A Morte, ou A Volta

“E tu irás a teus pais em paz; em boa velhice serás sepultado.” (Gn 15:15)

Todo homem precisa morrer, após peregrinar por lugares desconhecidos, enfim estamos destinados à volta à bela Canaã, só que neste caso, é a Canaã celestial.

“Pelo que eis que eu te ajuntarei a teus pais, e tu serás ajuntado em paz à tua sepultura, e os teus olhos não verão todo o mal que hei de trazer sobre este lugar. Então, tornaram a trazer ao rei a resposta.” (2 Rs 22:20)

Em santa medida, para que também não veja muitas das coisas de que não se agradará.
Muito do que está acontecendo e que certamente feriria ainda mais àquele que já peregrinou por um determinado período.
Após uma jornada, já muito do que vemos, começa a maltratar nossos corações, ao saber que os que vieram de nós e depois de nós, viveriam para ver coisas que de todo não lhes faria bem.

“Perece o justo, e não há quem considere isso em seu coração, e os homens compassivos são retirados, sem que alguém considere que o justo é levado antes do mal.” (Is 57:1)

“Ele irá aos seus pais em paz.
Observe:
[1] Nem mesmo os amigos e favoritos do céu estão isentos do golpe da morte. Somos nós maiores que o nosso pai Abrão, que está morto?

“És tu maior do que Abraão, o nosso pai, que morreu? E também os profetas morreram; quem te fazes tu ser?” (Jo 8:53)

[2] Os homens bons morrem voluntariamente. Eles não são apanhados, não são forçados, mas se vão. A sua alma não é pedida, como a do rico insensato, mas é entregue alegremente: eles não desejam viver para sempre neste mundo passageiro.

“Mas Deus lhe disse: Louco, esta noite te pedirão a tua alma, e o que tens preparado para quem será?” (Lc 12:20)

[3] Na morte, nós vamos para os nossos pais, todos os nossos pais que foram antes de nós à condição de mortos, aos nossos pais devotos que foram antes de nós à condição de abençoados.

“Finalmente, é levado à sepultura e vigia no túmulo.
Os torrões do vale lhe são doces, e ele arrasta após si a todos os homens; e antes dele havia inumeráveis.” (Jó 21:32-33)

O primeiro pensamento ajuda a remover o terror da morte, e o segundo lhe acrescenta consolo.

“à universal assembléia e igreja dos primogênitos, que estão inscritos nos céus, e a Deus, o Juiz de todos, e aos espíritos dos justos aperfeiçoados;” (Hb 12:23)

[4] Quando um homem bom morre, morre em paz. Se o seu caminho for a piedade, ou seja, o temor e a obediência ao Senhor, o seu futuro será paz.

“Nota o homem sincero e considera o que é reto, porque o futuro desse homem será de paz.” (Sl 37:37)

A paz exterior, até o final, é prometida a Abrão. Paz e verdade nos seus dias, não importando o que virá depois: a paz com Deus, e a paz eterna, são garantidas a toda a sua semente.

“Então, disse Ezequias a Isaías: Boa é a palavra do SENHOR que disseste. Disse mais: E não haverá, pois, em meus dias paz e verdade?” (2 Rs 20:19)

Não somente morreu em paz, mas morreu com honra, morreu e foi sepultado decentemente.” – (Matthew Henry)

(apóstolo ely silmar vidal – skype: siscompar – fones: (tim) 041-41-9820-9599 – (claro) 021-41-9821-2381 – (vivo) 015-41-9109-8374 – mensagem 240515 – A Morte, ou A Volta – imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos:

(ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

#Cojae #Conipsi #Dojae #RádioEvangélica #PortalDaRádio #TurbineSuasVendas #GanheVisitas #SantoDosSantos #InstitutoIESS #CalaaBocaPTralha #IntervençãoConstitucional #IgrejaEvangélicaSantoDosSantos

Comentários

Autor: Ely Vidal

Olá, eu sou Psicanalista, Jornalista, Teólogo e pai de 7 filhos maravilhosos!

Presido o Instituto IESS (Instituto de Educação e Serviço Social) que, dentre outras atividades, provê atendimentos psicanalíticos, suporte jurídico por meio da arbitragem e mediação de conflitos.

CIP (Psicanalista) sob nº 0001-12-PF-BR.
DRT (Jornalista) sob n° 0009597/PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *