A oração de Jesus pelos seus discípulos – imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos:

(ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.elyvidal.com.br

#Cojae #Conipsi #Dojae #RádioEvangélica #PortalDaRádio #SantoDosSantos #InstitutoIESS #IgrejaEvangélicaSantoDosSantos

ps: – Caso queira conhecer um pouco acerca do trabalho sobre o qual o Senhor me pôs por despenseiro, visite:
www.elyvidal.com.br – (meu site pessoal)
www.cojae.com.br – (site da convenção COJAE da qual sou presidente)

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos! Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos. CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR. DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.