Secretário de Segurança do RS pede que população aja com as próprias mãos – Porto Alegre – 27/09/2015

Em meio à escalada da criminalidade no Rio Grande do Sul, agravada por uma crise econômica que desencadeou o atraso de salários dos policiais civis e militares, o secretário estadual da Segurança Pública, Wantuir Jacini, descartou pedir auxílio da Força Nacional e recomendou que os cidadãos agissem com as próprias mãos. A declaração foi dada nesse sábado (26), à Rádio Guaíba, de Porto Alegre.
“Concordo que a sociedade não tem esse preparo, no entanto, a lei permite que qualquer cidadão prenda em flagrante quem estiver cometendo crimes. A obrigação é da polícia, não estou dizendo que todo cidadão faça isso, mas há pessoas mais desprendidas que fizerem estão respaldadas pela lei. Melhor seria não atuar, mas se for inevitável, que atuem”, afirmou o secretário, no momento em que delegados vêm a público insistir que as vítimas nunca reajam a uma ameaça.
http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2015/09/27/secretario-de-seguranca-do-rs-pede-que-populacao-aja-com-as-proprias-maos.htm

Autoritarismo do PT Dra Janaina Paschoal – Roda Viva 2015

Janaína Paschoal cala o Roda Viva numa das mais duras críticas ao PT
Em fala mais forte, a professora de direito penal da USP explica em detalhes como se dá o autoritarismo petista.
A entrevista não estava fácil porque, com algumas exceções, os jornalistas presentes vergonhosamente se colocavam ao lado do governo mais corrupto que o Brasil já conheceu. Nada disso impediu Janaína Paschoal, professora de Direito Penal na USP e autora, ao lado de Hélio Bicudo, do pedido de impeachment de Dilma, de peitá-los com respostas certeiras acerca da corrupção nos governos petistas. Nesse trecho de dois minutos mais abaixo, é possível acompanhar sua fala sobre o autoritarismo do Partido dos Trabalhadores.
www.facebook.com/apostoloelyvidal/videos/724816624314727/?l=369481692454941393 –
www.implicante.org/blog/janaina-paschoal-cala-o-roda-viva-numa-das-mais-duras-criticas-ao-pt/

“Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.” (Mt 11:28)

A história do hino Cristão “Amazing Grace” – escrita por John Newton.
Esta é uma canção que pode ser tocada pelas 5 notas “pretas” do piano e se tornou o maior hino de louvor Cristão da história.
John Newton a mais de 200 anos, era um capitão de um navio de escravos. (Letra de John Newton – Melodia de autoria desconhecida)
Os escravos eram proibidos de cantar, principalmente louvores a Deus… Era permitido apenas “sussurrar”. E aquele “sussurro” que John Newton ouviu sair da alma daqueles escravos em 1748 quando o barco estava para afundar o fez cair de joelhos para orar a Deus pedindo a sua misericórdia, e foi naquele dia que John creu em um Deus que ouve a oração feita mesmo pelo pior dos homens
Após isso John se tornou o maior pregador do Evangelho de Cristo e um dos maiores compositores de hinos de louvores a Deus.
Em 1772 ele escreveu o hino, cuja melodia ele havia aprendido com os escravos, e chamou o hino de “Revendo a fé e a expectativa” o qual mais tarde, vem a se chamar “Amazing Grace, ou traduzindo Maravilhosa Graça” Maravilhosa Graça, quão doce o som que transformou um miserável como eu. Eu já estava perdido, mas agora fui encontrado
Estava cego, mas agora eu vejo
E quando nós estivermos lá por dez mil anos
Brilhando como o sol, não teremos menos dias para cantar louvores a Deus. E ali teremos começado de novo… Aleluia… Aleluia… Amém!!!
“Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isso não vem de vós; é dom de Deus.” (Ef 2:8)
http://www.facebook.com/apostoloelyvidal/videos/724532184343171/?l=5262823810553446375

Enterrado o PM que foi torturado em Nova Iguaçú

A Maria do Rosário teria dito: “Mas o que que é isso?”, se algo dessa natureza tivesse acontecido com um de seus meninos, mas como foi com um de nossos policiais, a infeliz não aparece nem mesmo para dar os pêsames à família… (ely silmar vidal)
Bandidos amarram policial perdido em cavalo e o arrastam em torno da favela em Nova Iguaçu – RJ
http://www.facebook.com/apostoloelyvidal/videos/724506577679065/?l=6415886982810332824

Deus me manda: “Abra os olhos!”

“Persegui este Caminho até à morte, prendendo e metendo em prisões, tanto homens como mulheres,” (At 22:4)
“Ora, aconteceu que, indo eu já de caminho e chegando perto de Damasco, quase ao meio-dia, de repente me rodeou uma grande luz do céu.
E caí por terra e ouvi uma voz que me dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues?
E eu respondi: Quem és, Senhor? E disse-me: Eu sou Jesus, o Nazareno, a quem tu persegues.” (At 22:6-8)
“E um certo Ananias, varão piedoso conforme a lei, que tinha bom testemunho de todos os judeus que ali moravam,
vindo ter comigo e apresentando-se, disse-me: Saulo, irmão, recobra a vista. E naquela mesma hora o vi.
E ele disse: O Deus de nossos pais de antemão te designou para que conheças a sua vontade, e vejas aquele Justo, e ouças a voz da sua boca.
Porque hás de ser sua testemunha para com todos os homens do que tens visto e ouvido.” (At 22:12-15)
“E, na noite seguinte, apresentando-se-lhe o Senhor, disse: Paulo, tem ânimo! Porque, como de mim testificaste em Jerusalém, assim importa que testifiques também em Roma.” (At 23:11)
Desde então, tendo sido comissionado, na qualidade de apóstolo do Senhor e tendo respondido: “Eis-me aqui Senhor, usa-me a mim.”, tem-me o Senhor qualificado e para tanto lhe rendo Louvores e Glórias, apresentando-me para o cumprimento do que tem sido proposto em minha vida e agradecendo a Deus, por tantos que têm apoiado a mim e ao meu ministério.
Por isso compartilho com vocês irmãos, mais esta benção, que todos possamos nos maravilhar, porque grandes coisas tem feito o Senhor, e maiores ainda fará para a Glória de Seu doce, santo e sagrado Nome “YHVH”… Amém e Amém!!! – (apóstolo ely silmar vidal – teólogo, jornalista, psicanalista e juiz arbitral)

NOTA DOS CLUBES MILITARES – Decreto nº 8515 – 25/09/2015

O que se sabe do Decreto nº 8515, originado no MD e assinado pela Presidente da República no início deste mês, é que o mesmo retira poderes dos Comandantes das Forças. Conclui-se que o documento foi elaborado e emitido por incompetência, dolo ou até mesmo pelas duas razões. Aliás, esses aspectos muitas vezes estiveram presentes nos atos desse governo.
A incompetência fica evidente em toda a tramitação do decreto. E a probabilidade do dolo, por estar inserido nele artigo fora do contexto – e que vai ao encontro de antiga aspiração dos ideólogos de esquerda, hoje no governo – a de exercer influência na elaboração dos currículos das escolas militares. O outro aspecto que indica o dolo foi se fraudar a assinatura de um Comandante de Força que, na ocasião, respondia pelo MD por motivo de viagem do seu titular.
No nosso entendimento, os Comandantes de Força atuaram com determinação, coesos, no limite de seus poderes, na tentativa de reverter o teor do documento. Embora positivos, os resultados obtidos, no que se refere aos seus efeitos práticos, são insuficientes – no nosso entendimento e no de vários juristas, dentre eles um ex-presidente do Supremo Tribunal Federal, também ex-ministro da Defesa. O documento não pode existir, deve ser anulado, dizem, por ser inconstitucional. Espera-se por sua anulação.
Como a Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara de Deputados chamou a si a apuração do problema, estaremos atentos ao resultado, inclusive quanto à punição dos responsáveis e um necessário pedido de desculpas aos prejudicados.
V Alte Paulo Frederico Soriano Dobbin – Presidente do Clube Naval
Gen Div Gilberto Rodrigues Pimentel – Presidente do Clube Militar
Maj Brig-do-Ar Marcus Vinícius Pinto Costa – Presidente do Clube da Aeronáutica

Comunista Brasileiro, veja se pode

Leonardo Boff elogia o regime cubano, mas em contra-partida, vemos um cubano, de nome Carlos Moore, que ao contrário de Leonardo Boff, não era um convidado de Fidel Castro, senão, uma pessoa em constante ameaça de vida pela caterva de Fidel, ou melhor, dos amiguinhos do canalha do Leonardo Boff… (ely silmar vidal)
Coisas que regimes comunistas fazem de maneira sistemática: mentir, caluniar e executar. www.facebook.com/apostoloelyvidal/videos/724096231053433/?l=3525449383724723600

José Genoíno e a sua medalha cassada

Cassação de MEDALHAS. Medalhas dos mensaleiros. Comandante determinou cassação. – 27/09/2015
Medalhas dos mensaleiros. Fontes e ausência do nome no ALMANAQUE indicam que Comandante determinou cassação discreta.
Mudança de postura.
“§4º Após a assinatura do Despacho Decisório pelo Comandante do Exército, o que deverá
ocorrer no prazo de 20 (vinte) dias úteis, publicá-lo em Boletim de Acesso Restrito do Exército e notificar
por escrito ao agraciado acerca do seu teor.” e “§5º Adotar as medidas pertinentes para recolher a comenda e excluir o cidadão afetado da relação dos agraciados” (PORTARIA Nº 724-Cmt Ex, DE 25 DE JUNHO DE 2015.)
“ Parágrafo único. A cassação será feita ex-officio, em ato do Comandante do Exército.”
O assunto parecia ter caído no esquecimento. Mas não caiu. Sociedade e Ministério Público pressionaram o Exército durante meses. Essa história da cassação atormentou os últimos dias de comando do general Enzo Peri. Contudo, o general conseguiu entregar o comando sem uma definição do caso, passando a bola para seu sucessor, o general Villas Bôas.
O DECRETO Nº 4.207, DE 23 DE ABRIL DE 2002 prescreve que perderá o direito ao uso da Medalha do Pacificador e será excluído da relação de agraciados o condecorado nacional ou estrangeiro que: a) tenha sido condenado pela Justiça do Brasil, em qualquer foro, por sentença transitada em julgado, por crime contra a integridade e a soberania nacionais ou atentado contra o erário, as instituições e a sociedade brasileira.
Militares da reserva e sociedade, que ainda enxergam o general Villas Bôas como portador dos mesmos valores que nortearam ações de heróis como Caxias e os pracinhas, acreditavam que o general não se deixaria dobrar por pressões políticas-ideológicas e que o referido militar forneceria à sociedade a resposta esperada quanto à cassação das condecorações concedidas a mensaleiros como José Genoíno e outros.
Segundo o posicionamento recente do Ministério Público, que pressionou o Exército em relação ao cumprimento da norma, cassar as condecorações é função definida em lei como de responsabilidade do próprio Comandante do Exército.
“ Parágrafo único. A cassação será feita ex-officio, em ato do Comandante do Exército.”
O novo Comandante do Exército não falou publicamente sobre o assunto. Mas, algumas de nossas fontes informaram que o general já fez a devida cassação no que diz respeito ao mensaleiro José Genoino Neto.
Após receber a informação, a equipe da Revista Sociedade Militar fez a verificação no almanaque ONLINE. Já confirmamos que o nome de José Genoíno Neto foi realmente removido dos resultados do Almanaque Online da Medalha do Pacificador. Segundo as novas normas, publicadas em junho desse ano, a publicação da ordem de cassação deve ser em documento restrito. À sociedade resta verificar o Almanaque.
PORTARIA Nº 724-Cmt Ex, DE 25 DE JUNHO DE 2015. Aprova as Normas Reguladoras da Medalha do
Pacificador e dá outras providências. “§3º Após o recebimento do Processo Administrativo concluso, elaborar proposta de despacho decisório, a ser submetida à apreciação do Comandante do Exército, materializando a decisão da autoridade competente para deliberar sobre a cassação ou não da comenda. §4º Após a assinatura do Despacho Decisório pelo Comandante do Exército, o que deverá ocorrer no prazo de 20 (vinte) dias úteis, publicá-lo em Boletim de Acesso Restrito do Exército e notificar por escrito ao agraciado acerca do seu teor. §5º Adotar as medidas pertinentes para recolher a comenda e excluir o cidadão afetado da relação dos agraciados.“
Ainda assim enviamos solicitação de confirmação ao EB, que pode ou não falar oficialmente sobre o assunto. O nome do Mensaleiro constava no ALMANAQUE como “José Genoíno Neto”, condecorado pela Portaria 392, de 15 de julho de 2003. O ato foi publicado no Boletim nº 30 de 2003.
http://www.sociedademilitar.com.br/wp/2015/09/cassacao-de-medalhas-medalhas-dos-mensaleiros-comandante-determinou-cassacao.html

Em NY, Papa Francisco afirma que Jesus “FRACASSOU” na cruz

Mais uma loucura herética deste falso profeta socialista…
“E (a besta) abriu a sua boca em blasfêmias contra Deus, para blasfemar do seu nome, e do seu tabernáculo, e dos que habitam no céu.” Apocalipse 13:6
Após se referir ao muçulmanos como “irmãos” (que adoram o mesmo Deus), Bergoglio compara as falhas humanas ao realizar esse trabalho com a Cruz de Cristo, que muitas vezes parece não dar fruto, mas que somos seguidores de Jesus Cristo, e que a vida de Jesus – humanamente falando – terminou em fracasso, o “Fracasso da Cruz”. (confira aqui na Homilia no próprio site Católico).
OOOPS…Foi isso mesmo que o Papa falou? Busquei na Internet a transcrição do seu sermão e confirmei que era isso mesmo que ele havia dito.
Fiquei pensando: “Eu não compreendo como um homem que se diz conhecedor das Escrituras possa dizer tal coisa”.
A morte de Jesus – mesmo humanamente falando – não foi um fracasso. É como se Ele tivesse tentado fazer algo e não conseguiu e acabou morrendo na cruz. A cruz era o objetivo final, Ele veio para isso. Sendo Deus encarnado, Ele pagou pelos nossos pecados nos reconciliando com o Pai, fazendo exatamente aquilo que Ele veio fazer, ou seja, morrer na cruz para se cumprir tudo o que estava escrito na Lei de Moises e dos Profetas. (Mateus 24:44)
Nenhum apóstolo, chamou a cruz de fracasso. Jesus sofreu a vergonha da cruz, (Hebreus 12:2) a maldição da cruz, (Gal 3:13) mas não o fracasso da cruz por que eles sabiam que a cruz não tinha sido um fracasso.
Não houve tempo suficiente para alguém achar que a cruz era um fracasso pois logo após a sua morte, estando Jesus ainda na cruz, o centurião e os homens que estavam ali reconheceram que Jesus era o Filho de Deus após o terremoto e tudo o que havia acontecido. (Mateus 27:54). Os discípulos estavam com medo, mas sabiam que Jesus seria morto e ressuscitaria, pois Ele mesmo os havia dito. (Marcos 10: 33)
A ideia de a cruz ser um fracasso é inexistente na história, tanto que três mil pessoas se converteram na primeira pregação de Pedro pois era sabido por todos que Jesus tinha feito milagres (Atos 2:22) e certamente as centenas de testemunhas oculares da sua ressureição eram provas suficientes para crerem Nele.
Citar a morte de Jesus na cruz como um fracasso do Jesus humano é uma heresia que menospreza seu sacrifício expiatório, não tem base Bíblica, Teológica nem Histórica e foge de todo o ponto central do evangelho. Jesus em nenhum momento na sua vida humana fracassou, sua vida foi perfeita, o plano de Deus foi perfeito.
Se Jesus não tivesse morrido na cruz, ele teria humanamente fracassado. Mas é exatamente por que Ele morreu na Cruz, que sua vida – humana – e morte não foi o “Fracasso da Cruz”, e sim, a “Vitória da Cruz”.
Texto: Joel M Stevao – (Pastor, Teólogo, Apologista)
Via: http://apologian.blogspot.com.br/ e http://www.acidigital.com/noticias/texto-homilia-do-papa-francisco-nas-vesperas-com-sacerdotes-e-religiosas-em-nova-iorque-15174/

Juízes Federais soltam nota “DURÍSSIMA” em favor de Sérgio Moro

Nota à imprensa em apoio ao Juiz Sergio Moro
A Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) vem a público manifestar total apoio ao Juiz Federal Sergio Moro, Titular da 13ª Vara Federal de Curitiba, na condução do julgamento da “Operação Lava Jato”. A pedido do Ministério Público Federal e da Polícia Federal, o Magistrado decretou recentemente uma série de medidas, entre elas a prisão de executivos de grandes empresas que, segundo as investigações, estariam envolvidos em crimes de corrupção e formação de cartel.
Vale destacar que as decisões tomadas pelo Juiz Federal Sergio Moro no curso desse processo são devidamente fundamentadas em consonância com a legislação penal brasileira e o devido processo legal.
A Ajufe não vai admitir alegações genéricas e infundadas de que as prisões decretadas nessa 14ª fase da Operação Lava Jato violariam direitos e garantias dos cidadãos.
A Ajufe também não vai admitir ataques pessoais de qualquer tipo, principalmente declarações que possam colocar em dúvida a lisura, eficiência e independência dos magistrados federais brasileiros.
No exercício de suas atribuições constitucionais, o Juiz Sergio Moro tem demonstrado equilíbrio e senso de justiça. As medidas cautelares, aplicadas antes do trânsito em julgado do processo criminal, estão sendo tomadas quando presentes os pressupostos e requisitos legais. É importante ressaltar que a quase totalidade das decisões do magistrado não foram reformadas pelas instâncias superiores.
A Ajufe manifesta apoio irrestrito e confiança no trabalho desenvolvido com responsabilidade pela Justiça Federal do Paraná, a partir da investigação da Polícia Federal e do Ministério Público Federal.
Antônio César Bochenek – Presidente da Ajufe – 27/09/2015
http://www.puggina.org/fique-sabendo/juizes-federais-soltam-nota-durissima-em-favo/202

Decreto de DILMA tira identidades de OFICIAIS, Sargentos temporários e militares prestando SERVIÇO militar ini cial. – 22/09/2015

menor sem entidadesNovo Decreto de DILMA Rousseff retira identidades de OFICIAIS, Sargentos temporários e militares prestando SERVIÇO militar inicial.
Soldados e Marinheiros em serviço MILITAR não terão mais direito a identidade MILITAR. Oficiais e Praças temporários só poderão se identificar como militares enquanto estiverem no serviço ativo e devem devolver as identificações militares quando forem licenciados do serviço ativo.
O Minist. da Defesa informa que a iniciativa contou com o apoio da Secretaria-Geral do Ministério da Defesa, chefiada por Eva Chiavon. Agora, serão realizadas reuniões para definir qual o modelo (ou modelos) a ser adotado. Será definido também se as três forças utilizarão um único modelo de identidade. Após este período, as características constarão em portaria da Defesa.
A PRESIDENTA DA REPÚBLICA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 84, caput, inciso IV e inciso VI, alínea “a”, da Constituição, e tendo em vista o disposto no art. 67 da Lei no 3.089, de 8 de janeiro de 1916, e no Decreto no 3.985, de 31 de dezembro de 1919,
“§ 1o Os oficiais temporários e os praças temporários terão a carteira de identidade de militar das Forças Armadas apenas enquanto estiveram na ativa.
2o Não será fornecida carteira de identidade de militar das Forças Armadas aos marinheiros e soldados durante o serviço militar inicial.
3o O Ministro de Estado da Defesa poderá estabelecer documento para identificação, no âmbito das Forças Armadas, na hipótese do § 2o.”
Art. 6o O documento de identificação de que trata o art. 5o tem fé pública em todo o território nacional e é válido como documento de identificação nas relações com a administração pública federal direta, autárquica e fundacional.
Art. 7o O Comando da Marinha expedirá documento de identificação para os integrantes da Marinha Mercante.
Parágrafo único. O documento de identificação de que trata o caput comprova a condição de integrante da Marinha Mercante e será disciplinado pelo Comandante da Marinha.
Art. 8o Os modelos, as características exatas e os critérios de expedição dos documentos de que tratam os art. 2o e art. 5o serão estabelecidos em Portaria do Ministro de Estado da Defesa.
http://www.sociedademilitar.com.br/wp/2015/09/decreto-de-dilma-tira-identidades-de-oficiais-sargentos-temporarios-e-militares-prestando-servico-militar-inicial.html

O Antagonista – O roubo não era em fatias, STF

Como afirma a reportagem da Veja, Pedro Corrêa “sabe de cor e salteado de quem é a responsabilidade pelas roubalheiras praticadas nos últimos anos na Petrobras, no Ministério da Saúde e, principalmente, no Ministério da Cidades. Ele tem na manga detalhes impressionantes de como o ex-presidente tentou melar o julgamento do mensalão”.
Se falar tudo o que sabe, Pedro Corrêa demonstrará que Lula não é um bandido em fatias. É um bandido por inteiro, chefe de uma organização criminosa empenhada em roubar o patrimônio do Brasil e eternizar-se no poder. Que os ministros do STF não comprometidos com o PT tenham isso em mente e voltem atrás na sua decisão de desarticular a Lava Jato.
http://www.oantagonista.com/posts/o-roubo-nao-era-em-fatias-stf