Alerta Vermelho

Comunistas estão tentando roubar armas dos Quarteis brasileiros! – Fato ocorrido ontem (24/02/2016), na Base Aérea de São Paulo.
Acabou de entrar na BASP, dizendo ser CEL AV assessor direto do TB ROSSATO. Identidade falsa. DOM do CMTAER. Está preso. Estamos conduzindo o APF.
O falso coronel (Antonio Luiz Morgon Filho) estava de 5° Uniforme, bem fardado, e com uma pasta 007. Alegava que trabalhava em Brasília. Chegou de taxi e disse que mais tarde o motorista dele o viria buscar. Alegou que tinha servido na BASP durante muitos anos onde tirou muitos serviços.
Ao surgir a desconfiança, um major saiu com ele para ele “matar a saudade da BASP”. Ele pedia para rever o Paiol, ao que o major alegou que o Cmt da BASP não permitia ninguém de se aproximar dessa área restrita. Isso também chamou a atenção da segurança da BASP. Demonstrou interesse diversas vezes em rever o paiol.
Enquanto isso, a inteligência do levantava os dados do falso coronel, culminando com a voz de prisão, e a lavração do APF, ainda em curso. Ao ser dada voz de prisão, ele pediu para falar em particular, o que foi negado.
Ao ser preso, encontrava-se com uma pasta 007, e ao abrir-la, nela só havia dinheiro.
Suspeitamos de envolvimento de outras pessoas, quiça uma quadrilha, e de que ele estava aqui a mando de algum grupo maior.
A Segurança e Defesa da BASP está em alerta total, com medidas extras de segurança, pronta para repelir qualquer ameaça que venha a surgir.
Em rápida síntese, é o que eu tenho até o momento. Mantenho o grupo de CMTS informado. (Olhar Brasileiro) http://youtu.be/XrRbtW0ot_g

Oração

“E mamarás o leite das nações e te alimentarás aos peitos dos reis; e saberás que eu sou o SENHOR, o teu Salvador, e o teu Redentor, e o Possante de Jacó.” (Is 60:16)
“Ouvi, SENHOR, a tua palavra e temi; aviva, ó SENHOR, a tua obra no meio dos anos, no meio dos anos a notifica; na ira lembra-te da misericórdia.
Deus veio de Temã, e o Santo, do monte de Parã. A sua glória cobriu os céus, e a terra encheu-se do seu louvor.” (Hc 3:2-3)
“Porquanto, ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; o produto da oliveira minta, e os campos não produzam mantimento; as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja vacas,
todavia, eu me alegrarei no SENHOR, exultarei no Deus da minha salvação.
JEOVÁ, o Senhor, é minha força, e fará os meus pés como os das cervas, e me fará andar sobre as minhas alturas.” (Hc 3:17-19)

Porque só tu és Deus é que te ouvimos e que nos regozijamos no Deus de nossa salvação, no Deus da vida e da morte, no único que é eterno e todo poderoso.
E assim agradecemos porque tu nos acompanhas durante nossos passos por esta vida, e nos dá a vitória ante nossos inimigos.
Por isso, também, te abençoo em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, na santa unção com que fui ungido apóstolo, pela graça e misericórdia do Deus vivo… Amém e Amém!!! – (apóstolo ely silmar vidal)

Gleisi Petrolão diz: ‘governo do PT foi quem mais investiu em combate à corrupção’

Eis que, no meio de todo o fervo que está a ocorrer após a prisão do marqueteiro do PT, João Santana e sua trupe, a senadora paranaense, Gleisi Hoffmann, também chamada de Gleisi Petrolão pelos internautas, saiu com suas pérolas.
No Facebook, Gleisi assim falou:
O fato é que a Polícia Federal está atuando. E quem permitiu isso? Quem permitiu isso foram os governos do presidente Lula e da presidenta Dilma, que hoje são tidos e são vendidos pela mídia, pela imprensa, como os governos mais corruptos da história do país. Por que os arautos da moralidade que nos apontam o dedo, que governaram por tanto tempo esse país, não tomaram essas medidas? Acredito que a acirrada luta política no Brasil faz com que a elite que antes comandava o país queira repassar todos os seus pecados e crimes para o Partido dos Trabalhadores. Não se pode permitir que o PT pague sozinho essa conta.
NÃO SENADORA…
Não senadora, não é só o PT que é podre e todo mundo sabe disso. São todos os partidos e todo o sistema eleitoral e político que vocês do governo alimentam para se manter e tentar se eternizar no poder.
O povo não quer apenas a cabeça do PT, mas de todos os comunistas, os declarados e os travestidos de direita, em falsos partidos de oposição, incluindo REDE MELANCIA, PSDB, PP e tantos outros que foram pegos na Lava Jato com dinheiro roubado da Petrobras.
Então, esse papinho de ‘só o PT’, já faz tempo que não cola mais. No entanto, quem está no poder hoje é o PT. Os principais líderes e políticos metidos no Petrolão são do PT, PMDB e PP, e em menor grau os demais partidos.
Dessa, forma, chupa que é de uva.
-folhacentrosul.com.br/regioes/10132/gleisi-petrolao-diz-governo-do-pt-foi-quem-mais-investiu-em-combate-a-corrupcao

Mulher do Marqueteiro João Santana entrega tudo

Mulher do Marqueteiro João Santana entrega toda roubalheira em depoimento a Sergio Moro
A esposa do marqueteiro do Partido dos Trabalhadores, Mônica Moura, abriu a boca e entregou todos, em depoimento detalhou por onde o dinheiro andou. A mulher e sócia do marqueteiro petista João Santana, Mônica Moura, afirmou à Polícia Federal que a empreiteira Odebrecht pagou, por caixa dois, despesas da campanha à reeleição do ex-presidente da Venezuela Hugo Chávez, em 2011. Conforme a versão apresentada por Mônica, o custo de propaganda da campanha do presidente-ditador naquele ano foi de 35 milhões de dólares e “grande parte do valor foi recebido de maneira não contabilizada”.
Segundo ela, “em razão das dificuldades de pagamento”, na época procurou o então executivo da Odebrecht Fernando Miggliaccio, já que ele “colaboraria no custeio de parte da campanha”. Ao longo de três anos e até 2014, os dois mantiveram “diversos contatos”, inclusive encontros na sede da Odebrecht, disse Mônica à polícia.
Ela ainda estimou em “3 a 4 milhões de reais” os valores pagos pela Odebrecht no exterior, embora os investigadores da Operação Lava Jato atribuam à empreiteira repasses de pelo menos 3 milhões de dólares do grupo do herdeiro Marcelo Odebrecht por meio da empresa offshore Klienfeld. E apresentou uma versão quase vitimista sobre os milhões de dólares recebidos no exterior: “Em todas as suas campanhas, se não fosse por imposição dos contratantes, preferia que fosse tudo contabilizado”.
As investigações da Operação Lava Jato encontraram uma mensagem manuscrita por Mônica Moura que evidencia a desenvoltura com que ela trata com um operador de propinas os métodos para receber recursos em contas secretas fora do Brasil. Em um bilhete endereçado ao operador Zwi Skornicki e ao filho dele, Bruno, ela envia cópia de um contrato que firmou com outra empresa para receber recursos no exterior, mas reclama ser “muito burocrático”. Decide, então, recorrer a uma versão mais simples e – claro – “por motivos óbvios”, nas palavras dela, sem identificação da empresa.
Em depoimento à Polícia Federal, Mônica Moura disse que a maior movimentação da conta secreta Shellbill ocorreu a partir de 2011, e confessou que, para receber recursos, foi firmado um contrato fictício com a empresa Klienfeld, offshore ligada à Odebrecht. Ela ainda apresentou sua versão sobre o papel de Zwi Skornicki na trama. Segundo ela, os pagamentos feitos por Zwi ocorreram para quitar débitos da campanha presidencial de José Eduardo Santos à presidência de Angola, em 2012. Dos 50 milhões de dólares cobrados pelo casal Santana para a pré-campanha, campanha e consultoria de discursos de Santos, que está no poder desde o final dos anos 1970, 20 milhões de dólares foram pagos por meio de um contrato de gaveta. Zwi então foi procurado em seu escritório para repassar 4,5 milhões de dólares para o casal.
FONTE: PENSA BRASIL COM -noticiadorblog.com/1451148/[bomba]-mulher-do-marqueteiro-joao-santana-entrega-toda-roubalheira-em-depoimento-a-sergio-moro

Força-Tarefa da Lava Jato prevê prisões de condenados este ano

POSSIBILIDADE VEIO COM AUTORIZAÇÃO DE PRENDER CONDENADOS EM 2ª INSTÂNCIA
A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de alterar a jurisprudência e permitir que a execução penal seja cumprida após decisão judicial de segunda instância deve levar à prisão condenados na Operação Lava Jato ainda este ano, segundo previsão dos investigadores.
A força-tarefa da Operação Lava Jato considera que as provas reunidas nos processos de réus condenados pelo juiz federal Sérgio Moro, que terão recursos julgados em segundo grau ainda este ano, permitem que o Tribunal Regional Federal da 4.ª Região mande prender empresários, executivos e políticos.

“Acho que argumentos de sobra existirão para possibilitar a prisão dessas pessoas que não estão ainda detidas na Lava Jato, agora com base numa decisão definitiva de execução penal. Que, no meu ver, é muito mais gravoso do que a prisão preventiva”, afirmou o procurador da República Diogo Castor de Mattos, da força-tarefa da Lava Jato.

Um primeiro pacote de processos julgados pelo juiz Sérgio Moro, estão em grau de recurso no TRF-4 e podem ser julgados ainda este ano. Ao menos 17 condenados estão nesse grupo. Entre eles estão alvos das ações penais da 7ª fase da Lava Jato, deflagrada em novembro de 2014, que condenou empreiteiros da OAS, Camargo Corrêa, Engevix, entre outras.

Para as maiores bancas criminalistas do País, a decisão do STF foi um revés na estratégia de enxergar nas cortes superiores ambiente mais profícuo para o sucesso de recursos em prol de seus clientes. Mais de 800 pedidos foram apresentados nas cortes de 2.º e 3.º graus, desde o início da Operação Lava Jato, em março de 2014, até o mês passado. Desses, menos de 4% foram providos.

O criminalista Antônio Claudio Mariz de Oliveira, que defende um dos executivos ligado à Camargo Corrêa, considera “uma coisa muito hipotética”. “O Supremo não legisla, ele apenas decide num caso concreto, num caso específico. Quem faz lei no País é o Congresso. Portanto, a decisão (do Supremo) não vincula os tribunais”, disse.

A expectativa dos procuradores e dos delegados da Lava Jato é que, a partir da revisão de entendimento sobre a execução da pena pelo STF, as defesas de empreiteiros e políticos condenados passem a focar mais no mérito das acusações. (AE)
21/02/2016 -diariodopoder.com.br/noticia.php?i=49569432120

João Santana reclama do “clima de perseguição”

“Não sei quanto ao leitor, mas eu, que não sou bandido, não me sinto perseguido pelo juiz Sérgio Moro. Ao contrário: quero mais é que ele continue perseguindo criminosos poderosos!” (Rodrigo Constantino)
Rodrigo Constantino como sempre, muito lúcido e imparcial em seus comentários. Notamos seu interesse cada vez mais acentuado na defesa aos conceitos éticos e morais, que vêm sendo cada vez mais enxovalhados.
Ficamos muito satisfeitos, quando vemos a análise clara e concisa da nota que João Santana divulgou na imprensa, na tentativa de se defender dos assaltos aos cofres públicos, dos quais ele vem participando, com a quadrilha ora operante.
Fica clara pela nota de João Santana, a sua semelhança a Goebbels e portanto, nossa Polícia Federal, deve ser bastante dura com ele e com seus apaniguados.
E que, através do que vem acontecendo, que nossas gloriosas Forças Armadas, retomem o nosso País, com a máxima urgência. Não é justo deixar tantos pobres, inocentes e menos favorecidos sofrendo nas mãos da corruPTocracia que impera no Brasil… (ely silmar vidal) http://youtu.be/vbj8DYxg1JU

A união faz a força

Muitas das vezes pensamos apenas em nós mesmos, não sabemos a força que temos. Brigamos por coisas bobas, desperdiçamos muita coisa. Às vezes somos egoístas.
Mas chega, nosso grupo pode mudar tudo isso, podemos muito, basta sermos unidos, até mesmo, com quem não conhecemos.
Não vamos mudar o mundo, mas podemos ajudar uns aos outros à nossa volta. Nosso grupo só tem guerreiros, sei que todos são do bem. http://youtu.be/2iC8mOR0ukg

MILITARES brasileiros autorizados a BLOQUEAR celulares da POPULAÇÃO. Medida preocupa

Forças ARMADAS brasileiras autorizadas a BLOQUEAR celulares da POPULAÇÃO. Medida preocupa.
A Anatel, agência reguladora de telecomunicações no Brasil, autorizou o governo, por meio de equipamentos das Forças Armadas, a bloquear chamadas de telefones móveis quando e onde julgar necessário.
A autorização, inicialmente direcionada aos jogos olímpicos de 2016, em tese só se aplica aos casos de emergência e grande risco. Mas, isso abre “brechas”, já que o entendimento sobre o RISCO é quase sempre derivado de visões subjetivas.
Além dos Jogos Olímpicos, a nova regra pode ser usada para as operações de GLO (garantia da lei e da ORDEM).
Em países como o Paquistão é comum que, após relatórios de inteligência informarem da possibilidade de atentados, a telefonia móvel seja interrompida.
No momento atual vivido pelo Brasil, teme-se que uma norma desse tipo possa ser utilizada para prejudicar manifestações contrárias ao governo, com a justificativa, nem sempre comprovável, de que há suspeita de ações criminosas.
Terrorismo, GLO. Bloqueio de celulares. Dois lados da questão.
A medida é discutível. Em momentos críticos os profissionais de segurança tendem a tentar interromper a comunicação entre membros de grupos terroristas, Contudo, após momentos de grande crise é comum surgir relatos de pessoas que prestaram informações relevantes à polícia e outras que foram salvas justamente porque NÃO HOUVE bloqueio de celulares.
A referida aprovação segue a mesma linha da proibição aplicada ao WhatsApp, que cortou o aplicativo de mensagens no país por 48 horas em dezembro de 2015, depois que a empresa administradora descumpriu uma ordem judicial.
A informação embora divulgada pela ANATEL, não foi ainda amplamente distribuída no Brasil. Mas, foi mencionada em grandes jornais do planeta, como El Pais. Acredita-se que a sociedade cada vez mais se posiciona contra a intromissão do GOVERNO FEDERAL na vida civil e que por isso a informação de que teria o poder para interromper comunicações interpessoais poderia acabar derrubando mais ainda a credibilidade de DILMA ROUSSEFF, ao mesmo tempo que apimentaria a discussão sobre os limites do poder público sobre a vida privada e comunicações interpessoais.
Revista Sociedade Militar – 24/02/2016 -www.sociedademilitar.com.br/wp/2016/02/militares-brasileiros-autorizados-bloquear-celulares-da-populacao-medida-preocupa.html

Comprar ilusões de igualdade, pagando o preço da liberdade

Caros amigos, vale a pena repetir.
É importante que o “chavismo”, o “castrismo”, o “lulopetismo”, o “kirshnerismo” e seus congêneres continuem a cair pelo efeito da sua própria podridão e pelo atraso que representam no contexto da evolução política da humanidade.
A massa, mantida cativa ou inebriada pelas promessas populistas, visionárias, demagógicas, messiânicas e totalitárias desses líderes de barro de taipa, passa a sentir na carne a dor da realidade e do desmoronamento do engodo de que estava sendo vítima.
Qualquer alternativa que os tivesse tirado do poder, antes que o caos se instalasse e que a massa tivesse sentido na pele, no bolso e no estômago os efeitos da ilusão, teria sido motivo para reforçar seus poderes messiânicos e teria criado condições para transferir para a oposição a responsabilidade pelo fracasso do projeto e para mais endeusar os canalhas que, mesmo depois de mortos ou desmoralizados, continuam a assombrar e a tentar iludir os ignorantes de nações órfãs de líderes e de verdadeiros estadistas.
Já disse e repito, não há atalhos para o amadurecimento político, somente a educação, a cultura, o tempo e a dor do “ensaio-erro” podem dar às nações a estabilidade que as faça imunes às investidas do populismo socialista bolivariano, pregado e professado na América Latina pelos integrantes do Foro de São Paulo.
Cabe, em cada país, aos cidadãos, aos raros políticos de bem e às instituições não contaminadas estar atentos para vedar qualquer ação ilegítima que impeça a sociedade de ter devolvidos os seus sentidos de verdade e de honestidade o que lhe permitirá mudar de rumo baseada em um consenso que a fará ver a realidade e que não lhe permitirá, por mais uma vez, comprar ilusões de igualdade, pagando o preço da liberdade.
Gen Bda Paulo Chagas
-genpaulochagas.wordpress.com/2016/02/06/comprar-ilusoes-de-igualdade-pagando-o-preco-da-liberdade/ – Publicado em 06/02/2016

Pois bem, a República veio abaixo e tudo por um marqueteiro

Interessante que no caso de Al Capone, tudo veio abaixo por conta de um contador, e no caso da máfia “tupiniquim”, o marqueteiro.
Fico feliz, por que em todo tempo estive falando que tinha confiança no Dr. Sérgio Moro e em sua força-tarefa.
Para que minha felicidade seja completa, resta então que seja revelado, o fato de tudo isso estar acontecendo, amparado pelo serviço de Inteligência do Exército, e que isso faz parte de uma inovação no modelo de uma Intervenção Militar de Forças Armadas que merecem o respeito que muitos lhe devotam.
Reforço meus pedidos a Deus, que abençoe ao Brasil, e às pessoas de bem que estão imbuídas na recuperação deste País e do modelo de sociedade previsto por Deus, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, amém e amém!!! – (ely silmar vidal)

Olá Gleisi Hoffmann

Parece que está meio apagadinha, o que foi que houve, você sempre tão falante, calada?
Ah… Narizinho, queria te contar, sabe quem irá fazer companhia, embora forçado, ao teu amiguinho pedófilo?
Aquele que também foi teu marqueteiro, o “Feira”, digo, o João Santana, lembra dele?
Pois é, o Rui Falcão anda esquecidinho, não lembra dele… (ely silmar vidal – foto da internet)

Praticando o desapego

“… Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final.
Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário…
Perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver…”
“… Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira…”
“… Desapegar-se, é renovar votos de esperança de si mesmo.
É dar-se uma nova oportunidade de construir uma nova história melhor.
Liberte-se de tudo aquilo que não tem te feito bem…” (Fernando Pessoa)